Os 15 blogueiros que não respeito e não admiro

Hospedagem para Blogs

A blogosfera está repleta de pessoas que não merecem nosso respeito. Sempre vejo posts elogiosos a parceiros e blogs amigos, uns divulgando os outros, mas poucos levantando críticas e mostrando aquilo que não gosta. Não podemos negar que existem blogs que não deveriam nunca ser visitados e só ocupam espaço de outros melhores. Então resolvi abrir o jogo falando o que penso sobre certos blogueiros.

Pode assustar alguns, mas consegui fazer uma lista de blogueiros que têm o meu desprezo. Você pode não encontrar seu nome aqui, mas com certeza corre o risco de se identificar com um desses tipos.

1. O que não respeita o blog alheio = Respeito é sempre a palavra de ordem em qualquer coisa da nossa vida. Cada blogueiro tem direito de fazer em seu blog o que achar conveniente. O Blog é meu e faço o que eu quiser!

2. O que não respeita a opinião do outro = Ninguém é dono da verdade, mas não temos o direito de impor nossas verdades para aos outros. Tenha a sua opinião, mas deixo o outro ter a dele.

3. O que desiste = Persistência é algo que falta para a maioria dos blogueiros. Muitos vão desistir em menos de 3 meses de existência e poucos são os que passam de 1 ano. O tamanho da Blogosfera e questões de sobrevivência.

4. O que só pensa em ganhar dinheiro = Se você criou um Blog para ganhar dinheiro, então já começou com o objetivo errado. Ganhar dinheiro na internet, Twitter e blogs: é possível?

5. O que não sabe escrever direito = O mínimo que se espera de quem tem um blog é saber usar a sua língua com propriedade a ponto de conseguir se comunicar e se fazer entender. Não crie um Blog se você não sabe português.

6. O que só copia = Está entre os piores tipos de usuários de internet. Só gente sem inteligência copia conteúdo de outros blogs. E ainda aparecem aqueles que usam a desculpa de “só estava querendo divulgar”. Adoro denunciar plagiadores e ver seus blogs/conteúdos deletados por completo.

7. O que não tem foco = Alguns perdem o foco sem necessariamente parar de blogar. Simplesmente já não sabem mais porque estão ali e seus blogs são um amontoado de coisas sem sentido. Como não perder o foco em seu Blog e não desanimar.

8. O que só pensa em si mesmo = Criar um blog é para olhar para fora, buscar contatos, compartilhar conhecimento, conhecer pessoas. Não dá pra ser um blogueiro egoísta.

9. O que não está nas redes sociais = O Blog depende de outras ferramentas e serviços que vão além das páginas e artigos. Muito mais do que lugar de interação, as redes sociais são espaços privilegiados para a propagação de suas ideias. Atualize seu Blog para além do conteúdo do seu Blog.

10. O que não interage = Interagir não é só publicar posts, divulgar links e responder comentários. Participar de fóruns, buscar seu público, conversar nas redes sociais, fazer amizades e ampliar seus contatos comerciais e/ou profissionais.

11. O desatualizado = Tem gente que não sabe o que está acontecendo no mundo, não lê um jornal, não liga para a realidade. Manter-se informado é o mínimo que se espera de alguém que está querendo propagar informações. Onde encontrar inspiração para publicar em seu Blog.

12. O que não sabe do que está falando = Pior do que o desinformado, é aquele que nem mesmo tem conhecimento para tratar do assunto que escolheu para seu próprio blog. Se escolheu um tema para o Blog, que seja ao menos para ampliar seus conhecimentos.

13. O imediatista = Na blogosfera as coisas levam tempo e nada se resolve em poucos dias ou meses. Blogar é uma tarefa a longo prazo.

14. O que sempre está on-line = Sim. Ficar on-line o tempo todo é ruim e é contraproducente. O mundo não gira em torno do seu blog e da internet. Saia de casa, vá ler um livro, desligue-se um pouco. 4 dicas para você se inspirar off-line e melhorar seu blog.

15. O Blogueiro Troll = Há aqueles que pensam que têm o direito de importunar a vida alheia, encher nossas caixa de SPAM, exigir serem seguidos no Twitter e querem até nos dizer como conduzir nosso blog.

Eu não me atreveria a escrever nomes de blogs e blogueiros aqui de verdade. Este post é uma provocação para nos fazer refletir sobre como temos agido na blogosfera e como exigimos certas posturas de outros. As vezes nós precisamos parar e analisar como tem sido nosso comportamento antes de querer que os outros mudem ou melhorem.

Exitem dezenas de outros tipos de blogueiros que merecem o nosso desprezo ou devam ser ignorados. Se você quiser completar a lista, fique a vontade para escrever o que pensa nos comentários.

75 Comentários

  1. Vixi, Marcos! Prepare-se! A galerinha vai danar a escrever post sobre isso que você postou. rsrsrs

    Não me incluo em nenhum dos 15 tipos de blogueiros e ainda concordo com o que escreveu.

    Responder

  2. Olá, Marcos,

    Pensei que tu tinha se irritado a ponto de citar nomes, rsrsrs! Pedir para seguir no Twitter dificilmente me pedem (Tem muitos espertinhos que seguem e quando você segue de volta eles dão unfollow. Até parei de seguir de volta e me siga quem quiser!); mas, tem os desesperados que…

    -Imploram para que visitem o blog deles;
    -Imploram para seguir o blog.

    Eu acho que isso deve ser uma ação espontânea e não forçada (eu só sigo e visito o que eu quero e não o que me ditam)!

    Forte Abraço.

    Responder

  3. O título chama a atenção, mas não tem nada de diferente do que já foi escrito em diversos artigos no FB. Quem acompanha, não apenas os posts técnicos, saberá entender sobre os tipos de blogueiros espalhados pela web e se identificará automaticamente.

    Tenho praticado um pouco o item 14 rsrs, até porque minha profissão exige muito do meu notebook e de estar online para realizar minhas tarefas escolares como professor. Não é uma justificativa, mas… :D

    Abraço!

    Responder

    • Edigley,
      Com certeza já publiquei sobre isso de forma indireta e o artigo aqui foi também uma maneira de referenciar meus melhores posts. Veja que cito alguns links para ajudar o pessoal a refletir e melhorar.
      Claro, eu tb as vezes me pego dentro dessas características e tenho que lutar para não me deixar vencer assim.

      Responder

    • hahahaha…

      Eu sei que vc queria ver nomes… kkkkkkkk…
      Eu bem que queria colocar nomes também. Eu nunca colocaria nomes aqui. Mas com certeza tem gente se identificando com tais características…

      Responder

    • Marcelo,

      O 14 é um problema comum a todos nós blogueiros e temos de lutar muito para não ficarmos presos ao mundo online. Esse é um desafio grande para todos e muitos vão se identificar com isso.

      Responder

  4. Titulo ao estilo do jornal Noticias Populares que existiu em São Paulo nos anos 90.

    Você entra achando que é uma coisa, e dá de cara com outra.

    Acho que me encaixei em 01 dos itens desta relação.

    Responder

  5. Olá Marcos, tudo bem? Fantástico seu artigo, a começar pelo título, aguçou a curiosidade das pessoas, pois quem não gosta de uma fofoca(kkkk). Mas esses 15 tipos de blogueiros que você citou é o que mais existe por aí, principalmente o Troll, nas redes socais podemos tropeçar em milhares de profissionais gritando para os quatro cantos sobre seu negócio nos murais das pessoas, e fazendo spam insistentemente. Parabéns pelo artigo. Sucesso! Forte abraço!

    Responder

  6. Nossa!!! A meninada vai ficar P da vida, este artigo veio numa hora muito boa! Como falei e não generalizando todos os blogueiros, se você está visitando um blog/site, têm que respeitar http://www.ferramentasblog.com/politica-de-comentarios , foi uma semana de guerra, e vi esses que se dizem “blogueiros” que encaixam muito bem nos 15 itens no TÍTULO. Devemos ser adultos e não com pensamentos de criança, se sentindo que têm razão e ainda ferindo esta regra do link que coloquei. E como falei também, eu não dava valor aos comentários, o meu foco era somente em lê o artigo, mas, hoje penso diferente, porque nos comentários têm informação útil.

    Parabéns

    Responder

  7. Muito bom artigo, gostei.
    Embora o titulo nos mostre que iria falar sobre pessoas em concreto, mas fazer um ataque direto também ficava mal a um blogueiro.

    Eu detesto simplesmente os blogueiros que ensinam a ganhar dinheiro e não ganham para beber um café, estou sempre tocando nessa tecla no meu blog pessoal.

    Responder

  8. Marcos,

    Quando li o artigo pensei: “Nossa tem 15 nomes ali, quem será”(rs).

    Muito boa produção de título e conteúdo, sinceramente de vez em quando me enquadro em algumas.

    Mas de todos estes o que se destaca é o que Desiste, pois ele não consegue nem uma coisa e nem outra, no fim só tempo perdido mesmo.

    Abraço

    Responder

  9. Já tive alguns blogs, comecei em 2010, com um que não durou nem 2 meses,creio, tinha net discada, era ruim p/ postar, deixei de mão, meses depois, ja no final do mesmo ano, voltei, so plagiando colocava alguns programas pra download, parei depois de um tempo vi que não tinha porque copiar, ate que eu acertei e fiz um que fosse meu, dessa vez no WordPress, sobre tutoriais para windows, todos os artigos, eram de minha autoria, mais também larguei, depois de um tempo sem visitas, desanimei, deu pra ve que já cometi vários erros rsrsrs, mas aprendi com você e outros blogs sobre a blogosfera, estou planejando voltar a qualquer hora, só que dessa vez em um nicho especifico e com força total, não quero desanimar.
    Seu blog é muito bom, é um manual pra todos os blogueiros, um exemplo, Parabéns cara.

    Responder

  10. Nem cito meu pobre rascunho de blog porque eu sou o pior tipo de blogueiro: o que pensa que tem um blog…rs Há meses tento, mas não consigo. Deve ser pq nao tenho coisas interessantes a dizer. Ou minha praia é outra. Seja como for, gosto dos teus posts, tem muita coisa útil, e sempre que posso dou uma conferida. Quem sabe um dia acaba esse meu corre-corre e eu tenha tempo pra ter um blog de verdade.

    Responder

  11. Olá Marcos fizeste um artigo nota 10. Fazia falta um artigo assim que possibilitasse o pessoal a refletir e a ser mais social. O importante eu acho é estarmos conscientes que estamos sempre a procurar dizer algo no nosso blog para passar informação ou qualquer outro tipo de notícia, aprendizado, etc. Não importa o tema e sim a nossa dignidade de não abandonar nosso blog. Com isso concerteza iremos para frente. Abraço.

    Responder

  12. Ufa!!! Por um rápido momento, ao ler o título do post no meu blogroll, pensei que você ia dar nomes aos bois, dizendo quem realmente não é digno de sua admiração na blogosfera.

    Elegância nota 10 para o seu estilo.

    E outra nota 10 para o conteúdo do post.

    Responder

  13. Ola marcos! Você acabou de criar um ótimo texto viral… em meu blog, tento passar aos meus leitores, exatamente esta noção,para que tenhamos uma blogosfera saudável… confesso que sou pouco interativo, pois creio que, como meu conteúdo é voltado para blogueiros, esta interação ocorre dentro do meu proprio blog… nunca pedi um linkback de ninguem, pois acho que isto deve ser natural… parabens por sua analise perfeita do lado falho dos ditos blogueiros de plantão…

    Responder

  14. Olá Marcos Lemos, boa noite.

    Então, eu comecei recentemente um Blog, eu sempre gostei de imagens, de todos os tipos… E depois de juntar uma coletânia pensei em fazer um blog e compartilhar com o pessoal. A princípio não tenho outro motivo para criar um Blog, só veio esse na cabeça. Pode ter certeza que o seu Blog será um ponto de referência para a melhoria do meu, devido ao seu conhecimento compartilhado. Obrigado pelas informações aqui postadas, isso é muito bom não só pra quem está começando e também para todos que estão envolvidos!

    Abraço!

    Responder

  15. Olá Marcos bom dia.
    O bom no seu blog, e já o tenho dito aqui algumas vezes, é que apesar de pensarmos que já sabemos tudo você diz sempre qualquer coisa que nos ajuda a melhorar o nosso espaço…
    Obrigada pela sua orientação…

    Responder

  16. Porque você não respeita ou admira blogueiros que não estão nas rede sociais? Estar ou não nas redes sociais é uma opção que deve ser respeitada. Portanto, respeito a tua opinião, mas não concordo com ela. Talvez o blogueiro não sinta a necessidade de ficar divulgando seu blog em outros meios.

    Fora isso gostei muito do post.

    Responder

    • Verdade Miriam, pode ser até que alguns não façam páginas sobre seus blogs até mesmo por timidez ou por achar que não precisa.
      Conheço bastante blogs populares mas não propagam nada em redes sociais. Verdade, são blogs antigos, consagrados, mas permanecem assim.

      Responder

      • Com certeza muitas pessoas escolhe não interagir em redes sociais e isso é legítimo, mas não é possível ficar totalmente fora delas. Eu mesmo não conheço nenhum blog/blogueiro que não use fóruns ou twitter ou Facebook, Linkedin, Orkut ou mesmo algum diretório de blogs. Não dá pra criar um blog e ficar fora de tudo isso esperando audiência vir apenas dos mecanismos de busca.

        Entendo a posição de vocês, mas gostaria de ver indicado um blog/blogueiro que vocês conheçam que está totalmente fora de qualquer tipo ou nível de rede social.

        Responder

        • Marcos, apesar de não me considerar um blogeiro como você e muitos outros daqui eu recebo um bom número de visitas se comparado a outros do mesmo conteúdo e tive uma experiência ruim quando tentei usar o orkut para atrair mais visitas, não sei o facebook, mas o orkut se tornou um antro de imbecis em sua grande maioria de usuarios. Eu participo de um ou dois grupos de discussão do yahoo e mesmo assim me esqueço de colocar o endereço do meu blog para atrair visitas, não uso na assinatura porque não gosto de mandar e-mails privados com o endereço do meu blog e pretendo não participar de redes sociais para fazer a divulgação do blog, o google já me ajuda bastante nesse caso.

          Um abraço

          Responder

  17. Rachel disse: Sabe onde dá muito blogueiro egoísta? Portugal…

    Não posso estar de acordo contigo, sou português tenho blog e as minhas postagens são para todos; Não escrevo só para mim nem faz qualquer sentido essa sua explicação, não conheço português nenhum que diga que escreve só para ele heheheh…

    Enfrentar preconceitos é o preço que se paga por ser diferente.

    Responder

    • Ser diferente? Como assim? De onde tirou isso?
      Eu disse “onde dá muitos”, não disse todos. E você não conhece todos. Ninguém conhece. Cada um faz do blog o que quiser, apenas não acho sensato uma pessoa expor no próprio blog que ele está escrevendo somente para ele, mas se alguém ler ele agradece, isso não faz o mínimo sentido. Se está escrevendo para ele, compra um diário, simples.

      Responder

      • Eu entendo o que vc quis dizer, Rachel, mas há mesmo pessoas que escrevem em blogs pessoais sem esperar com isso grande retorno e nem mesmo visitas. Usam aquele espaço apenas como um lugar para falar, mesmo que ninguém escute.
        Mas, assim como o Felipe, eu também estranhei a sua crítica.

        Responder

  18. Eu sou do tipo perfeccionista. Nunca nada tá bom o suficiente pra mim. Quero sempre escrever o mais correto possível. Estar presente em todas as redes sociais, inclusive as que ainda não foram criadas… espera aí isso me deu uma idéia: criar uma rsrsrsrs. Falando sério, não é nada fácil blogar – chega a doer. É um prazer, mas dói! Estou desde 2009 e quantas vezes parei, refleti e quase desisti. Como meu nicho é muito, muito, muito específico e o trabalho social que subliminarmente o envolve carrega uma filosofia pessoal e uma carência coletiva, não me dei o direito em parar. Você Marcos e tantos outros metabloggers, por me ajudarem com seu árduo trabalho são os culpados pelo desenvolvimento em mim de bi, tripolaridade, TOC, enfim rsrsrs. Só posso dizer que vou até o fim. Abraços na alma!

    Responder

  19. Concordo com você em todos os ítens. O nº14 me chamou mais atenção, pois é justamente quando estou off que vem as idéias para escrever meus textos.
    Quanto ao título deste seu post se não respeita não estás de acordo com o ítem nº 1. Então, “15 blogueiros que respeitamos, mas não admiramos” rsrsrsr

    Responder

  20. “Os 15 blogueiros que não respeito e não admiro” ou seria: “Os 15 tipos de blogueiros…”? Minha humilde e opinião é: Acho que deveria ter mais cuidado com títulos apelativos,entendo que procurou promover artigos mais antigos,mas os leitores penssaram que seria mais ofencivo o artigo,e ao ler-lo bateu uma certa decepição. Isto é perigoso,pois ao causar esta desepição os leitores quando verem um novo título chamativo ele irá ficar desconfiado se o artigo é mesmo aquilo que eles esperam. Esta é minha humilde opinião.

    Responder

  21. “Os 15 blogueiros que não respeito e não admiro” ou seria: “Os 15 tipos de blogueiros…”? Minha humilde e opinião é: Acho que deveria ter mais cuidado com títulos apelativos,entendo que procurou promover artigos mais antigos,mas os leitores penssaram que seria mais ofencivo o artigo,e ao ler-lo bateu uma certa decepição. Isto é perigoso,pois ao causar esta desepição os leitores quando verem um novo título chamativo ele irá ficar desconfiado se o artigo é mesmo aquilo que eles esperam. Esta é minha humilde opinião.[Perdoem me os erros no Português]

    Responder

    • Misael,
      O termo “tipo” está implícito no título. Claro, usei uma tática para atrair leitores e chamar a atenção. Meu objetivo era levar as pessoas a lerem pela curiosidade mesmo e isso faz parte da nossa rotina de blogueiros.
      Se vc se decepcionou então só posso presumir que não entendeu o estilo do texto e o objetivo por trás de algo apelativo e chamativo.

      Ao contrário de você, ninguém reclamou do título ser apelativo.

      Responder

      • Entendi sim o objetivo do título chamativo e vejo que não concorda com o que eu disse,mas veja que a maioria dos comentários foram do tipo “Poxa,achei que fosse citar nomes”.

        Responder

        • Misael,
          Não sou obrigado a concordar com você, do mesmo modo que você não concordou comigo. Nem por isso seu espaço para dar opinião foi limitado. Sua opinião foi registrada, está publicada e eu tenho o direito de argumentar e defender a minha ideia e minha atitude.
          Só isso. Não vejo nada de mais.

          Outras pessoas comentaram tal coisa e entenderam do que se tratava. Simples. Consegui chamar a atenção, muitos leitores, comentários e vários compartilhamentos nas redes sociais. Não ofendi ninguém, levantei questões e ajudei muita gente a refletir sobre como agem na blogosfera, assim como eu refleti ao escrever o post.

          Responder

          • Sim Marcos Lemos,ninguém é obrigado a concordar com ninguém,só estava mostrando meu ponto de vista. Fica tranquilo,pois não sou esses blogueiros que vem aqui para fazer comentários troll. Só queria uma discusão construtiva pois você é um grande blogueiro e posso aprender muito com isso. Então não veja como ofença,Ok? Bem,meu ponto de vista sobre o artigo foi esse,obrigado por ter sedido o espaço e até! :)

            Responder

      • Também estava esperando nomes ao clicar no título, de qualquer maneira o artigo foi melhor do que se você tivesse citado nomes, porém eu não gostei quando qualquer site que visito, me atrai pelo título que penso ser uma coisa e encontro outra no artigo, não crítico sua técnica para gerar mais pageviews, mas deve tomar cuidado e não abusar dessa técnica, pois assim como citou o Misael, pode causar uma decpção para os leitores para com os próximos artigos.

        Vou agora só citar um exemplo do site Tecmundo, que por agora mais me parece um jornal sensacionalista do que um site sobre tecnologia.
        Antes eu entrava no site procurando por notícias sobre Tecnologia, de um tempo para cá os redatores passaram a usar 2 técnicas para atrair clicks em seus artigos, Títulos apelativos e imagens apelativas (mulheres parcialmente nuas, com decotes, etc) .
        Essa técnica tem funcionado bem, pois agora o site recebe muito mais cliques em tais artigos e também muito mais comentários ( segundo vejo, comentários é sinal de que um site/blog está indo bem) porém é comum se encontrar comentários de pessoas reclamando sobre isso, pois vão à um artigo pelo título e então encontram conteúdo diferente do que foi anunciado.

        O que é que o Tecmundo está perdendo com isso? Quase nada, isso mesmo, quase nada, pois só teve crescimento de tráfego, mais comentários e com certeza vão ganhar mais dinheiro, porém a tendencia é que as pessoas realmente interessadas em tecnologia procurem novas fontes de informações, por exemplo eu, antigamente visitava o site como #1 fonte de notícias sobre tecnologia, hoje em dia prefiro ir a fórums sobre tecnologia e outros sites de tecnologia que os conteúdos são fiéis ao título. Então na minha concepção hoje em dia o site Tecmundo não merece mais esse nome, para mim seria mais um TecSensacionalista, ou algo parecido.

        Responder

  22. Olá amigo, Eu sou novo por aqui e estou gostando muito do seu blog, e também concordo em muitas coisas que você disse, inclusive eu me encacho em uma das características que você pontou,.sei que você vai me dar uma mal resposta, porem como você mesmo disse ninguém é dono da verdade e todos tem direito a sua opinião, mais como ninguém tem teto de vidro não acho correto um blog de reputação como o teu ter que fazer poste para poder repudiar os seus colegas ou talvez a sua (concorrência), na minha opinião como blogueiro iniciante isto é falta de ética, não precisa de você atacar os blogs alheios(que não merece o seu respeito)os próprios usuários sabem quem merece ou não merece Ter prestigio!,. é como se o [Tecmundo] fise-se um post falando mal do [TechTudo]e vise e versa, isso é um tipo de coisa que não agrada a ninguém nem seus leitores nem os seu colgas Blogueiros. (desculpa qualquer coisa só disse o que acho).Afinal, você disse os defeitos de muitos como eu, agora me diz qual foi o seu erro como blogueiro? por que até onde sei ninguém é perfeito!.

    Responder

    • Alefe,

      Acho que você não entendeu bem o artigo.
      Não estou criticando nenhum blogueiro em específico. Ou você viu algum nome escrito aí. Este é apenas um post para as pessoas refletirem sobre as próprias atitudes. Enquanto eu escrevia, eu também refleti sobre a minha forma de ser blogueiro.
      Não é uma crítica direta e nem indireta a ninguém. Foi um jeito de indicar outros artigos meus e de chamar a atenção do meu público leitor.

      Desculpa, mas você está vendo coisas que não estão aí no texto.

      Responder

  23. Marcos, quero te parabenizar pelo excelente post!
    Recebo tuas atualizações por Email e estou sempre por aqui desde que faço parte desta família que é a blogosfera.
    Aprendi, aprendo e ainda vou aprender com certeza, pois o aprendizado é infinito. E ser blogueiro é isso, uma constante aprendizagem.
    E não se aprende somente com os “grandes” mas o pequeno também tem muito a ensinar.
    Quando vi o título não pensei que citarias nomes pois conheço o teu trabalho e tua reputação.
    E não foi com o intuito de apelar e sim de “ACORDAR” para uma realidade.
    Talvez com esta sacudidela alguns mudem o modo de agir e interagir com seus leitores e seguidores.
    Eu já havia lido o post e hoje resolvi comentar e deixar registrado minha opinião.
    Obrigada.
    Um bom domingo

    Responder

  24. Olá Marcos Lemos , sou blogueira principiante, rs, dizem que permanecer com um blog ativo por 03 anos é muito, não entendi a princípio , agora já sei por que. Seu texto foi bastante explícito , muito esclarecedor e orientador , rs, cheio de boas intenções, um verdadeiro “Tratado Ético”. O que mais me incomoda na leitura de determinados Blogs de “pessoas que se acham” são erros imperdoáveis de Português , compreende-se que alguns são frutos de vícios de linguagem que “passam batido” , então faltou no seu “texto provocativo” orientar seguidores a comentar encaixando a palavra correta de forma elegante que leve o autor da postagem pelo menos a questionar quem está certo. Tenho feito assim sempre que possível .Estou também passível de errar e gostaria de ser corrigida da mesma forma. Parabéns mesmo pelo artigo.

    Responder

  25. Amei o post e achei o titulo perfeito para atrair leitores, os que não gostaram é porque não entenderam o conteúdo do post. As pessoas hoje em dia gosta mesmo de barraco, gente aprendam a cuidar da vida de vocês e deixem a dos outros. Eu amei o post e acho que você foi certo de não citar nomes de blogs, porque quem tem ou já viu as características que você citou já sabe dos nomes ! Bjo e continue postando coisas pertinentes !

    Responder

  26. Oi Marcos. Tudo bem? Adorei seu post.
    Acho que o pior de todos os blogueiros é o que você citou aí, que não respeitam a opinião alheia.
    Tenho visto muito isso. E não é nada fácil conviver com estes tipos pois além de não respeitarem a opinião do outro blogueiro ainda o atormentam com e-mails falando todo o tipo de baixaria que você possa imaginar.

    Responder

  27. O pior é aqueles que vão ao seu blog através de agregadores e como também são blogueiros frustrados ficam com essa: “LIXO”, “Não tem senso critico”, “Que zuado” e coisa do tipo.

    E tem também os que vão no seu blog e comentam qualquer coisa só pra deixar um link no Nome/URL, eu sempre tento comentar algo diferente e se for pra comentar só “Post legal” eu prefiro ficar na minha e nem comentar nada.

    Responder

  28. Marcos parabéns pelo seu trabalho, para quem esta começando e uma beleza, eu sou um desses, e confesso que estava me enquadrando nesses tópicos, mas confesso que com esse artigo vou tomar uma posição melhor, e me concentrar aonde eu quero chegar.
    sei que não vai adiantar eu pedir para você olhar o meu blog e avaliar, mas se puder, me visite e me diga no que eu posso melhorar.
    ficarei grato desde já.

    Responder

  29. Marcos, te admiro e te respeito muito, pois no seu blog aprendi muita coisa legal, e concordo com suas palavras.

    Conquistar o status de um bom blogueiro respeitado leva tempo e ainda estou na caminhada. Uma coisa que eu acho um absurdo, é as pessoas pensarem que só pelo fato do blog está na Internet, lhe dá o direito de impor as coisas ou dar palpites fora de hora.

    Eu jamais faço isso nos blogs dos meus parceiros e só me manifesto caso eles me peçam alguma coisa. Tem muita gente que esquece as boas maneiras virtuais.

    Uma vez eu tive um caso bastante desconfortável de um visitante (concorrente), que quis impor suas opiniões sem pedir licença no meu comentário de resposta a um outro leitor. Eu achei aquela atitude muito ultrajante sabe, porque o camarada queria se aparecer no meu blog, que é a minha casa virtual. Todos nós podemos manifestar nossas opiniões, mas não ser o dono da verdade como ele fez.

    Com essa atitude, ele estava querendo me desmoralizar na frente dos meus visitantes e tirar minha autoridade no blog.

    É a mesma coisa que alguém entrar em minha casa sem pedir licença e começar a mudar os móveis de lugar.

    Eu penso que o blog é um importante instrumento de trabalho, mas ele é mais nosso do que dos visitantes, pois se você não pagar a hospedagem do mês, ninguém vai se importar, por isso é importante respeita o espaço alheio com educação.

    Não quero dizer com isso que eu não aceite ideias e sugestões, mas tudo tem que ser feito de maneira discreta e sem ofender o espaço do blogueiro.

    Responder

    • Vivian,

      É exatamente isso o que penso e quero passar para os leitores do Blog.
      Fico muito feliz de saber que tenho leitores inteligentes, que entendem isso e sabe a importância de se respeitar o espaço do outro, mesmo que seja um concorrente.

      Responder

  30. Tem também “OS SEM RESPOSTAS”, Os que só querem visitas ser seguidos e etc, mas não querem responder as perguntas não se importando com os visitantes, esses blogs com muito tráfego acham que não precisa de nimguém, Acho isso maior falta de respeito, tenho meu blog mas falo questão de responder a todos porque se não fosse por eles meu blog não teria visitas e nem seguidores.

    Responder

  31. Confesso que vim ler porque queria ver se você tinha “chutado o pau da barraca” e “dado nomes aos bois”. Sei que eu jamais estaria nessa lista. Não porque eu seja um perfeito blogueiro, mas por ser quase anônimo.

    Eu sou um despresível número 14. rsrsrs Mas é porque eu faço de tudo no PC mesmo. Faço EAD, compras, leio livros, faço pesquisas e tudo mais que tiver uma opção de ser feita pela internet.

    Os que eu acho pior são os blogueiros número 6. Estes geralmente são ao mesmo tempo o blogueiro do tipo 4. Vivo enfrentando problemas com estes.

    Abraços.

    Responder

  32. Gostei do artigo e ate pode servir para tentar contornar nossos erros,sou mesmo mediucre nesta coisa de blog,o meu é todo desarrumado sem estetica nenhuma,a questão é que eu precisava espor minhas ideias e não sabia como,ví no blog uma solução,apesar de ser pessimo com informatica na optica de utilizador,.ate ja pensei em pagar alguem para melhorar o aspecto uma vez que ele é muito visitado,acho que torturo meus leitores,se poder da uma vista de olho,mas acho que não aguentaria uma critica a publico,responde em meu email,paz e continua.,,,

    Responder

  33. Marcos a algum tempo acompanho sua publicações,e, geralmente compartilho da sua opinião. Acredito que hoje a blogosfera está dividida entre blogueiros literários e blogueiros de tutoriais(como gosto de chamar)e vejo muito do que você postou nos dois lados. Sei que você não deu nome aos bois, porque isso, no caso, foi de uma elegância impar, mas acredito que tenham blogueiros que só querem ganhar dinheiro e deviam ser desmascarados. No Blogosfera em Rede, um grupo de blogueiros que começou no facebook e agora agrega outros grupos de blogueiros de todo o Brasil, somos mais que blogueiros, somos amigos. Marcamos encontros de blogueiros,discutimos sobre todo o tipo de assunto e interagimos sobre as mais diversas situações.
    Optamos por não criar uma rede social no Ning, porque rede social como o Face e como o Twitter não tem igual. Uma coisa que acho totalmente errado, seria classificar os links de divulgação de blogueiros como spam, como vejo muitos blogueiros fazendo. Sei que não é esse o seu caso, mas acredito que exista uma ideia errada da divulgação dos blogs por algumas comunidades de blogueiros. Temos um espaço no grupo, onde tudo é separado, assim não enchemos a timeline de propaganda, mas não restringimos a divulgação dos blogs no nosso espaço nas redes sociais.

    Quero agradecer pela publicação muito esclarecedora.
    Talvez eu precise reavaliar o fato de ficar muito online também.

    Abraço.

    Responder

  34. parabens pelo texto!ele me faz pensar e ter certeza de nao querer me encaichar nos 15 rsrsrs,meu blog ainda e recem nascido tem quase 2meses ainda não passei por esses inconvenientes tenho conteudo copiado mas meu foco e o que penso,ja passei quase o tempo todo logada tentando publicar em poucas horas um milhao de coisas isso nos leva a so querer copiar,percebi que e melhor pensar e publicar algo com conteudo escrito por vc e nao qualquer asneira.

    Responder

  35. Pingback: Como enganar pessoas com seu Blog | [ Ferramentas Blog ]

  36. Blogueiro estrelinha (se julga celebridade)
    Blogueiro intocável
    Blogueiro oportunista… etc etc e a lista é grande Marcos!
    Gostei muito do post, nos ajuda e muito a aprender pontos específicos e essenciais.

    Abraço grande!

    Responder

  37. Marcos , achei excelente o seu post e confesso que me enquadro nos tipos 3 e 10 como blogueiro , por desistir dos blogs que eu tinha antes por estar desanimado com a eficiência destes pela falta de interação com o público pelo que escrevo , por ser exigente nas postagens com a intenção de mostrar para as pessoas o que gosto de fazer que é escrever histórias , mas depois que li sobre estas 15 categorias de maus blogueiros , cheguei a repensar sobre a minha maneira de agir em relação aos meus blogs , que eu poderia interagir com eles de uma maneira mais solta possível , ou seja , ter uma relação mais aberta e ser mais sociável com o meu público-alvo no que diz respeito aos conteúdos abordados . Um abraço !

    Responder

  38. O que tem me irritado bastante são blogs de humor… não os originais como Kibe Loko e Não salvo (que nem sempre são engraçados), mas esses outros que tentam fazer a mesma linha… eles acabam fazendo piada com as mesmas coisas e você acaba vendo a mesma coisa em 137 blogs diferentes.

    Acredito que produzir conteúdo exclusivo ainda seja o diferencial.

    Pode até chamar de inveja, mas fico indignado em ver um blog que copia outro e não tem nada de interessante, fazer sucesso na blogosfera.
    Especialmente esses que colocam uma foto e uma frase, blogs de memes.

    Blog que coloca um video que está na home do youtube com milhões de acessos, que todo mundo já viu e tem 10.000 acessos por dia…

    Responder

  39. “Quem segue a multidão, jamais será seguida por ela.” Li isso em um livro que no momento não lembro qual.

    Isso funciona também na blogosfera, você não precisa ser o mais popular, ter números enormes de seguidores. Mas seu blog precisa contribuir com alguma coisa e quem sabe assim você é reconhecido. Atenção é algo que todo blogueiro quer, seguidores nas redes sociais também. Mas antes é necessário aprender com os erros e evoluir.

    Eu já fui de repente encaixado em algum da lista, mas aprendo rápido. Hoje sou resultado do que aprendi. Concorde ou discorde de mim, sigo e compartilho o que quiser. Não vou com a boiada. Quero ser reconhecido pelo meu trabalho e a qualidade do mesmo e se ainda não estiver bom, procuro melhorar.

    É melhor ter 100 seguidores amigos, do quê 100 mil que nem lembram mais que estão seguindo seu blog ou de você.

    Responder

  40. Falou tudo!!!
    Comecei a escrever em abril e o que eu vejo muito é copia das matérias já noticiadas. Mas cópia inteira do texto num portal grande e depois entra no blog da pessoa e esta igualzinho sem mudar uma vírgula. Aí fica complicado.

    Responder

  41. Olá,Marcos.

    Li suas críticas e me posiciono em algumas delas, não por querer, mas por ausências de trabalho.
    Concordo que ser blogueiro é delicado e difícil, afinal – assim como os professores, na minha opinião – são formadores de opinião, portanto palavras mal interpretadas podem gerar grandes constrangimentos, entre outras coisas.
    Tenho um blog pessoal que funciona mais como um diário do que propriamente um blog. Gostaria, se possível, que passasse por lá e me dissesse o que é preciso melhorar – e muito, eu sei!

    Abraço.

    Responder

  42. muito bom seu post. Eu sempre procuro ler várias coisas na internet para melhorar cada vez mais. Adoro usar meu blog para dar dicas e falar das coisas que eu gosto. Odeio blogs que tem vários spans pra gente clicar nos anuncios, principalmente os de download. Tambem tem a questao da idade, pessoas mto novas soh coloca playlist e fotos, nao escrevem nada e nao se comunicam. Se quiser visitar meu blog e me dar um toque de alguma coisa, vou adorar receber uma critica ou um elogio seu, preciso mto da opiniao de blogueiros mais experientes. bjao Danny

    Responder

  43. Muito bom o seu post! Inclusive, existem não só blogs como tbm autores que definitivamente não merecem o nosso respeito, pois se encaixam no item em que não conseguem receber um crítica negativa. Não entendem que existem sim blogs sérios que falarão o que verdadeiramente acharam do livro independente do mesmo ter sido enviado como cortesia. Algo que presamos muito no Perdidas na Biblioteca.

    Muito bom mesmo… Parabéns!

    Responder

  44. Tenho minha caixa de e-mail lotada de spam de blogueiros que colocam assim :
    ” Notificação de pagamento paypal” quando eu abro é link oferecendo produtos.
    Hoje já não caio mais nessa, apago sem ler. No entanto no começo isso afetava minha auto estima porque abria a mensagem feliz da vida e quando lia era tudo, menos dinheiro para resgatar no paypal.

    Felizmente estou a 2 anos persistindo na blogosfera, e off-line já está aparecendo um serviço aqui outro ali, mas só estou um décimo da minha longa caminhada. E vou de encontro ao 11º passo. Nos encontramos lá na frente.
    Marcos Cordeiro
    Pesquisador de tecnologias e estratégias de marketing na internet.

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.