Os 7 Pecados Mortais do Blogueiro

pecadooriginal Há até mesmo pecados mortais na vida virtual de um blogueiro. Pecado é tudo aquilo que nos afasta do que é mais importante e de tudo aquilo que realmente vale a pena. Os “pecados” que vamos descrever abaixo têm contaminado a blogosfera e pode definir o fim de seu blog, diminuindo o número de visitas, degenerando a qualidade de seus artigos e ofertando um trabalho mal feito e de péssimo gosto para a internet. A condenação para esses pecados é o limbo do esquecimento, sofrendo com a falta de indexação. O Google, a Blogosfera e os visitantes não perdoam esses pecados!

Fazendo valer os anos que passei na faculdade estudando teologia (para quem não sabe eu sou teólogo), nesse artigo vamos estudar cada um dos 7 pecados capitais, dos mais graves que podem matar a vida na internet e tirar seu blog dessa grande comunidade. Cada passo é um momento de reflexão para que você consiga sobreviver e crescer na blogosfera.

1. Egoísmo Auto-suficiente

O pior pecado é esquecer que a internet é uma rede de relações, onde a convivência, a troca de informações e a ajuda mútua são indispensáveis para alimentar a grande comunidade virtual. Aqui não tem lugar para pessoas egoístas e egocêntricas, que se acham melhores que os outros e não sabem compartilhar nem conviver com as outras pessoas.

Todo blog é uma fonte de conhecimento e é preciso sair de um mundinho fechado. Nenhum blogueiro pode viver sem participar de comunidades, fóruns, redes-sociais. Nem é possível conceber a idéia de alguém que não interaja com outros blogs dando sua opinião, repartindo links e ampliando debates. Um blog só pode crescer na mesma medida em que crescem as relações sociais (mesmo que virtualmente) daquele que mantém o blog. O editor de um blog não pode se achar superior, nem fingir que não precisa de outros. A credibilidade de seu blog e a qualidade de seu conteúdo dependem do seu esforço de estar à disposição e de todos.

2. Preguiça

Não há pecado mais destruidor que esse para quem quer manter um blog. A preguiça faz esquecer de suas obrigações e das necessidades que o seu blog tem para sobreviver. É preciso empenho diário e dedicação constantes para se pesquisar, escrever e relacionar-se. Não se pode criar um blog para só atualizar eventualmente ou gerar pouco conteúdo. A preguiça é que provoca todos os outros pecados e nos deixa displicentes com o que é preciso ser feito.

Um blog precisa de dedicação constante e esforço para que se publique sempre. É preciso seguir cronogramas, ler muito e estar sempre conectado para poder encontrar o que há de novo, acompanhar os debates e não perder o rítimo das atualizações. A Internet anda à velocidade da luz e não é possível dar passos de tartaruga nesse mundo. Não se pode acomodar nem aceitar que se faça algo de forma limitada e parcial e ainda oferecer isso para seus leitores.

3. Impaciência

A impaciência é o primeiro sintoma da falta de auto-confiança e da incompetência. Só pessoas limitadas assim é que são imediatistas e querem que tudo se resolva por um passe de mágica, sem o menor esforço. Conquistar espaço na internet só se consegue com muito trabalho e dedicação constantes, crescendo passo-a-passo, tijolo por tijolo. Credibilidade, relevância e conteúdo de qualidade só se constroem com o tempo. Isso vale para a indexação nos mecanismos de busca, para o crescimento no número de visitas e para o reconhecimento de outros blogueiros para com o seu trabalho.

Você só vai ser bem-sucedido na blogosfera se for paciente e souber que seu crescimento depende de sua dedicação. Tudo é a médio e longo prazo.

4. Desleixo

O que já encontrei de blog ruim e sem condições de existir, que chegam a ser uma ofensa para quem entra, não está nas estatísticas. Seu blog é a sua casa e a maneira como você trata seu conteúdo, seu layout e seu público é que determina o potencial de seu trabalho. Já disse isso antes: um blog precisa de dedicação constante e não pode ser deixado às traças, sem conteúdo, mas também não se pode fazer as coisas de qualquer maneira.

O desleixo está bem próximo da preguiça, mas vem junto com a lamúria do tipo “mas estou fazendo o melhor que posso…”. Isso é comentário de gente que não se esforça nem quer trabalhar sério. Se se propôs a fazer algo, então faça o serviço completo sem deixar coisas pela metade ou feitas de qualquer maneira “à toque de caixa”. A qualidade de seu blog é medida pelo esforço que deposita em suas páginas.

5. Falta de Originalidade (Plagiar o Blog alheio)

Vou dizer aqui que este é o pior pecado que um blogueiro pode cometer. Os piores pecados são os que ofendem e afetam outras pessoas e a dignidade delas e de seus trabalhos. Esse pecado puxa outros, como a “mentira”, “falsidade” e “roubo”, além de ser crime grave previsto em lei. A pior coisa que se pode fazer é encher um blog de falso conteúdo, copiado, ROUBADO, de terceiros (mesmo que dando os créditos). Um blog tem que ser original e criativos e essas são qualidades indispensáveis para um blog de sucesso.

Não se pode querer ter bons resultados copiando o trabalho de outros e achar que isso é trabalho que se preze. Se não quer fazer esforço, vá procurar outra coisa para fazer, pois aqui é lugar de gente dedicada e que quer construir algo e oferecer conteúdo.

6. Irrelevância

Primo-irmão do pecado anterior. Há quem crie blogs, mas esquece que precisa oferecer algo e que tenha objetivos claros. Um blog sem objetivos e que não tem um nicho bem definido, nunca será relevante para ninguém e ninguém virá visitar. É preciso ter um foco certo, preparando-se com pesquisa e muita leitura pra que seu blog tenha algo a acrescentar.

A irrelevância, além de não contribuir, acabará por te desanimar. Esse pecado surge com a preguiça de pesquisar e de relacionar-se com outros blogs, redes-sociais e fóruns, levando a um caminho bem mais triste que é a falta de capacidade de buscar informação, pouca leitura e fraca capacidade de escrever algo que preste.

7. Arrogância

Fechando o desastroso caminho para o inferno e à condenação está a arrogância que pode pegar qualquer blogueiro, mesmo os mais experientes e vividos. A arrogância faz par com o primeiro pecado dessa lista, o “egoísmo auto-suficiente”, que faz o blogueiro acreditar ser um super-homem, indestrutível e insubstituível. Achar que outros não podem fazer melhor, que se é o rei da cocada preta ou o “dono da internet” faz com que você perca o foco, esquecendo o que foi dito logo no início sobre a impor
tância de relacionar-se.

A arrogância faz o sujeito se fechar em seu mundo acreditando que tem todas as soluções e conhece melhor que qualquer um o que há e que todos precisam dele para sobreviver na internet. As pessoas vão se afastando de gente assim e o fim é o abandono e a solidão total.

arrependido Exame de Consciência.

Agora é hora de arrepender-se de seus pecados, olhando para o fundo de sua alma, para buscar a força do todo-poderoso Google e olhar para cima, ver que a internet está além dos cabos que levam dados até você e que você não é a fonte final, mas apenas mais uma trama dessa imensa rede colaborativa.

Busque o perdão e a regeneração para o seu blog nesse exame de consciência para ver se ainda há alguma possibilidade de vida para o seu blog e seus artigos. Muitas vezes é preciso abandonar os vícios, confessar que errou e que precisa de ajuda para que se possa crescer e até, quem sabe, recomeçar do zero, com tudo novo; uma vida nova.

Artigos que podem ajudar na sua recuperação:

Fonte para a elaboração deste artigo: The 7 Deadly Sins of Blogging.

.

29 Comentários

  1. Eu incluiria um bem recente: Dar mais atenção ao twitter que ao blog.

    Mas a lista está perfeita! Estou fazendo uma força tamanha pra não praticar nenhum destes pecados…
    Parabéns pelo texto e até mais

    Responder

  2. Eu ri no final do texto apesar de ele tratar de coisa séria hehe
    O que acho pior é a arrogância de certos blogueiros(as).

    Responder

  3. Ei Marcos,

    Acho que muitos blogueiros, principalmente os iniciantes, deveriam ler.
    Gostei demais.
    Grande abraço,
    Áurea

    Responder

  4. Apesar desse post ser sério, no final ta um pouco engraçado rsrs!

    Valeu Marcos Lemos, seu blog está ótimo a cada dia mais novidades que ajudam a nós blogueiros a melhorar nossos blogs, acompanho sempre seu blog e gosto muito..ah e recomendo pra todos!
    Sucess!

    Responder

  5. Mto bacana o seu artigo, alias o seu blog é vital pra quem quer evoluir na blogosfera, mas essa sacada de misturar o linguajar próprio do ambiente teológico/cristão com o da blogosfera foi genial…tá de parabéns…virou a minha segunda "bíblia"…rs

    abços

    Responder

  6. Muito bom, amigo… eu só discordo em parte do quinto "pecado", o do plágio… naturalmente, pegar um artigo inteirinho de outro blog e postar no seu não é legal… mas não vejo problema em citar trechos de outras matérias para complementar o nosso… dando-se o devido crédito e, se possível, avisando o colega que você está fazendo isso, não há problema… mas de resto é isso mesmo… seu blog é muito bom, está me servindo de muita ajuda!

    Responder

  7. Oi Marcus!

    Excelente post! Ele é obrigatório, sem brincadeira. Acho que todo mundo já sofreu algum pecado (ou sofre). Eu mesmo já cometi alguns e me esforço para melhorar e não ficar reféns desses erros que podem destruir a sua reputação da blogosfera.

    Abraço

    Responder

  8. é muito boa essa lista ! Assim como os pecados biblicos temos que fugir desses aí , ou melhor , nos esforçar para jamais comete-los !
    de resto o blog é perfeito e ajuda muito . parabéns !

    Responder

  9. Marcus, gostei muito do texto – conteúdo e linguagem. Eu que estou iniciando, então… muito importante. Acho que um dos pecados que você não comete é o egoísmo, pois todo o seu conteúdo é para criarmos blogs tão bons ou melhores que o seu. Parabéns! Seu esforço e dedicação tem se refletido aqui!

    Responder

  10. Realmente, o pior dos pecados é o plágio…tem muita gente que acha que ter um blog é criar uma espécie de "arquivo" de tudo o que encontra de interessante na internet, sem nenhuma postagem de autoria própria…lamentável!

    Muito bom o post e o blog, sempre estou acompanhando! O que mais gosto nos seus textos é a forma direta de abordar os temas!

    Longa vida ao Ferramentas Blog!

    Responder

  11. Muito engraçado o final, onde fala sobre o arrependimento dos pecados! ^^

    Estou procurando fazer o melhor, já que meu blog ainda não tem um mês de vida, estou atenta às dicas de Ferramentas Blog para começar direito, e estão me ajudando muito.

    Obrigado!

    Responder

  12. Adorei mais essa postagem.
    Tenho tomado sempre o cuidado para não praticar nenhum destes pecados.
    Acredito que tudo esteja indo bem, apesar de no início ainda.

    Bianca Briones

    Responder

  13. Boa tarde Marcos,

    Excelente postagem.

    Pena que muitos ainda não querem aceitar os seus pecados na blogsfera.

    Conheço pessoas que absurdamente dizem:
    Que burro não consegue acessar isso por um link que esta na cara dele?

    Ou até:
    É besteira tudo isso que tem no ferramentas blog pra poder fidelizar seus leitores.

    Mas a forma mais simples de saber que estão errados, é mostrando números.

    Coisa que só um blog como Ferramentas blog tem.

    Abraços

    Responder

  14. Amei seu blog, estou iniciando o meu hoje, e estava muito perdida, você me ajudou muitooooo.
    Obrigada!

    Iraneide Cruz

    Responder

  15. Pingback: 7 Passos para Construir uma relação com seus Leitores | [ Ferramentas Blog ]

  16. Marcos, achei super interessante suas postagens,li bastante, todos tem muito fundamento. Sou nova na área e sinceramente vovê abriu minha mente.
    Quero trabalhar na área e me aperfeiçoar pois estou apenas engatinhando nesse processo. E reconheço….tenho muito que melhorar.
    valeu!
    Foi muto legal a interligação que você fez….
    Até….

    Responder

  17. Pingback: Seu Blog é um tédio (ou: Coisas mais importantes do que Blogar) | [ Ferramentas Blog ]

  18. Olá, Marcos…
    Parabéns pelo post…

    Também sou novo nesse ramo, e suas dicas estão me ajudando a crescer e aprender cada vez mais. Seu e-book também está me ajudando muito.
    Valeu pela dica, e espero não cometer esses pecados.

    Abraços,
    Charles Jr.

    Responder

  19. Pingback: Blogs mortos para o dia de Finados | [ Ferramentas Blog ]

  20. Confesso que já estou o dia inteiro no seu blog. Ontem baixei o seu e-book e tem dicas muito valiosas. Toda vez que entro em um post seu esta a foto de um rapaz com cara de nerd. E agora toda vez que penso em vc vem a foto desse rapaz na cabeça, rsrs Esse é vc mesmo? Ou é só publicidade? Abçs

    Responder

  21. Olá Marcos!

    Realmente, a lista está ótima. E concordo plenamente com você, quando disse que o pior de todos é a “Falta de Originalidade”. Meu blog trata de assuntos automotivos, e creio que esse seja um dos assuntos mais abordados entre blogs e sites.

    É difícil colocar uma notícia sem copiar várias expressões, mas eu me esforço muito nesse sentido, seja com base num artigo do Brasil ou dos EUA. As vezes demoro muito pra elaborar um texto, e no dia seguinte, vários sites já copiaram tudo (até aquilo que talvez eu tenha errado). Não sei pq essas pessoas PERDEM tempo mantendo um blog, achando que copiando elas vão chegar a algum lugar.

    Abraço!

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.