Sobre Conteúdo Duplicado e Punições da Google

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+

Esse é um assunto que dediquei algumas horas estudando e revendo em função de casos de plágio e por ser extremamente importante para manter uma boa indexação no Google e definir a relevância do conteúdo de qualquer blog. Passa por técnicas de SEO e vai por caminhos da organização das páginas do Blog, até como escrevemos e distribuímos nossos artigos. Falamos muito sobre estratégias para gerar um blog de qualidade e isso passa por esse tema também.

Quer ser um(a) Blogueiro(a) de Elite? Acesse AGORA: http://blogueiro.pro

Introdução.

O que motivou meu estudo sobre esse tema foi o artigo (recomendado) do Sergio Estrella do, já citado em outros artigos, IceBreaker:

Quem tem blog no Blogger tem que ler e aplicar todas as dicas desse artigo, que é praticamente único – nunca li nem vi em nenhum outro metablog tratar sobre o tema, e o Sergio foi muito bem! Mesmo assim, percebi que esse era um tema que precisava ser aprofundado para esclarecer outras questões.

Não vou abordar aqui o que está no artigo recomendado acima, então terão que ler lá. E cito um outro conteúdo, que acredito que foi o material fonte do artigo do IceBreaker. Trata-se da Central de Ajuda do Webmasters:

É um artigo mais técnico, mas trata das mesmas questões só que de forma mais abrangente também, o que é muito importante para quem tem blog no WordPress. O Sérgio selecionou e trata do que diz respeito apenas a quem tem blog no Blogger.

Em todos os dois casos e em tantos outros artigos vemos sempre uma preocupação para evitar a duplicação de conteúdo dentro de nossas páginas, pois o Google (entenda-se os mecanismos de pesquisa e indexação) podem interpretar isso como uma tentativa de enganar o sistema e trapacear, tentando manipular os resultados que eles podem apresentar.

Mas a grande questão é também com a duplicação de conteúdo provocada por terceiros. Pessoas desavisadas que duplicam ou replicam artigos de outros blogueiros (também conhecido como “plágio” ou “roubo de conteúdo”) e que pode acarretar problemas para as duas partes.

O Conceito.

O Conteúdo duplicado pode ser uma tentativa de divulgar um certo tema ou assunto de forma agressiva ou ostensiva, gerando um falso resultado de relevância (temporário) nos resultados orgânicos das buscas – quando se tratar de uma tentativa de fraude.

Por outro lado a simples desorganização ou inexperiência do blogueiro podem provocar esse problema, quando este repete informações ou trechos de conteúdos, que pode ser interpretado pelos robôs como uma forma de manipular os algoritmos na hora de definir a relevância de um conteúdo classificando-o pelo número de backlinks e palavras-chave.

Qualquer coisa que possa ser interpretada como uma tentativa de manipulação do sistema é passível de punição, bloqueio e até exclusão das listas de indexação (dos bancos de dados) desses serviços de buscas.

“Conteúdo duplicado em um site não é eficiente, a não ser que o objetivo seja enganar e manipular os resultados de mecanismos de pesquisas.” (Ajuda para Webmasters)

Por que o Google não gosta de conteúdo duplicado?

O Google gosta de originalidade: Criar um Blog Original e Relevante [Vídeo].

Os mecanismos de pesquisa querem mostrar o máximo de resultados relevantes sobre a busca efetuada e sem repetir informações. Para isso tentam encontrar, seguindo vários fatores, aquele artigo que seja único e mais completo que atenda como resposta para a busca efetuada.

Acredito que um desses fatores seja a data de criação de um determinado conteúdo e suas eventuais atualizações. Se o Google se deparar com dois endereços que contenham exatamente o mesmo texto ou significativa quantidade copiada de outro, mas que sejam de datas distintas, tenderá a excluir do resultado o mais recente. Notem que é praticamente impossível encontrar nos resultados orgânicos do Google dois resultados de páginas para uma mesma pesquisa que tenha conteúdos muito semelhantes.

“O Google se esforça para indexar e exibir páginas com informações distintas.
(…)‘Conteúdo duplicado’ geralmente refere-se a blocos substanciais de conteúdo dentro ou através de domínios que correspondem totalmente a outro conteúdo ou são notadamente similares.” (Ajuda para Webmasters)

 

“Ao identificar este tipo de ocorrência, os mecanismos de busca podem penalizar as páginas envolvidas na “cópia”, geralmente dando preferência à página que publicou aquele conteúdo primeiro.” (IceBreaker)

O Plágio e Conteúdo Duplicado.

Para completar o que vem leia: Sobre Plágio e Blogueiros Parasitas.

O que foge ao nosso controle é que outros podem simplesmente afanar, roubar, plagiar o conteúdo de nossos blogs, o que acarreta em duplicidade de conteúdo. Isso é grave, mas não tanto do ponto de vista de indexação para a parte roubada, já que o Google consegue diferenciar e saber qual é o original, como descrevemos acima. Mesmo assim isso pode dar alguma dor de cabeça.

Eu já tive conteúdo do [ Ferramentas Blog ] plagiado quase que imediatamente após publicar um artigo, o que pode fazer diminuir a velocidade de indexação do conteúdo já que os robôs vão demorar um pouco mais para fazer seus cálculos.

O “espertalhão” incompetente que se apropriou do conteúdo alheio será punido pelo Google:

“Se você acha que outro site está duplicando o seu conteúdo de forma indevida (apropriação ou republicação), é pouco provável que isso tenha impacto negativo na classificação do seu site nas páginas de resultados de pesquisa do Google. Se você notar algum caso preocupante, envie uma solicitação de DMCA para declarar propriedade sobre o conteúdo e solicitar que o outro site seja removido do índice do Google.” (Ajuda para Webmasters)

Ao contrário do que muitos pensam (muitos plagiadores, kibadores), não é bom para ninguém, mesmo citando a fonte e o link original, que um artigo ou conteúdo seja duplicado ou republicado por terceiros. Quem foi copiado se sentirá lesado e roubado, ofendido em seu direito de criação e direito intelectual. Se publicamos algo queremos ser lidos e queremos divulgação para o que publicamos. Então o máximo que se deve e pode fazer é citar pequenos trechos, dando destaque e ampliando o debate ou o tema e indicando que se leia a íntegra no site original, mas tudo de forma explícita e clara e com links diretos.

É bem como fiz neste artigo, onde citei e recomendei que se leia o artigo do Sérgio e da Ajuda do Webmasters e citei pequenos (bem pequenos mesmo) trechos que ilustram o meu artigo, aprofundam o tema e provocam o leitor a ler os artigos indicados para continuarem aprofundando. Essa é uma prática correta e simples e que mostra a relevância de um blog ou site, que é capaz de ler e divulgar o que encontrar de melhor na web, elevando o nível desses conteúdos encontrados.

Concluindo.

Sempre vamos bater nessa mesma tecla: é fundamental que o seu blog tenha metas e seja focado em um tema específico, em um nicho e buscar sempre produzir conteúdos de qualidade e relevantes para o seu público alvo, mas seguindo o caminho da originalidade e da seriedade. Respeitar o que já foi publicado por outros e compartilhar informações é o melhor caminho para os relacionamentos na internet, tão importantes para a sobrevivência de qualquer blog.

Nunca, nunca copie o conteúdo de outros e nunca, nunca mesmo, tente enganar ou trapacear com os mecanismos de busca, pois as consequências serão desastrosas. Você pode se achar esperto, mas o Google tem milhões de dólares para gastar com pessoas mais espertas e competentes e evitar de serem fraudados em seus algoritmos e resultados.

Faça o seu trabalho de forma honesta e objetiva e o sucesso baterá à sua porta, os resultados virão, junto com a credibilidade!

Artigos para complementar a leitura:

Quer ser um(a) Blogueiro(a) de Elite? Acesse AGORA: http://blogueiro.pro

40 Comentários

  1. Oi, Marcos Lemos kero saber:

    Quando eu vejo uma notícia em um blog ou site, analiso e coloco no meu blog DO MEU JEITO, não é plágio né?

    Responder

  2. @Mikael,

    Como está dito no artigo acima, o que não se pode fazer é copiar integralmente ou grande parte do conteúdo de outro.

    Se vc usa como fonte outro conteúdo, cite ele como sua fonte, exatamente o que fiz nesse artigo, dê a sua opinião, a sua versão, comente, amplie o tema.

    Responder

  3. Marcos,

    Muito bom o seu artigo!
    Agora me surgiu uma dúvida:
    Eu tinha um blog no blogger, e agora mudei para wordpress e importei todo o conteúdo. Coloquei um redirecionamento no blog antigo, mas não exclui o conteúdo. Seria interessante excluir tudo?

    Responder

  4. @Camila,

    tem que excluir tudo do antigo. Se vc leu com atenção o texto do Sérgio e da Ajuda para Webmasters, verá que isso está explicado lá.

    O redirecionamento é uma opção, mas o conteúdo não pode ficar nos dois endereços.

    Recomendo tb que altere os dados de sitemap na sua conta da "Ferramenta para Webmasters".

    Responder

  5. Lendo o artigo, ví que preciso excluir o blog antigo, cujo conteúdo foi exportado para outro blog. Não tinha feito isso ainda. Muito bom. Seguirei todas as dicas.

    Responder

  6. Olá você simplesmente citou artigos muitos impotantes, gostei demais simplesmente sensacional, o artigo, a estrutura de vocês aqui no ferramentas blog, e a competencia de cada um, um abraço e muito sucesso a todos vocês.

    Estão de parabéns!

    Responder

  7. @Maroto,

    Obrigado pelas considerações e elogios, mas pode dizer tudo no singular mesmo. Sou apenas um trabalhando aqui. rs!

    Responder

  8. Oi, Marcos!

    Vou guardar o link desse seu post, pq é algo que vira e mexe alguém me faz esse tipo de pergunta pq sou contra conteúdo duplicado, mesmo que tenha o link da fonte original.

    Muitos blogueiros não sabem dessas recomendações que trazem tantos problemas e dores de cabeça.

    Parabéns pela explicação!

    Abraço

    Responder

  9. Ótimo artigo, meus Parabéns
    aliás seu blog é muito bom, obrigada por compartilhar tantas dicas e informações de peso.
    Abraços

    Responder

  10. Nossa! muito bom mesmo esse conteúdo ,É para tirar a graça dos parasitas de site ou blog, rsrsrsrs. vou mostrar para uma colega que gosta de por conteúdos de outrs blog no blog dele, que plágio não é vantagem……At+

    Responder

  11. Uma dúvida:

    Muitas vezes divulgo campanhas de voluntariado no meu blog. Em geral, os textos são enviados pela propria entidade, que também os envia para outros sites e blogs. Portanto, o conteúdo é igual em todos os blogs. Isso pode ser considerado conteúdo duplicado e ser interpretado de forma negativa pelos mecanismos de busca? Meu blog sofre punições neste caso? Se sim, qual a solução, na sua opinião?

    Valeu!!!

    PS Parabéns pelo post!

    Responder

  12. @Rodrigo,

    Em caso de campanhas pode dar algum problema sim. Uma boa opção é usar "rel='unfollow'" nos links e adicionar no final do texto a informação de se tratar de um editorial.

    Se tiver alguma punição fica mais fácil de resolver.

    Responder

  13. Valeu Marcos!

    Geralmente eu faço isso nos posts de divulgação.

    Mas vou começar a pedir para que, quem queira divulgar alguma campanha no Informação Virtual, envie textos exclusivos. Afinal, disponibilizo o espaço gratuitamente para divulgação de campanhas, projetos, e-books gratuitos, etc.

    Responder

  14. Eu nem havia pensado nisso, nem sabia que não podia, nem via problemas pois o conteúdo é meu! Publiquei o mesmo conteúdo em 2 blogs diferentes, em datas distintas,um do blogger e outro do wordpress! Não pode mesmo? Eu, hein!O que mais se vê é conteúdo duplicado desde que cite a fonte.Não li tudo, mas isto sómente se aplica ao Google? Punição baseada em que lei?
    Agradecida.

    Responder

  15. @Fátima,

    Primeira coisa é acabar de ler o post para entender cada detalhe, pois coisas que vc comentou aqui já estão respondidas acima.

    Essa é uma regra geral da internet: conteúdo original e único. É isso que os robôs estão buscando para indexar nos resultados. A punição diz respeito à não classificação de seu conteúdo e à exclusão dele nos resultados das buscas.

    Nem mesmo citando a fonte original isso pode ser feito.

    Responder

  16. Po, não entendo. O Último Segundo, o G1, BBC, CNN, Reuters, enfim, todos pegam artigos uns dos outros e apenas citam a fonte no final. Qual o problema de pegar uma notícia e publicar citando a fonte? Mesmo por que as notícias que são relevantes circulam o mundo todo ao mesmo tempo.

    Responder

  17. Amigo acima,
    Há uma diferença entre o sistema de notícias, que já consta para os buscadores como informação replicada.
    E, de forma bem objetiva, esse conteúdos e notícias não são indexados da mesma forma que sites e blogs comuns.
    Já reparou que a Google tem um sistema de busca totalmente diferenciado só para notícias? Exatamente para esses conteúdo serem tratados de forma diferente, separada e não se misturar com outras informações.

    Sem contar que todos esses sites que você citou compram (isso mesmo, compram) notícias prontas de serviços d notícias.
    São conteúdos diferentes, com tratamento diferente do que é produzido nos blogs, por exemplo.

    Responder

  18. Olá Marcos,
    tudo bem?

    Gostaria de saber, se eu vincular um video do youtube (que não seja meu) em meu blog também será considerado plágio.

    Responder

  19. @Pâmi Garcia,
    Não, não é plágio.
    Quando o autor do vídeo não desejar que o vídeo seja incorporado em outros sites, ele retira o código chamado "embed".
    Mas é bom observar se o conteúdo não está infringindo algum direito autoral, mesmo estando no Youtube.

    Responder

  20. Marcos, poderia me tirar uma dúvida? Estava pensando em fazer dois blogs (um no wordpress e outro no blogspot) exatamente com o mesmo conteúdo, para que isso sirva de backup para o outro. Eu iria atualizar os dois ao mesmo tempo. Será que terei problema com o Google por isso?

    Responder

  21. @Ana,
    Isso é duplicar conteúdo e você terá problemas para indexação, podendo ter seu blog punido.
    Essa é uma prática condenada pela Google e nem é a melhor maneira de fazer um backup de seu blog.

    Escolha uma plataforma (recomendo o Blogger) e use os sistemas de backup disponíveis.

    Responder

  22. Sempre que eu preciso publicar uma matéria, principalmente traduções, antes peço a autorização do publicador original. Quero ver como o Google irá tratar disso, pois não deixa de ser um conteúdo duplica, porém em outra lingua e é autorizado.

    Responder

  23. Pingback: Dicas para Wordpress e Blogger – Artigos de Agosto/2009 | [ Ferramentas Blog ]

  24. Pingback: Como denunciar plágio de blogs no Blogger | [ Ferramentas Blog ]

  25. No post do Sérgio, ele diz que próprio Blogger inflaciona os links, seja na home, nos arquivos, páginas individuais, marcadores , etc. E sempre foi assim. Como é que o Google vai punir algo que é próprio de uma de seus serviços?
    Há alguma coisa aí que não está se encaixando.
    No link do Webmasters, ele fala claramente que blogs e fóruns disponibilizam seus conteúdos de várias maneiras e o Google aprova isso.
    Na boa? Creio que o Blogger não tem problema e usa e abusa dos formatos permitidos.

    Responder

  26. Fala Marcos, tudo bem?
    Recebia até 6 mil visitas por dias no meu blog, mas ele foi há 2 meses punido e na verdade nao sei o motivo, porém o conteudo dele, por ser de noticia, é praticamente tudo copiado. Pedi a reconsideraçao e disseram para eu retirar o que causa a puniçao. A pergunta: Se eu mudar de “ramo”, porem mantendo o mesmo endereço, e excluir todas as postagens, isso ajuda a resolver o problema?

    Abraços

    Responder

  27. É extremamente importante um conteúdo diferenciado, atingindo as expectativas de clientes e se destacar no Google. Ter um cuidado nas descrições de produtos e principalmente nos detálhes significativos que poderiam fazer a diferença dos concorrentes…

    Responder

  28. Pingback: Os riscos de vender anúncios no Blog | [ Ferramentas Blog ]

  29. Marcos… Gosto demais do Ferramentas Blog e sou leitora, assino o Feed e procuro informações assiduamente aqui. 100% do que precisei: ENCONTREI Parabéns.

    Gostaria, como jornalista, levantar aqui uma questão importante. Nem sempre os conteúdos duplicados são “plágio”. Nós jornalistas e donos de algum tipo de mídia, seja impressa, site ou mesmo o blog recebemos diariamente “releases” das mais diversas assessorias de imprensa do país que tem como intuito divulgar um evento, notícia etc… Uma das regras fundamentais na ética é publicar o artigo SEM NENHUMA MODIFICAÇÃO; NEM NO TEXTO E NEM NO TÍTULO, JÁ QUE EXISTE UM OUTRO PROFISSIONAL DE JORNALISMO QUE É RESPONSÁVEL POR ISSO E DETENTOR DOS DIREITOS DA MATÉRIA. Assim o mesmo texto pode ser publicado em impressos ou virtualmente por centenas de veículos sem ser considerado plágio. Eu mesma presto serviço de assessoria de imprensa e envio a matéria para centenas de sites, blogs e impressos do mundo todo e quanto mais o MEU texto é publicado MELHOR o resultado do meu trabalho.

    Decidi falar para vc e seus seguidores sobre esse aspecto, para que todos fiquem cientes deste ponto. Afinal tem, sem dúvida alguma, grande potencial como jornalistas e afins! Um grande abraço para vc! E mais uma vez parabéns pelo seu trabalho!

    Responder

  30. Pingback: Copiar conteúdo de outros blogs é divulgação? - [ Ferramentas Blog ] | [ Ferramentas Blog ]

  31. Muito bom!
    É preciso posts desse tipo para mostrar o caminho a ser seguido, pois muitas pessoas chegam no mercado, muitas vezes orientadas por “gurus” que dizem o que precisam fazer para desenvolver um negócio “fácil” e acabam prejudicando os outros e consequentemente sendo prejudicados.

    Fábio Medeiros

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.