Copiar conteúdo de outros blogs é divulgação?

Sempre que me deparo com um blog que copiou/duplicou ou plagiou algum artigo do meu conteúdo tomo duas providências: 1. Entro em contato e solicito a exclusão; 2. se não sou atendido, denunciou e vou à polícia. Radical? Nem um pouco, já que esse é meu trabalho e tenho o direito de defender o que eu estou produzindo. Mas sempre alguém responde: “estava apenas querendo divulgar seu blog, porque gosto muito dele”. E a pergunta que fica é: duplicar/copiar conteúdo mesmo com link para o original, ajuda a divulgar?

Siga o [Ferramentas Blog] no Youtube
Clique no botão ao lado para se inscrever no nosso canal.



Nesse artigo vou ser bem direto. Não, copiar/duplicar conteúdo de terceiros, mesmo colocando o link do Blog original que criou o conteúdo, não ajuda em nada e não divulga nada. Duplicar conteúdo é uma prática repudiada e condenada pelo Google, como já explicamos de forma bem didática nesse artigo:

Se você gosta do trabalho de alguém ou mesmo gostou de algum artigo que leu em outro site/blog qualquer e acredita que o seu público vai gostar do mesmo, então escreva um artigo recomendando, mas sem copiar/duplicar/plagiar o trabalho de outra pessoa.

Quer dar um link para o blog que você gosta e divulgar para levar mais pessoas a lerem os blogs que você gosta, então coloque um banner dele na barra lateral, escreva um artigo de apresentação dizendo para seus leitores que você gosta e quer que mais gente leia.

Nunca um artigo meu que tenha sido duplicado/copiado/plagiado, citando o meu link conseguiu redirecionar alguma visita para meu blog original. Pense bem: se a pessoa já leu o meu artigo, que foi copiado, em outro lugar, por que vai querer abrir o mesmo conteúdo? Só pra ver a página original? Isso não faz sentido e as pessoas não querem perder tempo revisitando artigos, coisa que já viram.

Por fim, um blog só faz sucesso e só tem futuro se criar seu próprio conteúdo, original, único e relevante para o seu público alvo. Blogs plagiadores, que duplicam e replicam conteúdo de outros, estão fadados ao fracasso e ao final rápido, entrando para as estatísticas de blogs que não duram. Não plagie ninguém!

O chato mesmo é ter sempre que tocar nesses assuntos. Mas é o meu papel como metablogger ensinar essas coisas e tratar de temas delicados algumas vezes. Sempre insisto na importância da qualidade e originalidade de um blog. Mesmo que já exista centenas de blogs fazendo e tratando sobre o mesmo que o seu, só sendo original é que se é possível destacar-se no meio de tantos e ganhar o seu espaço.

Os artigos desse blog são de direito reservado.
Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.

58 Comentários

  1. Um excelente artigo, é triste mesmo ver os artigos da gente sendo copiado descaradamente por outros e é fato eles usam o mesmo argumento
    "Queria divulgar o seu blog, por que gosto muito dele"

    Parabéns
    [In]c

    Responder

  2. Acabo de ler este artigo.
    Questiono muito tb o fato da divulgação sem as autorias devidas. Gostaria de colocar meu ponto de vista,pois estou me sentindo "ladra" de postagens nos blogs. Meu blog é educativo e sendo professora, sei da falta de tempo que nós vivenciamos no dia a dia. Então é costume, nós professoras, colocarmos sugestões de planos e atividades em nossos blogs para facilitarmos as nossas próprias pesquisas.
    Acabo,por exemplo de divulgar trabalhos maravilhosos de colegas blogueiras sobre o Natal em meu blog.
    Nossa intenção é de ajudar umas as outras em nossos planos de aulas.Porém cuido muito de citar o blog da colega, além de parabenizá-la pelo trabalho em questão.Tanto que carinhosamente coloco o título de VI,LI,GOSTEI E RECOMENDO.
    Ao contrário de sua afirmação, nos blogs educativos a indicação vale muito,pois desperta nosso interesse de ir até ele conferir outras postagens pedagógicas de outros temas pertinentes ao nosso trabalho.
    Espero que assim eu não esteja descomprindo leis internéticas e seja absolvida pela ferramenta blog.

    Responder

  3. Totalmente de acordo!
    Pessoas que fazem isso, não tem criatividade própria. Muitos Bloggers sofrem desse mal e não fazem nada, alguns pelo contrário, bloqueiam o clássico "ctrl+c" ou "copiar".
    Pelo amor de Deus, respeitem os direitos reservados!

    Responder

  4. @Krika,
    Eu entendo o modelo de blog que você tem, pois conhece alguns assim e sei da importância de blogs de professores para repassar atividades.

    Mecomendo que nesse caso, para usar parte do conteúdo de outros, se entre em contato com o criador do conteúdo solicitando permissão pra usar aquilo.
    O melhor mesmo seria aprofundar o que o outro fez e apenas fazer uma referência à atividade de outra pessoa como complemento ao que você tratou.

    Responder

  5. Olá, concordo com você na questão de entrar em contato e pedir permissão para usar todo ou parte de um texto. Sou blogueira há um ano e no início fiz uma postagem sobre um tema muito visível na época mas de quem não sabia o autor. Fiz adaptações, ou seja interpretei e finalizei com uma opinião pessoal, tipo: estas recomendações foram baseadas inicialmente no livro do americano XX. Tempos depois "me" achei num blog que copiou o texto e até minha opinião.
    Gostaria de saber sua opinião sobre o uso de imagens, principalmente pelos blogs dirigidos a um público específico e que não tem $ para produzir fotos.

    Responder

  6. @Ana Afonso,

    Sobre o uso de imagens, basta ter cuidado para não usar aqueles que têm direitos reservados.
    E se for o caso, sempre procurar dar crédito e citar o autor explicitamente (com links se possível) reportando a fonte.

    Responder

  7. Olá

    Desculpa, mas descordo de você. O plágio só se caracteriza se você copia algo de alguém e não cita fontes. Consulte um advogado. Eu não vejo problema algum em copiar algo de alguém DESDE QUE COLOQUE A FONTE. Agora se vc não gosta ou não quer é outra coisa. Impossivel inventar algo do tipo: se a estátua da liberdade foi construida em 1800 (não lembro a data), não posso dizer que foi contruida em 1980 para não copiar algo de outro blog entende? O que acho injusto é copiar algo de idéias e coisas que você cria (tipo o caso do Dicas Blogger e até o seu que comecei a ler agora). Gostei do artigo, mas discordo! Eu sei de uns dois blogs que fazem isso (que não são meus, são de dois amigos queridos), me senti mal, parece que são dois ladrões entende? E um deles já foi citado em livros e trabalhos. Este é meu ponto de vista! Crie meu blog a pouco tempo, mas estou sem tempo para postar.. em breve começo!

    Responder

  8. Eu penso que deveria haver uma regra, que não legal, pelo menos de consenso. Algo que explicitasse, por exemplo, que a pessoa pode copiar até tantos por cento da postagem original em carateres, linkando o artigo para o post original. Mesmo isso não tenho certeza ser legal e portanto não faço, a menos que haja autorização para tanto. Como meu blog é sobre política eventualmente reproduzo notícias de agências que autorizam a publicação, como a agência brasil e, eventualmente, de alguns blogs que autorizam a publicação.
    De toda forma, acho que vale o bom senso.

    Responder

  9. Excelente artigo.
    Estou sempre aprendendo algo novo no seu blog.
    Concordo plenamente, cópia mesmo com link é cópia.

    Bianca Briones

    Responder

  10. Olá..

    Bom… se for pensar na mesma linha, creio que mesmo no caso dos créditos das fotos (e vídeos) há algo de errado, crédito não é dinheiro no bolso de quem as produziu. E direitos reservados, principalmente para fotos e imagens manipuladas/criadas, todas possuem, pode ser que não estão reservadas no espaço em que ela já foi "copiada".

    Responder

  11. Caro Dicas e Destinos, além de ser crime, o Google pune conteúdos duplicados, só para constar!
    Se você e seus dois "colegas" fazem isso, sim, vocês são ladrões de conteúdo.

    Responder

  12. Divulgar o link para o conteúdo original não representa nada. O blog que receberá o link apenas hospeda o conteúdo ele não é autor, o autor (pessoa ou profisisonal que escreveu o texto) sim, merece o crédito.
    Copiar e colar é imoral, ilegal e infame.
    Sou contra esse procedimento, o problema não é a pauta, mas sim a linha de raciocínio embutida no texto. Seis palavras ordenadas em sequência semelhante a de outro texto já caracteriza plágio. Trocando em miúdos, não somos proprietários de nenhuma informação, mas temos direito sobre a forma como redigimos o texto que transmitem as informações.
    Crédito é o nome do autor, link é uma forma de respeitar o espaço onde a matéria foi publicada. Quem acredita que linkar um texto ao seu conteúdo original é crédito, está enganado e comete o plágio sim. Nesse universo de plagiadores, quem garante que o link ao original é mesmo o original????
    Escrever é um ofício, sou jornalista há 15 anos, roubar texto é roubar o resultado do trabalho de outra pessoa. Se para alguns escrever é hobby, ou forma de transmitir idéias, para outros é meio de ganhar a vida.

    Responder

  13. Renato,

    Mesmo que escrever não seja uma forma de ganhar a vida, isso não dá o direito de outros plagiarem. Não ganho a vida com meu Blog, mas tenho trabalho em redigi-lo: eu pesquiso e tenho gastos com isso pois tenho de pagar por artigos e livros para produzir conteúdo consistente. Escrever sobre saúde canina /humana me dá prazer, minha área área de atuação é a saúde.
    Para pessoas como eu a única compensação além do prazer de escrever é ser reconhecida pelos textos produzidos, pela dedição, pelo empenho e pelo tempo.
    Me aborrece ver meus textos copiados e colados descaradamente: isso é subtração de idéia alheia…rs

    Abraço

    Sirley

    Responder

  14. eu não ligo,só ligo se copiarem o conteudo do meu e não citarem a fonte,isso funciona como uma propaganda gratis.eu mesmo ja fui em blogs de conteudo copiado,e vi a fonte,e fiu no blog original que fez o post.

    propaganda gratis.

    Responder

  15. Sigo o seu blog há um tempo e gosto de suas dicas, mas discordo em parte de suas ideias. Menos radical que vc, eu me senti honrada de ver alguém divulgando o que publiquei, as três vezes que isso me aconteceu. Se for na íntegra ainda melhor, sinal de que gostaram do texto.

    Responder

  16. Pingback: Como denunciar plágio de blogs no Blogger? | [ Ferramentas Blog ]

  17. Pingback: O que é um kibador (kibar)? O velho debate sobre plágio | [ Ferramentas Blog ]

  18. Olá Marcos,

    Gostei muito da postagem, e com certeza concordo com você! O simples fato de copiar já demonstra a grande falta de capacidade que a pessoa tem em criar algo dela. Isso que nem é necessário tanto esforço assim, basta ter um pouco de vontade e escrever.

    Recentemente tive também um grande desgosto, ao copiarem um artigo meu, que até aquela data acredito que era único no assunto. Resultado, perdi a conversão de alguns leitores, para as postagens plagiadoras, que ficaram bem rankeadas no Google, sorte que o meu permaneceu mesmo assim na primeira posição.

    Continue com os bons artigos!

    Abraço!

    Responder

  19. Pingback: Sobre divulgação de Blogs #vocePergunta [Vídeo] | [ Ferramentas Blog ]

  20. Marcos mais uma vez tens razão, é muito chato fazer esse tipo de divulgação, duplicando conteúdo, um abraço amigo.

    Responder

  21. Olha, eu discordo, principalmente nos tempos de hoje.

    Estamos na era do compartilhamento, muitos blogs copiam conteúdos de outros, mas na intenção, na maioria das vezes, de disseminar aquela notícia/artigo/documentário.

    Outro motivo pela qual os blogueiros copiam, é de estar filtrando conteúdos na internet relativos ao tema do seu blog. Por exemplo, um blog do assunto “esportes” poderia juntar notícias do site UOL, Fórmula 1, Terra, outros blogs e etc.

    E também discordo sobre não divulgar, como muitos outros por aqui, eu também vejo a fonte e costumo acessa-lo se eu gostar do artígo, em busca de mais informações.

    Abs!

    Responder

    • @Lucas,
      seus argumentos são muito superficiais e não parece que você entendeu o problema da cópia.
      Além de ser ilegal, você prejudica o outro. Se quer divulgar, então dê um link, cite o que você encontrou, mas sem copiar. Se o seu visitante quiser ler o conteúdo que você indicou, então ele vai até a fonte e lê lá.
      Isso sim é divulgar.

      Responder

        • Antônio,

          Nesse caso não há problema, pois é apenas uma citação, pequena, com indicação do link para ser lido o conteúdo completo no site/blog original. Indicações sempre são bem vindas e é a melhor forma de se multiplicar conteúdos que gostamos e consideramos relevantes.

          Responder

    • Acho que em resumo, independente do assunto abordado no blog @Lucas, temos que dar o gostinho da importância do blog ao qual você encontrou a notícia, ou seja ‘cite o que você encontrou’ de forma a fazer seu leitor querer ler o post original na página do outro site e claro, faça seu artigo de forma diferente do que todos para que o leitor goste da sua fonte de links e do seu ponto de vista.

      Responder

  22. Olá Marcos,

    Muito bom seu blog… gostei muito da abordagem e concordo plenamente com o exposto neste post. Já estou te seguindo!

    Forte abraço!

    Responder

  23. Marcos, parabéns pelo seu blog… concorso e sou contra o plagio de artigos nos blogs ou sites… muita gente realmente tem na verdade inveja do sucesso de alguns blogs e acham que copiando vai atingir o mesmo.

    Mais uma vez parabéns, e já estou seguindo o blog!

    Abraços!

    Responder

  24. Outro problema que enfrentamos é na publicidade, quando inspirações tornam-se simples cópia. Inclusive, me chamou a atenção o logotipo do blog, no instante em que visualizei-o recordei-me das Ferramentas Gerais (www. fg. com .br). As vezes nossas reclamações tornam-se tão rasas.

    Responder

      • Não se pode é ter a mesma logo marca.Porém você pode ter uma cor diferente,um nome diferente,uma letra diferente e até uma segmentação de mercado diferente.Meu logo tipo é um avião pintado de vermelho e preto.Ora existem um monte de logotipos de aviões,mas verdes,cinzas,e até vermelho e preto,só que com desenho diferente.

        Responder

    • Acho muito bom o blog e concordo com os direitos autorais. Só devemos estar atentos as leis, se as leis condenarem não deve ser feito, se não apontam para este caminho deve ser feito. Lógico que cabe lembrar a questão ética, pois tem coisas que não seremos condenados juridicamente mas eticamente são incorretas.

      Creio que a Reflexão é o melhor caminho.Quanto a logo do blog não tem semelhança alguma, nem lembra não no formato cor nada. Para falar verdade a logo do blog está muito mais elaborada que o do site indicado. Parece uma logo feita pelo próprio dono da empresa. Encontro clientes assim o cara trás o lay out no papel de pão e fala: Quero assim. Fazer o que? rsrsr Mas pelo menos eu ficarei bem atento em meus conteúdos, tanto para não copiar, quanto para não ser copiado.Como estou começando não posso cometer erros dessa natureza e perder tudo.

      Responder

  25. Plagiar é coisa para os fracos e para os blogueiros que, tem como objetivo, ganhar dinheiro “fácil” com blogs. A única coisa que eles irão conseguir adquirir é fracasso.

    Responder

  26. Pingback: Ter posts copiados/plagiados pode ser bom? | [ Ferramentas Blog ]

  27. Xiii… Confesso que estou confusa…
    Como disse o Lucas: […] motivo pela qual os blogueiros copiam, é de estar filtrando conteúdos na internet relativos ao tema do seu blog.[…]
    Quando comecei a usar o Blog, ensinaram-me que o Blog é um Diario pessoal, para escrever o que estou lendo, o que estou trabalhando… Crie para divulgar para os pais, o que seus filhos estavam vendo na escola… para dar dicas de estudos de determinados conteudos… e como o Lucas disse, para filtrar conteudos que gostaria que meus alunos tivessem acesso, direto.
    Nem sempre inclusive, sou eu quem faz a pesquisa do tema… peço para os alunos buscarem, e então enviam o link pra mim e eu posto no Blog.
    Muitas coisas que estão no meu Blog, são pesquisas minhas… mas agora tem dos meus alunos tambem…
    Estava procurando uma maneira de postar dentro das abas do blog, e cai aqui… no seu Blog Prof. Marcos…
    Agora, quanto mais leio seus textos, mais triste, fico…Me ensinaram errado? E agora estou ensinado errado para meus alunos?
    Pra que serve o Blog, afinal? Se eu colocar apenas um link, meu aluno adolescente, irá segui-lo!!! Não atrai! Já dá um trabalho danado, fazer eles acessarem o Blog, para ver o tema tratado em sala, que perderam… Na verdade eles não acessam… e se acessam é quando eu estou por perto na Sala de Tecnologia, eles tem mais o que fazer na internet, que não está relacionada a escola, tenha certeza…
    Entao porque continuo postado, no Blog? O que posto são textos que li, gostei, usei em sala de aula, e pretendo continuar usando… São lembranças do li, que quero continuar vendo, visualizando só com um clik do mousse.
    Saber que está errado, que é contra a lei… me frustou… Eu tinha pedido ao google para enviar todas as noticias que surgissem sobre um determinado tema… e ele carinhosamente tem seguido o que pedi… eu estava me preparando para organiza-las todas no meu Blog…
    É… parece que não posso fazer isso da maneira que eu pretendia…
    Obrigada por informar…
    Vou repensar meu Blog a partir das informações que li aqui…

    Responder

    • Marines,

      O que você pode fazer é sugerir os links fazendo o seu comentário e escrevendo com suas palavras oque encontrou e como quer direcionar a leitura para seus alunos. Outra forma é ir nas configurações do Blogger e marcar em Privacidade para o blog não ser rastreado pelos mecanismos de busca (“Não está visível para mecanismos de pesquisa”).
      Além disso, quando quiser copiar algo na íntegra, entre em contato com o autor e explique que seu conteúdo será usado unicamente para fins educacionais. Pedir permissão é um bom ato.

      Responder

  28. Espero sinceramente que o Google, não desative o que postei, deu muito trabalho… Se isso acontecer… talvez serei mais um professor que não acredita na nova era midiatica… não sou um deles… ainda…

    Responder

  29. E só pra constar: não tenho a pretenção de “crescer na internet”, só queria organizar as informações que recebo dela de forma produtiva para MIM, o resto não me interessa…

    Responder

  30. Respeito sua postura, mas ela deveria ser colocada em seu artigo tal como é: uma postura e opinião pessoal e não como uma obrigação ou paradigma que todos deveriam adotar. Meu conteúdo online sempre é aberto para copiar, distribuir, fazer o que quiserem sem nem precisar pedir autorização. VOcê, como formador de opinião, bem podia esclarecer essa possibilidade e até mesmo falar sobre o Creative Commons e CopyLeft para seus leitores, como opção.

    Sou adepto da filosofia open. Não fico afirmando que todos devam ser. Acho que seu artigo foi pessoal e passional demais, além de emotivo, para um blog de dicas para blogueiros.

    Taí porque o twitter e tumblr fazem tanto sucesso: RTs e reblogs também são uma especie de copy/past, só que mais automatizado.

    PS: sério que vc vai à policia? Já conseguiu resolver um caso desses na justiça? Só por curiosidade.

    Responder

    • Primeiro respondendo sua pergunta:
      Vou, vou à polícia e à justiça em 90% das vezes. Sempre resolveu. Esse é o caminho legal. Se fui prejudicado, busco na justiça meus direitos e não exito em agir assim.

      Entendo sua posição e, sim, publiquei minha opinião, mas uma opinião embasada não em desejos próprios, mas em argumentos como levantei sobre duplicação de conteúdo e violação de direitos autorais, além de mostrar como o simples copiar não ajuda no desenvolvimento intelectual, já que tudo o que se faz é copiar sem critério.

      Há milhares de pessoas que têm blogs e produzem conteúdo que são livres. Se eles fazem assim, não precisam argumentar defendendo sua prática. A prática por si só já se explica. Você faz assim e não se importa.

      O twitter não é um lugar de duplicar conteúdo. É uma rede social de compartilhamento de links. Veja que o conteúdo original é citado, mas não é copiado. Para ler o original vc tem que clicar no link e é levado para a página do autor. Não dá pra ler no twitter.
      Já o Tumblr, boa parte das pessoas que o usam, usam para duplicar conteúdo, mas que seja conteúdo que autoriza essa prática.
      Mas lá também é válido o direito autoral.

      Entende as diferenças agora?

      Responder

  31. Marcos Lemos, perfeito este artigo em!
    Gostei, você disse tudo!
    Mais uma dica que sempre faço com os blogs que gosto, escrevo meu artigo, monto retirando de livros etc, quando tem uma palavra chave que direcione para um blog, ou artigo deste blog ai eu colo link na palavra direcionando um Link Externo, isso sempre é bom!
    Ajudo outros, dando credibilidade a eles e a mim, sem copiar!

    Abraços!
    Elias Quintão

    Responder

  32. Entre os blogs de conteúdo técnico, mais precisamente eletrônica, são os que mais copiam, eu deixei uma mensagem no meu blog para aqueles que quiserem usar os links do meu blog, que usem, mas a maioria copia tudo, ele nem se dão o trabalho de mudar o texto. Teve um que só copiava e nem ao menos informava de onde copiou, deixei um comentario falando disso e o cara pelo menos colocou um link pro meu blog no post.
    Quanto a questão de direitos autorais, eu faço o possível para respeitar, as vezes acaba passando alguma coisa pela minha falta de informação a respeito do que foi postado, mas excluo o conteúdo o mais rápido possível quando tenho conhecimento de que violando os direitos autorais de alguém.

    Um abraço

    Responder

  33. LEI DE DIREITO AUTORAL nº 9610/98
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm

    LEI DE DIREITO AUTORAL nº 9610/98

    Art. 5º Para os efeitos desta Lei, considera-se:

    VII – CONTRAFRAÇÃO – a reprodução não autorizada;

    DOS DIREITOS MORAIS DO AUTOR

    Art 27. Os direitos morais do autor são inalienáveis e irrenunciáveis.

    DOS DIREITOS PATRIMONIAIS DO AUTOR E DE SUA DURAÇÃO

    Art. 28. Cabe ao autor o direito exclusivo de utilizar, fruir e dispor da obra literária, artística ou científica.

    Art. 33. Ninguém pode reproduzir obra que não pertença ao domínio público, a pretexto de anotá-la, comentá-la ou melhorá-la, sem permissão do autor.

    Art. 41. Os direitos patrimoniais do autor perduram por setenta anos contados de 1° de janeiro do ano subseqüente ao de seu falecimento, obedecida a ordem sucessória da lei civil.

    PORTANTO copiar, reproduzir sem autorização do autor é crime de CONTRAFRAÇÃO. Não é uma questão de opinião, nem é sugestão, é LEI, e há que se respeitar!!! Não existe esta de “boa intenção”, apreciação, admiração. Predação é predação. Não pegue e não use sem autorização o que não lhe pertence.

    Responder

  34. Opa, muito legal seu website. Tenho uma pergunta, no meu blog de games que estou começando, por exemplo, eu peguei algumas materias de sites gringos e traduzi manualmente para o portugues (sem utilizar o tradutor do google, fiz da minha versão, pois vcs sabem que o tradutor não o faz direito). Eu poderia dizer que foi adaptado da obra original e colocar no meu blog? Dê uma olhada no meu blog por favor na materia do call of duty. Seria um crime?

    Um abraçao!!!

    Responder

    • Carlos,

      É bom entrar em contato com os autores originais e solicitar permissão para traduzir o conteúdo deles. Mesmo “fazendo uma versão sua”, ainda assim é roubo de conteúdo.

      Responder

  35. Um assunto um tanto polemico, eu por exemplo quando entro em alguns blogs, vejo determinado assunto igual em dois ou mais blogs, o credito dos blogs caem a zero, não volto mais, no meu ver, se for necessario citar alguma passagem em específico, porque o assunto é o mesmo, lembrando de colocar a fonte e o link para maiores informações não vejo problema algum, mas copiar por inteiro sem citar a fonte com todos os créditos e sem pedir autorização eu não concordo.

    Responder

  36. eae cara. na verdade eu quero duplicar o meu PROPRIO BLOGGER. tenho 1 e quero criar uns 3 com mesmo conteudo MEU com dominios diferente. entende? tem alguma dica?

    Responder

    • Amigos e Professora Marinez.

      Devemos estar atentos sobre a lei, mas ao meu ver o que parece é que há um engano. Você entrar em um blog, selecionar o texto e posta-lo em seu blog é plágio. Ler o conteúdo e criar seu texto, com base nele não é plágio, muitas das vezes lemos um texto e podemos contradize-lo ou concordar com ele.

      Ao receber seu conteúdo leia, desenvolva uma idéia pessoal sobre o assunto, procure novos argumentos agregue e continue com seu blog. Os conteúdos não nascem na cabeça dos blogueiros. Eles leem, pesquisam, muitas vezes na net, sites de outros países e criam seus conteúdos. Exemplo falar sobre pedofilia não é plágio, existem vários sites que falam sobre o assunto, você pode ler todos, formar sua opinião e divulga-la. Fazemos isso nos trabalhos acadêmicos, mas se você pegar um trabalho pronto e imprimir não citando bibliografia isso é plágio.

      Vá criando seu conteúdo pouco a pouco em breve seu site pode ser uma referencia de consulta.
      Grande abço.

      Responder

  37. É realmente frustante para quem pesquisa,compra livros,escreve e reescreve textos,etc e ver sua publicação copiada na integra em outro blog.Sem mencionar que tem também outros fatores financeiros relacionados a perda e publicidade para o blog original.Só tenho a dizer que a conduta de alguns blogueiros tem que se adequar a legislação pertinente e respeitar a política e copyright de cada blog.

    Responder

  38. Para inibir a ação dos copiadores de conteúdo de blog,atualmente,alguns blogs já colocam no rodapé que é proibido a cópia do conteúdo total ou parcial,etc..e quando permitem fazem uso da licença creative commons.

    Responder

  39. Como em todo mercado atraente, sempre tem gente nova entrando e muitas vezes os novatos inexperientes causam alguns transtornos até que se tornem maduros e passem a não cometer mais determinados erros.
    Acredito que na maioria das vezes é isso que ocorre com os blogs, o que não justifica a prática. Por isso é muito importante se informar sobre o setor em que você atua, e esse artigo presta uma ótima ajuda nesse sentido.

    Parabéns!

    Fábio Medeiros

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.