Que PORRA é essa de “Manifesto da Blogosfera”?

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+

Acho louvável qualquer esforço em discutirmos os limites da blogosfera brasileira, bem como os rumos que vamos tomar, definindo mais claramente nosso papel como blogueiros. Mas quem pode falar em nome da “Blogosfera brasileira” e redigir um texto com intenções e características sobre esse grupo de forma completa e sistemática? E teve gente que fez isso (ou tentou fazer), publicando um artigo que nem mesmo tem a forma de um “Manifesto”, mas se chamou de “O Manifesto da Blogosfera BR”.

Quer ser um(a) Blogueiro(a) de Elite? Acesse AGORA: http://blogueiro.pro

Minha crítica vai o texto que encontrei já há alguns dias, mas só agora resolvi escrever algo expressando minha opinião e, de certa forma, indignação:

Foi redigido depois de um “debate” fechado no Google Docs entre “blogueiros” e reformulado no palco do evento youPIX Festival. Aparentemente tudo bem… aparentemente.

O primeiro erro está na semântica. “O” manifesto, assim mesmo com artigo definido, mostrando que este não é um qualquer e é definitivo. Depois vem o “da” Blogosfera, querendo abranger TODA  a blogosfera, como se fossem os representantes nomeados do grupo de blogueiros do Brasil. Na minha opinião: muita pretensão.

Eu não nomeei ninguém para falar em meu nome. Também não acredito num “debate” feito a portas fechadas no Google Docs (só quem tem permissão pode acessar o debate), que não foi nem divulgado nas redes sociais e não conheço ninguém que tenha participado. Sei que é impossível ter a participação de todos, e se não é possível nomearmos “blogueiros representantes” para falar em nosso nome, espera-se ao menos que o debate seja amplamente divulgado e seja dada a chance de todos que quiserem, participar.

Impossível, difícil e improvável que seja feito algo sério dessa maneira? Saiba que isso é possível e tem gente fazendo debates para uma melhor regulamentação da internet. O modelo é simples e tem muita gente que conhece:

Outro problema está mesmo na forma do texto (se já tem tanto problema no título, imagine o que tem no texto!). Aquilo não é nem de longe um “Manifesto”. É no máximo uma carta de intenções, sugestões e dicas para blogueiros. Está mais para um “Como ser um blogueiro legal“. Para conceitos, vamos verificar a Wikipedia:

“Na literatura, define-se Manifesto como um texto de natureza dissertativa e persuasiva, uma declaração pública de princípios e intenções, que objetiva alertar um problema ou fazer a denúncia pública de um problema que está ocorrendo, normalmente de cunho político. O manifesto destina-se a declarar um ponto de vista, denunciar um problema ou convocar uma comunidade para uma determinada ação. Estrutura relativamente livre, mas com alguns elementos indispensáveis: título, identificação e análise do problema, argumentos que fundamentam o ponto de vista do(s) autor(es) do manifesto, local, data, assinaturas dos autores e simpatizantes da causa.” (verbete: Manifesto)

Agora volte lá no “O Manifesto da Blogosfera BR” e tente encontrar alguma dessas características de manifestos no texto deles. Não encontrou? Pois é…!

O mais triste de tudo é que não tem nem mesmo a assinatura, nomes ou indicação de quem foram as pessoas que estiveram presentes, que ajudaram na elaboração do texto, não sabemos quem são os blogueiros autores.

Vou ajudar a turma daquele texto. Para não ficar tão ruim, bastaria mudar o título e a intenção do que foi proposto. Poderia ter chamado aquilo de “Carta aberta à blogosfera brasileira” – claro, assinando as pessoas por trás, que participaram e concordaram.

Não abordaram nenhum problema que enfrentamos como blogueiros. Um manifesto legítimo deveria tratar da nossa  relação com empresas prestadores de serviço para Blogs, regulamentação de programas afiliados, tratar de leis sobre direitos autorais, liberdade de expressão, incentivo fiscal e financeiro para produção de conteúdo cultural e social e até modelos educacionais.

Precisamos urgente mesmo de uma “declaração pública de princípios”, reconhecimento como um grupo de pessoas que usam a internet como uma “praça pública” para manifestar seus anseios e nos unirmos como uma “associação” que movimenta a informação, diferente das mídias tradicionais.

Como vamos fazer isso?

Eu não sei, nem tenho uma resposta definitiva para o assunto. Tenho idéias, mas não seria algo arbitrário, unilateral ou de um único grupo. Precisamos de uma representatividade madura e capaz de unir a blogosfera, debatendo de forma ampla e democrática aquilo que realmente interessa. Temos que aprender a nos organizar!

Este foi o meu manifesto à Blogosfera Brasileira!

Ah! Para os puritanos que acharam ruim de ver um palavrão no título desse post, recomendo que leiam: Palavrão, puritanismo e Blogosfera (ou “Que porra é essa?”).

Quer ser um(a) Blogueiro(a) de Elite? Acesse AGORA: http://blogueiro.pro

34 Comentários

  1. Cara, o texto publicado pela Youpix é a mais completa besteira que eu já li na internet. Como eles querem nos ensinar como devemos manter nossos blogs ou escrever nossos posts?! Cada blogueiro é único e é justamente por essa singularidade que o negócio dá certo.

    Alguns comentários sobre aquele artigo:
    COERÊNCIA – se o meu site fala de banana, mas eu tenho a oportunidade de falar sobre maça eu vou falar. O blog é meu e eu faço do jeito que eu quero.

    RELEVÂNCIA – Marcos, imagina se você deixasse de escrever o que tem vontade simplesmente porque o texto ficaria curto demais ou sem um direcionamento ao seu publico alvo?

    PÚBLICO – Isso é pura dica de marketing.

    Eu não participei desse negócio e tenho certeza de que muitos dos maiores blogueiros também não. Acho ridículo tomar a decisão baseado no que 0,2% dos blogueiros do Brasil acham e ainda querer dar “liçõeszinhas” de como blogar melhor. Isso aprende-se com o tempo, depois de se ferrar bastante!

    Responder

  2. Censura não !!!!!!!!
    Nem dizer como devemos fazer nosso Blog !!!!!!
    Cada um é um !!!!!
    Marcos, concordo com você !!!! Também não autorizei ninguém a falar em meu nome. Escrevo o que quero, quem não gostar vá passear em outro Blog.
    Somos responsáveis pelas nossas postagens. Tem Blogueiros e blogueiros … Vamos diferenciar!
    Vou passar para frente, com um link para seu Blog, acho que 99,9% dos Blogueiros não souberam deste “manifesto”.
    Um abraço.

    Responder

  3. Nuss acabei de ler o post no You Pix e tipo, uau, quanta merda ¬¬’, olha de td de ruim no mundo que já li esse fica no top five oO’ , sério, muita besteira, tipo os caras querem dizer o que eu devo ou não postar no MEU blog ¬¬’ , o blog é meu eu posto o que quiser, quando eu quiser e como eu quiser ‘-‘ .

    Ok dar umas dicas é até legal, pode até ajudar futuramente a não fazer besteira, maaaas dai a vc querer impor isso a todo mundo é um longo caminho ‘-‘ .

    Fora que de manifesto aquilo ali não tem nada ‘-‘ .

    Uma parte extra post é o primeiro comentário que tem lá, ” é que nem a declaração dos direitos humanos, maravilhosa, mas ninguém respeita ” , alguém tem que explicar para esse ser maligno que a declaração dos DH é uma coisa muuuuuito da séria e é sim respeita por muitas pessoas, diferente desse post ridículo que se auto-denomina manifesto ¬¬’

    Enfim , adorei seu post e concordo com o seu ponto de vista u.u

    Responder

  4. Complicado isso de “padronizar” o modo de se escrever os blogs… se todos escrevessem iguais qual seria a graça de passarmos horas e horas “surfando” para ver a mesma forma de se pronunciar, mesmo que sejam sobre assuntos diferentes?
    Resumindo: Tiraria toda a graça.

    Responder

  5. Na minha opinião, tudo isto não passou de uma tentativa infeliz de ‘meia dúzia’ de blogueiros de serem reconhecidos por uma espécie de “Declaração dos direitos dos blogueiros”.
    Simplesmente Rídiculo!

    Tal como você, sou da opinião de que debates sobre príncipios básicos na blogosfera são essenciais, mas daí a criar uma regulamentação única e própria!?!?

    Como já disse, a única explicação que encontro para isto, é realmente o que referi acima.

    Muito bem no seu manifesto, Marcos, pode crer que subscrevo tudo o que disse!

    Responder

  6. Amigo, o debate no Google Docs foi feito abertamente e foi divulgado sim – tanto que MUITA gente tinha participado dele na época.

    Além disso, a versão definitiva foi feita no evento do youPIX que é aberto a qualquer um que queira participar, é gratuito e foi feito na frente do público com a interação do mesmo.

    Abraços

    Responder

    • Kaluan,
      Desculpa, mas não está aberto. Clique no link do Google Docs que eles indicam e você verá que só quem foi adicionado tem acesso. é preciso convite.
      Ah! E claro, o youPIX é “O” evento da blogosfera brasileira, que todos os blogueiros querem participar e ir… claro…

      Ter sido feito na plenária daquele evento, não torna o “manifesto” panfletário algo legítimo e válido.

      Recomendo que leia o post acima novamente e depois volte aqui com argumentos melhores do que esses seus aí.

      Responder

      • Marcos,
        Hoje de manhã fui convidado a participar do “manifesto”…

        Já tenho acesso ao documento Docs.
        Tem 290 membros e a desorganização é TOTAL.
        A grande maioria ainda faz perguntas lá do´genero:

        “Pelo visto não fui só eu que achei, mas tá rolando uma baita confusão sobre o que é o tema desse doc. É pra tratar relação agências X blogueiros, ou é pra ensinar blogueiros a blogar? São temas completamente distintos e o melhor seriam docs separados para cada.”

        Se quiser lhe mando prints do doc.

        Responder

      • É que esse negócio já rolou há meses, depois de um tempão aberto eles fecharam pra reunir tudo. E sim, foi largamente divulgado saiu no Blue Bus e em vários outros sites.

        Responder

    • Engraçado que alguns dos maiores blogueiros do Brasil não ficaram sabendo. Isso significa ser aberto? Pelo menos um dos 100 mil visitantes do FerramentasBlog comentaria sobre isso com o Marcos. E da mesma maneira com outros blogs. Definitivamente não foi aberto e mesmo que fosse é ridículo!

      Responder

  7. Simplesmente um absurdo

    Quem eles acham que são para redigir um manifesto de TODA blogosfera brasileira?

    O pior de todos é o que eles definiram como COERÊNCIA, que na verdade seria, segundo o dicionario Priberam, “Conformidade entre fatos ou idéias.” eu mudaria para CENSURA afinal querem que eu siga fielmente o tema do meu blog, que o nome do meu blog tenha haver com a proposta do mesmo isso, é claro, sem contar o exemplo que usaram, foi o cumulo: “Um exemplo citado foi a novela Malhação, da Globo, que não tem nada haver com academia.”

    O BLOG É MEU! Posso colocar “Salada de fruta” e falar sobre carros, por exemplo, não vai inteferir em nada no conteudo nem na proposta, simples e o que eles tem com isso? vão ganhar ou perder? NADA!

    Nem quero falar mais sobre isso que chega a dar muita raiva
    Obrigado Marcos por nos avisar disso

    Responder

  8. Acredito que ter nomeado de MANIFESTO foi um erro, mas é um ‘artigo’ util para todos os blogueiros. Digo isso, não como uma OBRIGAÇÃO que todos devem seguir, mas ao seguirmos essas dicas, teremos uma blogosfera mais qualificada.

    Mesmo assim não sou a favor deste MANIFESTO. Só acredito que podemos utilizá-lo para analisar a BLOGOSFERA BRASILEIRA.

    Este tal de YOUPIX, pelos vídeos que assisti, só tinha VLOGGER, os quais são um sucesso não pelo o que escreve, mas pelo que eles gravam. Acredito que este evento foi criado para esses VLOGGER, e não blogueiros.

    Responder

  9. Muito bom Marcos. Adorei. Você tem que falar a pura verdade e jogar na cara de quem está errado. Onde já se viu, super besteira este texto da youPIX. Legal pelo palavrão no título, chama mais atenção do público!!! Parabéns pelo seu blog!

    Responder

  10. kkkkkkkkkkk, manifesto da blogosfera BR?
    Um bando de palhaços falando em nome de si proprios, eu tbm nao conheço nenhum blogueiro conhecido que tenha participado!
    Agora a blogosfera virou grupinho fechado?
    Ridiculo!
    Belo titulo Marcos!
    Abraços!

    Responder

  11. Oi Marcos,

    Sabe o que eu acho engraçado nessa história toda? Uma certa coisa que você, e alguns de seus comentarista também citaram: ‘muitos dos maiores blogueiros do Brasil não ficaram sabendo disso’.

    Pois bem… Eu não classifico ‘maiores blogueiros’ como aqueles que são recordistas de visitantes, exímios convidados de eventos e ações publicitárias, os que abandonaram toda a vida para se dedicar só ao blog… Mas também aqueles que tem conteúdo, respeito pela blogosfera em geral e os que estão na estrada há anos (como eu, por exemplo).

    Bem, faço 12 anos de blogueira. Isso mesmo DOZE ANOS no ar, na ativa, sem parar, sempre blogando. De plataforma em plataforma, de servidores de blogs comuns a domínios próprio estou há 12 anos escrevendo e nunca, nunca pensei que iria ver uma coisa que um dia tratei como minha forma de terapia e meus momentos de raro prazer se tornarem um mero ‘campo de fazer dinheiro e fama’ sendo tratado de forma arbítrária por uma minoria feita de ‘panelinha’ cuspindo ‘regras’ ou ditando ordens sobre o que EU, devo, posso ou não fazer como BLOGUEIRA….

    Cheguei agora em casa e soube de tudo isso através do seu blog. Estava preparando um texto para ser comemorativo do aniversário de 12 anos do meu blog e de meu prazer em blogar, mas depois que li tudo isso, guardei o texto na gaveta, fiquei com sono, nausea e vontade de gritar: QUE PALHAÇADA É ESSA???

    Estou começando a escrever um texto sobre esse assunto para fechar o mês de agosto e aí sim, entro setembro comemorando meus 12 anos de LIVRE ARBÍTRIO DE BLOGAR EM PAZ, SEM REGRAS, SEM NORMAS, COM EDUCAÇÃO E RESPEITO PELOS QUE ME LEEM ESSES ANOS TODOS, E ACIMA DE TUDO COM AMOR PELOS 12 ANOS DE HISTORIA DO CONCEITO DE ‘WEBLOG’ COMPLETADOS AGORA EM AGOSTO…

    Indignada!
    Quando publicar o texto amanhã deixo aqui!

    Beijos querido amigo…

    Responder

  12. O manifesto defende isso:

    “Outra preocupação é quando ao nome do blog: tem que ter a ver com o assunto, senão se perde a coerência do trabalho. Um exemplo citado foi a novela Malhação, da Globo, que não tem nada haver com academia.”

    PQP como vamos colocar em nossos blogs nomes que condizem com nossa atividade. Imagino que 90% vai se ferrar nisso aqui e o melhor.

    Eles divulgaram isso aqui em um blog com nome youpix isso não é uma contradição do texto acima? O.o

    Responder

  13. Isso é um piada né? Me recuso a acreditar que alguém prestou um desserviço à blogosfera redigindo algo tão esdrúxulo e sem nexo. Ademais ainda comete ao despautério de intitulá-lo “O Manifesto da Blogosfera”, tentei mas não consegui descobrir quem deu autoridade a eles de falarem em nome da blogosfera. Sou blogueiro, mas quem ler esse documento vai pensar que somos um bando de retardados.

    Responder

  14. Poucas vezes tive oportunidade de ler uma “Carta Resposta” como esta, atuo como blogueiro a menos de um ano, mais já trabalho com desenvolvimento de site a mais de 10 anos e pude acompanhar de perto grandes mudanças tanto na infra-estrutura quanto no comportamento social decorrente do avanço tecnológico que envolve a internet.

    De fato não tive acesso a nenhuma mídia que informa-se sobre “O manifesto”, e de fato o mesmo está bloqueado, com permissão apenas a convidados, por tanto, faço desta carta resposta as minas palavras e deixo para alguns o meu incentivo a literatura principalmente no que se refere a tecnologia/sociedade.

    Grato

    Responder

  15. Olá Marcos.
    Regras pré definidas para blogs, em minha opinião poderia somente ser aplicado em blogs puramente profissionais, mesmo assim dentro de uma coerência.
    Temos na blogosfera todo o tipo de blog que trada dos mais variados assuntos e muitos deles são focados no entretenimento ou informações úteis, porém não profissionais. Nestes casos ter regras rígidas é simplesmente ridículo, porque é exatamente a criatividade e a emoção de cada blogueiro que faz a grande diferença.
    A blogosfera tem que ser democrática, quando entro em um blog que não me agrada, seja por qualquer motivo, simplesmente não retorno e pronto.
    Em todo lugar tem coisa boa e coisa ruim e na blogosfera não seria diferente.
    O mais importante é ser autêntico e ter algo de bom para dividir com as pessoas.
    Um abração.

    Responder

  16. Marcos,
    parabéns pelo artigo e pelo “manifesto”.
    Também não me sinto representado e concordo que precisamos nos organizar, principalmente para ter voz diante de alguns picaretas que se intitulam de “programas de afiliados” e roubam descaradamente nosso trabalho e dedicação.
    Li o texto no YouPix e eles poderiam ter tido o bom senso de intitular o documento de “12 dicas para ser um blogueiro melhor” ou algo parecido. Como dicas todos leriam e achariam interessante.
    sucesso.

    Responder

  17. Marcos,

    Eu gostei do texto do manifesto, mas concordo contigo que aquilo não é um manifesto de verdade, e também não representa a blogosfera. No máximo, representa alguns blogueiros, os quais deveriam se identificar.

    E se me permite contrariá-lo, o FerramentasBlog não precisa de títulos apelativos para chamar a atenção, pois já é um dos melhores metablogs brasileiros, talvez o melhor. Esse tipo de linguagem é um desserviço, e acaba tirando um pouco do brilho do teu trabalho. Já que você é especialista em exegese bíblica, deve saber o que diz Efésios 5:4, Filipenses 4:8 e Mateus 12:36, entre outros.

    Mas enfim, essa é só a opinião desse teu leitor puritano, mas o blog é teu, e você faz o que quer.

    Sucesso.

    Responder

  18. Parabéns Marcos!

    Realmente, este manifesto elaborado somente por blogueiros “autorizados” acaba apenas por engessar a criatividade natural dos Blogueiros.

    Está claro também, que esta padronização sugerida atende apenas os anseios de monetização e programas de afiliados. Quando a vontade patrimonialista começa sobrepor o próprio espírito do Blogueiro, profissional ou não, os Blogs acabam se tornando mais uma plataforma superada, como tantas que a cada 6 meses “saem da moda”.

    Penso que o Blog deve ser entendido como um “curriculum dinânimo” de seu autor. Notoriedade e lucro deve ser apenas conseqüência.

    Responder

  19. Piada, Piada, Piada…

    Eu tenho blog a anos é para ser sincero odeio blog de nichos especifico e são poucos os que eu tenho o link guardado na memoria…

    Tenho, hoje, o primeiro blog de Humor e Entretenimento do Piauí e vocês não fazem ideia de como isso se tornou uma novidade por qui, pois até então acreditava se que tinhas que ser “ignorantes” como o pessoal do Y**** foi nesse artigo…

    Ahhh… Por favor… Somos blogueiros e escrevemos para pessoas curiosas e que gostam do novo…

    Abraço do Ojuara – e melhor nem falar por que fiquei puto com isso!

    Responder

  20. Pingback: Youpix e o Marco Civil da Internet: mundos paralelos? | ImprenÇa

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.