É melhor subir Vídeo no Facebook ou Youtube?

O consumo de conteúdo em vídeo na internet tem crescido muito e o Facebook está travando uma grande batalha com o Youtube para conquistar a maior fatia desse mercado. Fica a dúvida: onde é melhor subir seus vídeos?

O Youtube é uma grande e poderosa rede social e é praticamente a principal fonte de stream de vídeo na internet hoje. Mas o Facebook não fica atrás e tem aprimorado seus recursos para atrair mais usuários. Há vantagens e desvantagens em cada um desses serviços, mas penso que o Youtube ainda está à frente.

Inscreva-se no nosso Canal no Youtube p/ assistir vídeos sobre Blogs.

Vídeo no Youtube ou no Facebook?

Hoje em dia é inegável a demanda por vídeos e os produtores de conteúdo precisam se adaptar a esta realidade. Mesmo um pequeno Blog tem que criar conteúdo neste formato, pois há um público cada vez maior para esse tipo de formato.

Mesmo que o Youtube seja minha plataforma de vídeo preferida, não podemos esquecer que o Facebook tem milhões de usuários online constantemente. Sua desvantagem está no fato de que as pessoas navegam pela timeline em busca de informações rápidas e de pouca profundidade (na maioria das vezes). No Facebook estão menos dispostas a parar e dedicar atenção exclusivamente a um vídeo por vários minutos (mesmo que sejam apenas 2 ou 3 minutos).

Já no Youtube o foco de quem acessa é mesmo assistir vídeos, navegar pelos canais em busca de mais entretenimento e/ou informações. Toda a estrutura do site foi desenvolvida para aprimorar a experiência do usuário e gerar mais cliques para outros vídeos.

Facebook vs Youtube

Vimos a empresa Facebook adicionar recursos bem interessantes em sua estrutura, incluindo a transmissão de vídeos ao vivo (Como transmitir Vídeos ao Vivo pelo Facebook) e entrou mesmo na briga com o Youtube para atrair mais produtores de vídeos, estimulando o upload em sua plataforma (O Facebook quer concorrer com o Youtube?). E agora até aprimoraram o Instagram para permitir novos formatos de vídeo e um novo sistema de compartilhamento semelhante ao SnapChat. Só pra lembrar: o Instagram é do Facebook.

Não dá pra saber ainda que vai vencer esta disputa. Cada serviço tem um foco diferente, mas complementares. Depende muito dos objetivos do produtor de conteúdo para determinar qual a melhor plataforma na hora de subir vídeos para a internet. Inclusive, deve-se destacar que até o estilo do conteúdo precisa ser adaptado ao local onde for adicionado.

Uma coisa podemos ter certeza: os vídeos já estão dominando a internet.

10 Comentários

  1. Olá Marcos, tudo bem? muito boa a postagem. Penso da mesma forma que você e acredito que o youtube ainda é rei. Acredito que o facebook irá realmente bater de frente com o youtube quando a plataforma monetizar os vídeos dos usuários, coisa que podemos no youtube com o adsense. O zuck vai ter que enfiar a mão no bolso. Forte abraço.

    Responder

    • Realmente esse é um ponto importante: monetização. O grande incentivo do Youtube é o potencial de se ganhar algo. No Facebook isso ainda não existe e vão ter que mudar isso se quiserem atrair bons produtores de conteúdo.

      Responder

      • Jan e Marcos, ok! Isto é importante, mas vejo o Youtube bem mais interativo a Vídeos do que o Youtube.
        No Facebook o foco é mais curtidas, ver as atualizações… Embora se possa ver vídeos a todo momento que as pessoas postam. Se tratando de vídeos, eu no meu caso, penso mais em ir no Youtube…
        Acho que não é uma questão de disputa, e sim de o Facebook buscar a atenção das pessoas em querer publicar e assistir mais vídeos, e assim serem mais completos no que fazem… Mas percebi o porque do artigo. Não é crítica minha! Forte abraço.

        Responder

  2. O problema do Facebook, Marcos, é o fato dos vídeos se perderem na timeline do mural, e isso acaba ficando um pouco confuso. Se a rede criar uma plataforma ou um layout com uma organização melhor só para os vídeos, um sistema que permita uma busca especializada e uma monetização, aí eu acredito numa concorrência ferrenha com o YouTube. Do jeito que está, não vai atrair grandes produtores de conteúdo.

    Responder

  3. Olá Marcos ! Excelente conteúdo

    Acredito que tudo depende da estratégia de cada negócio , mas acredito fortemente que é importante estar presente tanto no youtube como no facebook , pois do jeito que as coisas evoluem , quem sabe não vira um só . Tudo é possível !

    Responder

  4. Eu tenho carinho pelo Google+ mas este espaço virtual é um espaço que não atrai as pessoas como deveria ter atraído em tempos ao ser criada uma rede de raiz. Por esse mesmo facto penso que o Google precisa focar-se no YouTube.

    O YouTube é um site com potencialidades imensas e que, caso o Google queira investir sério, poderia vir a tornar-se uma rede social bem maior que o Facebook.

    Primeiro que tudo, o YouTube precisa trazer para si, novamente, as Coleções. Foi um erro tirarem as Coleções do YouTube e levarem-las para o Google+. Gosto das Coleções do Google+ mas elas lá são muito limitadas. Não se pode limitar o número de Coleções quando se quer que algo funcione.

    Depois, o YouTube precisa pensar que tem que se centralizar em ser uma rede social de vídeos mas que pode permitir que as pessoas façam muito mais com os vídeos. Imaginem que poderíamos ter no YouTube uma ferramenta que permitisse fazer vídeo perguntas e que depois pudesse receber respostas, também, no formato vídeo ou, em alternativa, em imagem ou texto. Esse vídeo de resposta poderia ser até gravado utilizando a webcam.

    Acredito que YouTube poderia começar também a pensar em ter uma outra organização. Imaginem o que é o YouTube lançar o YouTube ID e esse YouTube ID seria a identidade única de uma pessoa no YouTube porém esse YouTube ID permitiria criar vários canais. Estes canais poderiam ser dos tipos: pessoal, profissional ou comunitário. Depois, à parte, poderiam ser criados os canais corporativos.

    Com esta mudança, as pessoas poderiam continuar a fazer login com a conta Google mas a conta Google deixaria de ser a única forma de fazer login no YouTube passando mesmo a ser possível fazer login com base em emails com domínio próprio. As contas teriam a possibilidade de terem a identidade verificada, sendo possível à posterior sanar mais facilmente qualquer diferendo com direitos de autor.

    Responder

  5. Eu gosto de fazer o Upload nos dois lugares, então não sei qual o melhor… mas pensando melhor, o youtube me dá mais resultado, então ficaria com os dois mesmo.

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.