Não recomendo Programas Afiliados para ganhar dinheiro com Blog

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+

Já faz algum tempo que venho questionando alguns modelos de monetização de Blogs e quero levantar um debate sério aqui para quem quer ganhar dinheiro com Blog. Não concordo com sistemas afiliados que pagam por ação (CPA: quando ti pagam só se o visitante clicar e comprar, por exemplo). Seria bom ouvir também a opinião do E já temos a resposta do Paulo Faustino, do Escola Dinheiro, sobre esse tema. Vou levantar meus pontos para ver se encontramos algumas respostas.

Quer ser um(a) Blogueiro(a) de Elite? Acesse AGORA: http://blogueiro.pro

Não estou descartando totalmente os programas Afiliados, mas apenas um dos métodos de remunerar os blogueiros. Há vários métodos e modelos de monetização direta e indireta que podemos usar e cada programa tem seu formato. Só que nunca vi ninguém questionar esses modelos. Somos um bando de blogueiros conformados! (ou não?)

ATUALIZAÇÃO: O Paulo Faustino do Escola Dinheiro respondeu ao artigo e ampliou o debate fortemente. De maneira bem concisa e completa, ele levantou ótimos argumentos. Leia esse post e depois leia a resposta do Paulo para tirar suas conclusões e comentar:

.

O Google AdSense, por exemplo, paga por clique. É o chamado CPC: custo por clique. Se o visitante ver o banner/link e se interessar, ele clique e o blogueiro ganha um certo valor. Outros Afiliados pagam por quantidade de exibições, normalmente é o CPM, custo por mil exibições do banner.

A questão é que não concordo com os que pagam apenas se o visitante ver o anúncio, clicar e depois agir, seja comprando algo ou executando uma tarefa pré definida. Esse é o modelo CPA, custo por ação. Isso significa que aquele banner do anunciante (marca/produto/serviço) ficará exposto em seu blog e visível para todos os visitantes, ocupando espaço, mesmo que não gere ação direta nenhuma ou gere apenas cliques e visitas para o anunciante.

Opiniões divergentes e conformismo

Seria muito interessante termos um debate sobre esse assunto e ouvir a experiência de alguns blogueiros que usam esse e outros modelos de Programas Afiliados. Melhor ainda  é ler a opinião do Paulo Faustino do Escola Dinheiro (ele publicou uma resposta), como eu disse no início do post, que é a principal referência que a blogosfera tem quando o assunto é monetização.

Fico imaginando que nós blogueiros nos conformamos com esse modelo CPA. Ele prevalece na maioria dos programas afiliados e muitos anunciantes só querem fazer contratos com blogueiros se for nesses termos.

Só que não podemos esquecer que o espaço de um banner num blog também vale dinheiro e o anunciante deveria pagar pela exposição de sua marca/produto/serviço. Visibilidade vale dinheiro! Até aceito o modelo do AdSense que paga por clique, já que isso entende que aquela exposição gerou um retorno para o anunciante que foi a visibilidade e o interesse do visitante.

O simples fato da pessoa ver o anúncio já deveria ser suficiente para que o anunciante quisesse aparecer num determinado lugar.

Visibilidade vale dinheiro!

Imaginem um jornal ou uma revista. Os diversos anunciantes pagam para terem suas publicidades (peças publicitárias) exibidas nas páginas que supostamente serão vistas pelos leitores.

Agora pense na televisão: os anunciantes pagam para aparecer por 30 segundos durante os intervalos dos programas. Há quem pague para ter um banner à beira do gramado do estádio de futebol. Não dá pra saber quem viu o anúncio e resolveu comprar algo ou visitar a loja para conhecer mais de seus produtos. Isso vale para anúncios em rádio.

O mercado de marketing está acostumado a trabalhar para os modelos de mídia tradicional pagando simplesmente pelo espaço ocupado. É um outdoor nas ruas, um folheto distribuído ou a logomarca num cartaz. E os anunciantes não pagam pela ação, repito, pagam pela visibilidade da marca/produto/serviço esperando que as pessoas se interessem. Mas não dá pra saber se a pessoa se interessou porque viu o anúncio no jornal.

Quer anunciar? Pague pelo espaço!

Minha opinião é bem simples: se querem anunciar no meu blog, então que seja comprando o espaço e o tempo de exibição, confiando na visibilidade que o Blog tem e no alcance de público que temos.

Por que sou tão radical nisso?

Ao colocar um banner em qualquer blog/site há meios de o anunciante acompanhar tudo o que acontece, recolher informações de cliques gerados e o comportamento dos visitantes/clientes. Dá pra saber onde passaram, o que levaram e de onde vieram, assim como o tempo que dispenderam e até se voltaram para outras visitas/compras/ações.

Eu trabalho para gerar aquele tráfego criando conteúdo relevante sobre um determinado assunto e conquisto um público que foi fidelizado por gostar do que publico. Então nos aparecem anunciantes que querem nos pagar só se gerar uma ação favorável concreta?

Esquecem que aquela peça publicitária foi vista por dezenas/centenas/milhares de pessoas e que isso já é um resultado positivo para eles. Os clientes em potencial guardam aquela informação visual, aprendem a associar aquela empresa até mesmo à qualidade e relevância do trabalho do Blog onde aparecem. Repito: Isso vale dinheiro!

Outro ponto importante é que dá ao Blogueiro o direito e a liberdade de determinar quanto vale o espaço e interação com o seu público para saber qual é o valor justo que deve ganhar pelo espaço que o banner ocupará. O interessado por ocupar o espaço e avaliar se os resultados obtidos valem a pena e se devem ou não continuar investindo naquele blog ou devem mudar de estratégia.

Claro que nem sempre os blogueiros recebem propostas de anunciantes ou agências diretamente. Por isso é importante que os programas afiliados também se adaptem. O melhor seria que oferecessem apenas banners de anunciantes que pagem por exibição, ao estilo CPM (custo por mil). Assim o blogueiro pode ver no inventário de anunciantes disponíveis se aceitam ou não colocar um banner por um determinado preço.

Um exemplo: O programa afiliado ofereceria ao Blogueiro uma Empresa A que paga R$1,00 para cada mil exibições do banner dela. Já outra Empresa B paga R$0,80 CPM e ainda uma comissão de 1% por venda gerada, somando CPM e CPA. Caberia ao blogueiro escolher qual ele quer anunciar baseado no que ele mesmo calcular e decidir ser melhor para seus ganhos.

Uma utopia: a blogosfera perfeita!

Bom mesmo seria que, para conseguirmos programas Afiliados, empresas e agências que respeitem o valor real de exibição e exposição de uma marca em um blog, nós blogueiros parássemos de usar serviços que privilegiam o CPA (custo por ação) e só preferissem os que pagam por exibição, CPM, por exemplo ou modelos semelhantes.

Nesse formato, até blogueiros pequenos que tenham poucas visitas poderiam conseguir anunciantes que se interessariam em aparecer para um público bem específico, focado e selecionado, que o blogueiro conquistou. Isso daria mais retorno e as empresas poderiam pensar estratégias de marketing não voltadas para as massas, mas para grupos direcionais.

Nesse meu mundo blogosférico imaginário os ganhos de ambas as partes seriam maiores e os resultados mais fáceis de mensurar e repetir. Isso valorizaria o trabalho e esforço individual do blog e os anúncios seriam mais eficientes também.

Por fim, é preciso esclarecer que sei que há milhares de outras formas de se monetizar um blog. Só estou levantando uma questão para o modelo mais comum que passa pelos programas afiliados e que boa parte dos blogueiros do mundo usam massivamente.

Você tem todo o direito de discordar ou concordar. Comente aqui e participe do debate. O Paulo Faustino apareceu para dar sua opinião sobre o assunto e jogou mais lenha na fogueira!

Quer ser um(a) Blogueiro(a) de Elite? Acesse AGORA: http://blogueiro.pro

169 Comentários

  1. Gostei do artigo, realmente esse é um assunto um quanto interessante. Agora, eu gostaria de fazer uma pergunta para você Marcos, qual dessas formas você usa aqui no Ferramentas Blog? CPM ou CPA?

    Obrigado! 🙂

    Responder

    • Basicamente tenho anunciantes diretos que compram o espaço específico do Blog para colocar os banners deles. contratam o espaço por um período mínimo de 30 dias por um valor prefixado.
      Também uso alguns blocos de anúncios do AdSense, que paga por clique (CPC) junto com os banners de nossos produtos próprios como o FBlogHost e o E-book.

      Responder

  2. Perfeito! Também tenho essa mesma visão. No início da minha caminhada na blogosfera (2008), eu usava um desses programas que pagavam por CPA. Depois de um tempo, acordei e vi que o menos pior é o Google Adsense.

    No ano passado recebi uma proposta de anúncio nos moldes do CPA e recusei. Achei um absurdo aquilo. A empresa achou um absurdo eu ter recusado. Isso mostra que eles estão acostumados com blogueiros aceitando o modelo deles.

    Responder

  3. Olá, Marcos!

    Concordo contigo. Logo no começo do meu blog, eu tive um problema com o AdSense que bloqueou a minha conta por dizer que vou clicks inválidos. Hoje eu utilizo o serviço da Boo-Box. O que é legal na Boo-Box é que eu consigo escolher que campanha vai entrar no meu blog ou não, e com isso consigo escolher campanhas que interessam meu público e me interessam.

    Com isso eu consigo escolher campanhas que pagam melhor. Vale a pena dar uma tentada. Eles tem um serviço legal de tweet remunerado, que seria você autorizar eles a tuitarem algo e você ganhar por click no link.

    Espero ter ajudado.

    Responder

    • Danilo,
      A Boo-Box segue bem o modelo que não concordo e não gosto de praticar e que acho prejudicial para os blogueiros que é fazer propostas de Afiliados para pagar por ação, CPA.

      Sei que funciona para muitos blogs, especialmente os que tem conteúdo bem direcionando e relacionado a produtos. Pode ser eficiente assim. Mesmo assim não concordo que só se pague quando gera resultado para eles, já que ocupam um grande espaço no blog.
      Como disso no post, melhor seria se pagassem algo pelas exibições, CPM por exemplo, e também pagasse por ação, CPA. Isso seria mais coerente.

      Responder

      • Marcos, as campanhas com modo de pagamento CPA, são minimas, e quando aparecem eu não aceito. Só aceito com CPM e CPC e que a propaganda será de interesse para o meu leitor e que terá um ganho legal. Pelo que sei, no AdSense, não tem como eu escolher que propaganda vai aparecer. Você poderia me indicar outras opções? Eu tentei usar também o Lomadee, mas achei confuso.

        Responder

    • Olá Marcos, escrevi um artigo sobre a Boo Box, sobre como tirar maior proveito dela, quero lhe dizer que, ela oferece a condição de escolher quais campanhas participar, você pode muito bem escolher somente (CPC), caso você não queira a (CPA) é só recusar a proposta deles e continuar usando a (CPC) e (CPM) e o melhor é que, tem campanhas que chegam a pagar 0,49 a cada clique, agora vou dar uma idéia para quem usa o serviço, não aceite todas as campanhas que eles lhe mandarem, aceite somente as que pagam mais, o motivo é o seguinte, quando você aceita participar de varias campanhas, principalmente de baixo valar, essas campanhas costumam aparecer 98% o que impede das campanhas que pagam mais aparecerem em seu blog, então fica a dica campanhas que pagam (0,3) a cada 1000 visualizações é tempo perdido.

      Responder

  4. Olá Marcos, minha principal fonte de monetização são os programas de afiliados (leia-se netfilia), onde exponho o banner e quando outro blogueiro realiza o cadastro eu ganho um valor “X”. Acredito que como estou no nicho de monetização de blogs, a conversão do banners em cadastros reais seja bem maior.
    Caso eu fosse mantenedor de um blog em qualquer outro nicho de atuação, minha última escolha seria afiliados que pagam por Ação. Eu acho horrível este método de negociação. Meus leitores até podem clicar e gostar do site exposto, porém ele quase sempre deixa para fazer a compra outro dia e diretamente pela URL do site, fazendo com que você não ganhe nada.
    Ótimo artigo.. e estou ancioso pela resposta do Paulo Faustino, que segundo ele estará no ar amanhã.

    Abraços, Arlindo Armando

    Responder

    • Minha idéia é mesmo levantar esse questionamento e ajudar os blogueiros a avaliarem os negócios que fazem. Eu concordo com você que, se for possível direcionar o máximo do seu público para um produto/serviço, pode mesmo ser interessante um programa CPA.

      Responder

  5. Marcos, não posso discordar da sua opinião., inclusive o termo “utopia” foi utilizado com muita propriedade. Entretanto, a realidade, nesse momento, é dura demais. Eu, por exemplo, sofro muito com ausência de publicidade para o conteúdo que disponibilizo: aulas de língua portuguesa para vestibulares. O Adsense só me oferece banner sobre faculdades privadas, quem presta vestibular em geral não está preocupado com universidades privadas, logo meus visitantes não clicam nas propagandas do Adsense. Entretanto, com o programa de afiliados dos cursos 24 horas ([link suprimido]) posso oferecer cursos de capacitação e profissionalizantes, os quais têm dado um mínimo de retorno.
    Minha ideia principal para monetização do meu blog é a venda de um EBOOK de Redação, o qual está em processo de produção.

    Responder

  6. Marcos parabéns pela publicação.

    Sobre tudo que foi mencionado na sua publicação, o mais importante para qualquer veículo de mídia é a audiência e qualificação tanto do veículo quanto do consumidor.

    Sobre os programa de afiliados, tudo depende do tipo site/blog, qualidade do conteúdo e quantidade de acessos.

    Penso e trabalho da seguinte forma: cada espaço de mídia que tenho disponível, sei o quanto quero faturar mensalmente. A partir disso posso escolher um programa de afiliado ou mesmo um anunciante direto.

    O que acontece com muitos blog é a falta de planejamento para usar os espaços publicitários de forma mais otimizada.

    Já vi casos de blogs faturarem alto com CPA de R$ 0,30.

    Como isso acontece?

    – Peça publicitária atraente
    – Campanha por cadastro
    – o site com ótima audiência

    Eu particularmente não gosta de campanhas de CPA, a maioria paga pouco, as que pagam muito a conversão é muito pequena.

    Prefiro CPC e CPM.

    Responder

  7. De princípio Marcos só uso o Adsense e estou com vontade mesmo de ver esses outros métodos de monetização. Acho um tema essencial até porque quem escreve e publica bem deve ganhar algum dinheiro. É minha opinião, excelente artigo.

    Responder

  8. Concordo com tudo que você disse Marcos, eu penso que o resultado é positivo para você mesmo que você não vá gerar vendas, mas sua marca fica exposta, e você poderá utilizar outras estratégias para fidelizar o cliente..

    Responder

  9. Marcos,
    concordo com você em geral, mas também acredito que existe uma exceção, quando o custo por ação pode valer à pena: quando você faz parceria com outro blogueiro, para vender um produto específico dele e isso se for um acordo que implique em uma divisão MUITO BOA do faturamento obtido. O que você acha disso? Pela sua experiência, à partir de qual percentual isso passa a valer à pena?

    Responder

  10. Não tinha dúvidas de que o método escolhido por muitos blogs é o CPM e CPC, sendo o mais comum o CPC.

    Sou blogueiro e acho que o que é bom pra mim, deve ser também para a maioria até pelo fator básico de ser blogueiro: Ganhar por clique.

    Já li sobre o ganho por ação e não achei nem um pouco legal… Na verdade, eu nunca falei dele no meu blog pois sempre achei algo bem capitalista a ponto de um ganha e o outro perde e acho que muitos blogueiros que pensam um pouco antes de sair se afiliando sabem disso…

    Achei legal a postagem mas pra mim, o assunto já tem definição: CPC

    Responder

  11. Ganhar dinheiro com blog, pra mim é apenas uma consequência, não viso viver dele, mas entender como funciona esse sistema é importante.

    Post esclarecedor. Já tirei minhas dúvidas nos comentários que li até agora e vou colocar em prática.

    Abraço!

    Responder

  12. Incrível post Marcos!
    Fiz alguns testes com CPA nos últimos 2 meses no Códigos Blog, não gostei nenhum pouco, qualquer anúncio Adsense compensa mais.
    Acho que esse tipo de anúncio vale a pena em grandes sites de tecnologia, pois já vi um caso de um site que tirava mais de 20 mil por mês com o Compra Fácil. Todavia, pode ser que ele ganhe mais se trabalhar com CPM e CPC. É complicado, tem que colocar na ponta do lápis e fazer testes.

    Abraços

    Responder

    • Paulo,
      Eu também concordo que a melhor opção é sempre testar. Pode ser que alguns consigam bons resultados com certos sistemas e se acomodam, achando que já tá bom o que estão recebendo, sem saber se outros ou outra forma pagaria melhor.

      Responder

  13. Acho sacanagem exigir que o cara compre algo… Realmente, em outras midias as empresas pagam só pra ter o produto aparecendo. Pq na Internet não é assim?

    Fora que em outras outras midias o cara ve a propaganda, mas fica por isso mesmo, pois ele nao tem como interagir. Na Internet, mesmo que o cara não compre, ele tem como interigir: basta clicar e entrar no site. Ele pode não comprar na hora, mas certamente vai conhecer melhor a empresa, o que aumenta as chances dele se tornar um futuro cliente.

    Com propaganda em revista, jornal ou TV isso não existe. O cara vê a propaganda e só. São formatos bastante ineficientes.

    Mudando (só um pouco) de assunto…

    Tenho uma duvida sobre o AdSense do Google. Por possível usar o AdSense do Google junto com banners de outros programa no site, ou o Google exige exclusividade?

    Deu uma procura aqui e vi gente dizendo que pode, mas ainda tô na dúvida.

    Responder

    • As regras do AdSense limitam alguns tipos de propagandas que não podem ser colocadas junto do serviço deles. É o caso de ler as regras de uso. Mas basicamente pode usar de outros sem problemas.

      Responder

      • Dei uma olhada. Basicamente eles não recomendam anúncios no estilo de texto, pois dá pra confundir com os anúncios de texto do próprio Google.

        No caso de Banners, acho que eles liberam (pois banners vão ser sempre diferentes).

        Responder

        • André,
          se o programa de afiliados que você utiliza usar padrões parecidos com o Google Adsense, não é permitido. Um exemplo prático, você não pode utilizar no mesmo blog o Google Adsense e o UOL Afiliados.

          Responder

  14. Oi Marcos,

    Eu tenho minha opinião a respeito de publicidade principalmente a ad sense do google, e alguns fatores fizeram com que eu não achasse interessante.
    1- esteticamente acho feio aquele monte de anúncios, mesmo que vc determine onde e quando o anuncio será exibido
    2- geralmente as propagandas são escolhidas de acordo com o segmento do seu blog,e vc certamente estaria anunciando na sua página seus concorrentes.
    3- algumas pessoas (como eu) simplesmente não assimilam as propagandas do google, salvo em casos que realmente me interessam
    4-acho que ad sense do google, e os outros anúncios cai muito bem em sites de atualidades, moda e comportamento e até mesmo o segmento do seu blog que dá dicas para blog, mas quando se trata de sites que oferecem serviços,como o meu, acho que tem de ter muito cuidado nesse quesito, realmente não acho legal, somente propagandas direcionadas
    5 – se vc não tem um milhão de seguidores e uma quantia BEMMM significativa de visitantes diários no seu blog, vc vai estar anunciando para seu concorrente de graça.
    Concordo totalmente quer anunciar pague ou faça parcerias ou não disponibilize espaço para anúncios.

    Responder

    • Há uma forma no próprio Adsense de bloquear anúncio do concorrente se precisar. É possível segmentar o anúncio de acordo com o nicho do seu blog com tags a serem colocadas no HTML além de configurações no Adsense. Assim, não fica aparecendo propaganda de chinelo em site de tecnologia por exemplo.

      Responder

      • Sim, eu não recrimino quem usa, mais para mim por enquanto não compensa e eu acho esteticamente feio ter esses modelos de anuncios em meu blog.
        A melhor maneira na minha opinião de usar o adsense é exibi-lo no feed, assim não polui o visual, e acredito que gera mais cliques pois as pessoas as vezes acabam cicando errado.

        Responder

        • Se você ganha com AdSense porque seus visitantes clicam errado, isso é uma forma não tão legal de exibir estes anúncios. Nas próprias regras do Adsense (o Marcos pode falar melhor), não é permitido fazer isso. Os banners devem estar bem destacados do texto.

          Responder

          • Sim Rodolpho, talvez tenha me expressado mal, não acho certo ganhar porque clica errado, mas como o Gustavo Freitas disse, no tipo de semento do meu blog não acho legal exibir ad sense, apenas se for através do feed, pois não fica aquela poluição visual.
            E alguns tipos de propaganda interagem de forma diferente para mulheres e homens isso é fato. Conheço algumas garotas que ganham a vida apenas através do blog como o caso do site Garotas Modernas, e acho justo, e acho que todo o tipo de propaganda é aceito nesse segmento, até pq o que ela vende é visibilidade, o Marcos gera conteúdo de qualidade que atrai varios leitores, apesar de ter iniciado seu próprio serviço de hospedagem para gerar lucros(o qual inclusive meu site é hospedado), ainda acredito que o maior fluxo provem desse blog que faz as pessoas acreditarem nas informações fornecidas por ele e sua equipe. E a gente sabe que dá trabalho, ser blogueiro profissional, tem de pesquisar, passar horas criando um post, no meu caso ainda tenho de criar ilustrações, tirar fotos, editar uma a uma… cuidar do wordpress e responder muitosss emails com a maior agilidade possivel e ainda trabalhar muito para honrar os prazos, e claro todo mundo espera o retorno de tanto trabalho.

            Responder

    • Sabrina,
      no seu caso, você já vende um produto e esse é o objetivo principal do seu blog (pelo menos entendi assim…rs), então você tem o melhor programa de afiliados de todos, que é ter seu próprio produto. Você trabalha por CPA, mas é seu produto. Não te aconselho mesmo a colocar propaganda, pois você não está, como a maioria aqui, gerando tráfico em seu blog para ganhar com propagandas de outros e sim com o seu produto/serviço.
      Tenho um blog onde divulgo meus serviços de consultoria e criação de blogs/sites, nesse blog não coloco nenhum tipo de propaganda pois o interesse é que as pessoas cheguem no blog e se tornem meus clientes.
      Abraço e sucesso.

      Responder

  15. Eu ate concordo coma recusa do sistema cpa, tambem nao acho o mesmo justo, e na maioria das vezes bem exploratorio.Mas demosntrando um caso real meu…já tirei 219 reais num mes em um blogspot q nao tinha nem 500 visitas diarias com o submarino afiliados. Simplesmente nenhum anunciante direto que se preze iria anunciar em um blog de humor e bobeiras com míseras 500 visitas.Nem tampouco o adsense teria me dado a metade desse retorno, todos sabemos como o adsense converte pouco nesse tipo de site.

    Eu acho bem complicado, mas eu encaro o cpa do mesmo modo que o mercado livre…naquele modo de anuncio que voce anuncia lá e so paga se vender o produto, a mesma coisa o cpa.Infelizmente pra quem está começando, o cpa ainda é a solução , senão você não paga nem a hospedagem.E no caso da boo box, apesar de ter ressalvas aos sistema, eles tem boas campanhas de cpm e cpc é so nao aceitar as de cpa,que inclusive sao pouquissimas.

    Responder

  16. Muito bacana o testo.

    Como vi em alguns comentários sobre a boo-box, 2% das campanhas são por CPA e mesmo assim eu não aceito. As campanhas com CPC tem um preço muito bom, mas eu prefiro as campanhas por CPM deles, que tem uma média de R$2,50 (dois reais). Tem campanhas por CPM deles que chega a mais de R$6,00 (seis reais). Já usei Afilio, AdSense, mas, quando descobri a boo-box eu fiquei muito feliz, em relação ao AdSense, meus ganhos diários subiram mais de 80%.

    Responder

  17. Hummm… Estamos revolucionários hoje hem moço? Eu gosto rssr
    Falando sério, você tem toda razão. Em especial aqui: “Os clientes em potencial guardam aquela informação visual, aprendem a associar aquela empresa até mesmo à qualidade e relevância do trabalho do Blog onde aparecem. Repito: Isso vale dinheiro!”
    Não monetizo (nem tenho público prá isso) e concordo com a Sabrina aí em cima. Acho feio (você tem um trabalhão pra deixar o blog bonitinho, com uma composição harmoniosa e aí vem um monte de anúncio enfeiar?) e falando a verdade, eu olho o post e as fotos, se o blog for muito bacana, procuro os marcadores para passear e só. Cliente em potencial porqueira eu sou, né?
    Beijo,Pat

    Responder

    • Ahhh hoje em dia ao meu ver a propaganda mais interessante e eficaz é aquela inserida no próprio post, alguém que vc já confia e segue fala de um produto ou serviço maravilhoso vc vai direto querer saber que produto é esse, muitos programas de tv também estão mudando sua merchandising como o CQC e o programa Estrelas e Luciano Huck, me diz quem não lembra que a gilette patrocinou a viagem da equipe toda do caldeirao para las vegas, ou que a ASngelica foi entrevistar a gisele bundchen apenas para dizer que ela usa pantene nos cabelos.
      Quem tem muitos seguidores e conquista um público fiel é formador de opinião e tem de tomar muito cuidado com tudo que fala, e muitas vezes até no ambito pessoal.
      Se tá na Net vc é uma pessoa pública e tem de tomar ciência disso.

      Responder

  18. Opa, esqueci! Até que não sou uma cliente tão ruim em casos onde outros blogueiros falam de produtos testados por eles. E as vezes nem é pago, como quando vi um post com fotos, contando a experiencia da blogueira com laser para o rosto e no dia seguinte lá estava eu marcando uma sessão com a minha dermato. Pena que não favoritei o blog, queria muito agradecer àquela blogueira 🙂

    Responder

  19. Concordo totalmente com a sua visão. Já me vi muitas vezes perguntando porque a maioria dos anunciantes queria pagar por CPA, mesmo a gente colocando o banner deles e dando visão a eles. Conheço de comunicação e sei que o simples fato de ver um banner de uma empresa associada a certo blog já me faria comprar nela, e se existisse uma loja dessa empresa na minha cidade, é claro que eu veria as ofertas no site e compraria o produto na minha cidade. Atualmente uso o Google Adsense, e também uso o Boo-box e a Lomadee. No Boo-box uso apenas campanhas que pagam por clique ou impressão e na Lomadee também, mas na Lomadee só existe uma campanha que paga por clique que é a do Buscapé, e eu uso somente ela. Já tentei outros programas como Netaffiliation, mas o problema era que os anunciantes brasileiros só queriam pagar por CPA. E outra coisa é que a maioria das campanhas nos EUA e Europa pagam sempre por CPC ou CPM, sei disso pois já acessei uma agência totalmente voltada para o mercado americano, e só existia as opções de CPA e CPM.

    Responder

  20. Marcos,
    o assunto foi levantado de maneira primorosa e num momento propício, ou seja, no início de um novo ano.
    Nunca gostei de CPA por vários motivos, que incluem uma discussão ainda mais polêmica, que é a picaretagem de alguns que se auto intitulam “programa de afiliados” mas na verdade estão em busca de “otários” para mostrar os anúncios de seus anunciantes sem se quer pensar em um dia pagar o que nos deve pelo espaço reservado. A grande maioria dos programas de afiliados que tem campanhas em CPA possuem reclamações e histórias de blogueiros que não conseguiram receber o que, com muito custo e trabalho, conquistaram.
    Hoje trabalho apenas com um anunciante por CPA, que é o Cursos 24 Horas, que é um programa sério (paga em qualquer data do mês, é só você ter o mínimo de R$30,00 pra receber e fazer a solicitação), os outros só por CPC, que acho mais justo. Tenho blogs em vários nichos e também posso afirmar que o Cursos 24 Horas não vai funcionar em um blog sobre futebol, celular e outros parecidos. Mas tudo são testes…
    Há pouco tempo escrevi um artigo afirmando que o Google Adsense é o melhor programa de afiliados para o Brasil, e um dos motivos é justamente o CPC, pois por mais baixo que seja, você vai receber algo pelo espaço publicitário que reservou no meio de seu texto para sua audiência. Você tem que ser remunerado por isso, é óbvio.
    Os blogueiros precisam entender isso, se for pra colocar um anúncio de uma empresa que vai ter mais de 2.000 visualizações em sua marca em meu blog e eu não conseguir ganhar nada com isso (ganhar nós ganhamos, reclamação de nossos leitores de que a propaganda está incomodando a leitura)algo está errado. Se for pra isso, eu coloco a propaganda de algum parceiro (grátis, vai dar no mesmo) ou de algum outro projeto ou serviço que eu tenha.
    Nós, blogueiros, precisamos nos unir, tentei fazer isso tempos atrás e alguns não entenderam. Precisamos ter uma associação ou algo nesse sentido que possa orientar os blogueiros quanto a picaretagem disfarçada de “programa de afiliados” e também que possa nos ajudar a exigir nossos direitos, até mesmo na justiça,de receber o que é nosso por direito.
    Marcos, desculpe o tamanho do texto e ter saído um pouco do assunto principal, mas acredito que essa discussão seja válida também.
    Abraço e parabéns pela abordagem.

    Responder

  21. Ótimo artigo Marcos, o seu ponto de vista sobre a relação de custo e exposição que as empresas procuram está perfeito.
    Em minha opinião os programas de CPA não devem nunca ser usados em forma de banners, que ficam simplesmente expostos em determinado espaço do blog.
    Como o próprio Paulo Faustino já disse diversas vezes,esse tipo de programa só funciona caso você produza incessantemente conteúdo que fale sobre o produto ou empresa que está a vender ou indicar.

    Responder

  22. Só vale a pena o CPA caso vc tenha um afiliado com um produto muito próximo ao seu nicho de mercado. Não adianta colocar afiliado de ferramentas de SEO em site de moda.

    Responder

  23. Também concordo. Deveria ser um modelo híbrido: CPA + CPC + CPM, porque todos estes modelos precisam da visibilidade. E visibilidade vale dinheiro. A campanha do tipo CPA deveria ter valores para CPC e CPM. Porque sem a impressão e sem o clique não há a ação.
    Imaginem quantos cliques de menos de 1 dólar não geram compras de valor até 200 vezes maior, por exemplo. É meio utópico, mas é justo. Acho que deveria haver uma normatização nesse sentido para todas as campanhas, e o trabalho depreendido pelo publicador fosse recompensado de modo que houvesse uma justa satisfação de ambas as partes: dos anunciantes e dos blogueiros. Os afiliados procuram anunciantes, mas eles dependem dos sites que publicam conteúdo, geram tráfego e podem gerar receita tanto para os afiliados quanto para os anunciantes.
    Assim, em última análise, nesse sistema quem mais deveria ser valorizado é o publicador.
    Quanto mais impressões, qunanto mais cliques, quanto mais ações, mais o site/blog deveria ser valorizado e não refém de modelos que abusam do espaço que pagamos para colocar no ar.
    Se eu, por exemplo, ainda não ous domínio próprio, mas há gasto de tempo, energia, trabalho, pesquisa, provedor de internet, maquinário, programas, etc. No meu caso, ainda compro arquivos em sites gráficos, etc.
    Em todas os meios de mídia (TV, rádio, jornal, revista, etc.) o espaço é pago. Mas na internet assim não ocorre. O espaço é muitas vezes encarado como NADA. Campanha CPA = seu espaço não vale nada + o clique não vale nada. Fora que não é dado ao publicador ferramentas que possam fazer com que nos certifiquemos de que houve a ação de compra.

    Responder

  24. Bom tema sem dúvida.

    O problema é estamos reféns da tecnologia, ou seja, no mundo virtual é possível medir tudo, saber quem fez click, quem viu, quem comprou, quem preencheu formulário… sabemos tudo e podemos medi-lo. Assim os anunciantes “aproveitam-se” desse facto para pagar (ao afiliado) só se fez a compra, ou só se fez o registo, etc.

    Não tenham dúvidas que se no jornal, num placar ou na tv isso fosse possível… o modelo CPA também estaria lá presente!

    Quem sai prejudicado somos nós blogueiros que vendemos a imagem, vendemos a marca, mas se não fizer o registo/comprar nós não recebemos nadinha… mas a PUB no entanto esteve lá, gratuita, de borla…

    Responder

  25. Apesar do artigo ser interessante, não concordo com a opinião do autor, penso que ofertas CPA é na realidade onde se ganha dinheiro, e como gosto de pensar que ofertas diferentes requerem estratégias diferentes, alem do que não é possível comparar adsense com CPA, adsense é passivo, o visitante chega ao teu site e você espera que ele clica num anúncio e vá embora, no caso de ofertas CPA se você fizer isso, esta cometendo um grande erro.

    A promoção de ofertas CPA é (ou tem que ser) ativa, geralmente quem tem sucesso com ofertas CPA cria uma site específico para a oferta ou para um grupo de ofertas (review sites) similares, e investe um bom dinheiro em publicidade (PPC, media buy, etc), algo mais ou menos assim, gasta 100, ganha 150, gasta 1000 ganha 1500, gasta 10000 ganha 15000, onde a única limitação é a sua capacidade de investimento.

    Em muitos paises o investimento em publicidade online já ultrapassou as publicidades tradicionais (radio,tv, jornais e revista), isso por que quando você investe em publicidade na TV, não tem (de forma precisa) como medir o resultado, agora com publicidade online você tem como medir com precisão o que resulta e o que não funciona.

    Agora é complicado dizer que promover oferta CPA é conformismo, e geralmente somos nós(blogueiros) que procuramos ofertas CPA para promover, e não as networks que oferecem, e se alguem tem um site grande o suficiente, pode cobrar o que quiser pelo espaço publicitário (já viram os preços de publicidade no uol.com.br)

    E pra concluir, se você trata oferta CPA da mesma forma que trata adsense, voê esta fazendo errado.

    Responder

  26. Esse é um assunto que gera muita controvérsia, pois cada um pensa de um jeito. Concordo com o Marcos… No meu ponto de vista, os programas de afiliados que pagam por CPA são muito difíceis de converter, pois dependem de uma boa lábia para convencer os visitantes a comprarem algo, sem falar que, caso você venda os produtos, muitas vezes é preciso travar uma batalha e rezar muito para poder receber de algumas empresas. Na maioria dos casos é melhor posicionar bem os anúncios do AdSense e tentar converter alguns cliques, do que ocupar espaço com “CPA”! Conforme o Gustavo Freitas referiu no comentário acima, são poucos os programas de afiliados por CPA, que pagam em dia (a empresa que ele referiu é verdadeiramente uma das que pagam em dia)!

    Sites que vendem Produto Próprio (tipo o da Sabrina Climaco), devem focar no produto, espalhando o máximo de informações (convincentes) pelo site! Colocar anúncios (de concorrentes ou não) num site que vende Produto Próprio, é “dar um tiro no próprio pé”; você irá dividir a atenção do cliente com os anúncios, deixando o marketing do produto muito enfraquecido! Aproveite cada espacinho do seu site para expor e falar do seu Produto e não esqueça de otimizar o SEO ao máximo! Tenho certeza que você obterá muito mais lucro!

    E, voltando ao assunto do CPA, em 95% dos casos não vale a pena. Porque muitas empresas pagam fortunas para os grandes portais, somente para expor a sua marca; mas, quando chega nos sites menores, querem pagar CPA?!! ISSO TEM QUE ACABAR! Acho que nós blogueiros (pequenos e médios empreendedores da internet) devemos nos unir e dizer NÃO à exploração! Por menor que seja um blog ou site (desde que receba alguns visitantes), ele tem condições de expor uma Marca e capturar clientes, seja para hoje ou amanhã… um bom marketing, tem o poder de ficar na mente das pessoas! As empresas devem pagar um preço justo para expor as suas marcas, mas não em CPA e sim em CPM ou pagamento mensal para exposição da marca; na última opção o CPC (a partir de R$ 0,50)!

    Essa é minha humilde opinião! Desculpe o tamanho do (artigo) comentário, Marcos!

    Forte Abraço.

    Responder

  27. Pingback: Vale a pena participar de programas de afiliados? Marcos Lemos e Paulo Faustino, vocês dois estão certos!

  28. Muito bacana o debate, principalmente pela exposição de idéias e mostrar que no mundo da blogosfera não existe verdade absoluta e sim que cada blogueiro tem sua melhor forma de rentabilizar.

    Acho que um dos grandes problemas está na cultura. O Paulo por ser europeu e nós brasileiros. Por termos esse (seja para bem ou para o mal) “jeitinho brasileiro”, ficamos sempre com o pé atrás, pois alguns “sacanas” como o Gustavo Freitas falou, sempre tentam nos passar pra trás.

    E acho que pelo Paulo sempre ter feito negócios com empresas de origem europeia ou até americana não passou por esse “trauma”.

    Como o Gustavo disse, uma exceção a regra de empresas brasileiras é o Curso 24h, que faz um bom trabalho. Mas veja até mesmo grande empresas como o submarino, que ficam meses e meses sem pagar seus afiliados pela ação da venda…. isso realmente “traumatiza”.

    Porém, apesar de não discordar totalmente de nenhuma das duas visões Marcos, tendo a concordar mais com o Paulo, principalmente pela função exponencial que leva os programas de afiliados (os corretos, diga-se de passagem).

    Como escrevi, comentando no blog dele: uma página de aterragem bem feita, traz uma renda constante por um bom período de tempo sem tantos esforços de quanto depende por exemplo a busca constante de anunciantes para um blog.

    O trabalho de chegar nesse nível é tão dispendioso quanto. Os dois conceitos exigem grande esforço e trabalho, mas me parece que no método de afiliados a linha faz uma curva ao longo do tempo, enquanto no método de busca de patrocinadores a linha me parece sempre uma diagonal crescente…

    Desculpe pelo comentário que mais se parece um post Marcos! =p
    Grande abraço e até a cpbr!

    Responder

  29. Olá

    Depois de muito testar vários programas de afiliados e campanhas, cheguei a conclusão que isso é relativo,no meu blog por exemplo tenho um programa de afiliados da SIGMA por CPA , que rende mais que as campanhas por CPM e CPC,mas já testei alguns por CPA que não me renderam nada até retirei do blog, o único por CPA que mantenho é o da Sigma que tenho ótimo retorno.
    Campanhas por CPA dão retorno de acordo com o nicho do seu blog.
    Do mais só coloco campanhas CPC e CPM que são as que dão mais retorno, já testei algumas que renderam pouco outras mais, assim na base do teste fui vendo o que dava certo e dava retorno em meu blog e mantenho.

    Responder

  30. uma questão interessante também é que se somente ficou o adsense para monetizar-nos, então a briga por tráfego qualificado ou não está feita!

    a não ser que venhamos vender nosso próprio produto para um público segmentado…

    -ainda existem muitos pros e contras na web por se descutir

    Responder

  31. Acredito que a grande questão é: Qual sistema serve para seu blog? Não adianta muito querer ganhar por cada 1000 page views, quando seu blog não tem nem 2 mil visualizações mês. O uso Adsense só é relevante quando seu blog atrai um público específico onde produtos, serviço e conteúdo são úteis para quem consome aquele tipo de informação(não é o caso de metablogs nem blogs de humor), na minha opinião, além de ter de possuir trafego alto suficiente para gerar receita e não migalhas. Gosto muito do Busca-pé como afiliado, mais acho o valor pago de 0,25 centavos mau distribuído,pois eles pagam no 2º clique (pq o 1º clique não vale nada?) não poderiam dividir 0,25 centavos por dois, uma parte no primeiro e outra no segundo clique, nesse ponto concordo que há é exploração do blogueiro que usou recursos do seu blog para vincular um anúncio e não ganha nada por isso. Para mim o sistema ideal seria um que pagasse por cada visualização e assim cada visita seria remunerada, mesmo que 0,01 centavo, assim um blog com 1000 visitas/dia já poderia gerar algum valor interessante, sendo esse valor acrescido se houver cliques no anuncio e mais um acréscimo caso compre o produto ou adquira o serviço, mas acho que isso é “utopia”, parafraseando Marcos Lemos

    Responder

    • Mirko29,

      O Paulo é um grande profissional e muito respeitado na blogosfera quando o assunto é ganhar dinheiro com blogs/sites. Todos os pontos de vista tem sua verdade e se aplicam a situações variadas do mundo dos blogueiros.
      O que fizemos foi provocar o debate para ajudar todos a pensar e descobrir o que pode ser melhor.
      Comentei no post do Paulo, expressando minha opinião lá tb. Eu concordo com a visão dele e ele está certo naqueles argumentos, assim como ele tb entende meus argumentos e concorda com eles. O mais importante é que a blogosfera pode aprender sobre o assunto e todos ganhamos com isso.

      Responder

      • Perfeito, comentei no post dele também, porem não deixei de lhe da os devidos créditos, pois essa questão que você levantou é muito importante, pois o (CPA) talvez funcione bem em blogs já consolidados, onde o dono tenha uma vasta experiência no assunto, mas para blogs pequenos que está iniciando agora, eu tenho certeza que não é uma boa maneira de rentabilizá-lo, e podemos ver que este assunto não foi levantado por um blogueiro qualquer, foi levantado por alguém que já tem se destacado e se tornado um espelho para multidões de novos blogueiros, você só tem a ganhar com este trabalho e nós também, valeu pelo a resposta, e claro em um debate seria impossível todos serem a favor.

        Responder

  32. Aqui ta parecendo uma Guerra, rsrsrsrsrs! Se qualquer opinião importa darei a minha. Penso que de fato as formas como se usa para ganhar dinheiro com blogs não é relevante desde de que saiba vender bem, quero dizer um velho ditado que diz que a propaganda é a alma do negócio. Mas poucos entendem o sentido desta frase, ao ditá-la referimos que banana em blog de tecnologia pode vender bastante, basta ter lábia como falamos aqui em minha terra.

    Ao comentar sobre este tipo de anúncios CPA, vejo que foi uma faca no coração do Paulo Faustino, pois o mesmo usa com maestria estes sistemas para gerir lucros no seu blog e poucos anúncios Adsense. Por outro lado (somente exemplo), sites como o Baixaki vivem basicamente de anúncios Adsense. Como exemplo firmo que cada um se especializa em determinado tipo de propaganda a oferecer e ambos o fazem muito bem.

    Como blogueiro devo pensar a forma que meus visitantes veem o meu blog, e realmente é muito chato ver esses anúncios, mas os mesmos em sites como Brainstorm9 são até atrativos aos olhos e dão um visual extra, veja como blog a blog pode passar de formas diferentes seus anúncios, percebo também em blogs estrangeiros que não se usam mais este design usado por nos brasileiros, os templates usados la fora mistura-se aos anúncios de forma muito natural e atrativa. Tudo é uma questão de ponto de vista e saber usar da reflexividade, estudar a finco como um programa de afiliados trabalha, seja qual for seu método e estudar seus visitantes, nicho de mercado etc. Realizando sua estrategia de marketing digital.

    Concordo com Gustavo Freitas a qual acompanho seus artigos, quando se refere que de certa forma, estamos liberando um espaço pelo qual possivelmente não seremos remunerado, tenho a opinião convicta de que métodos alternativos deveriam ser aliados a esse sistema de anúncios, mas porque isso não acontece? Porque não há manifestação por parte dos blogueiros em discordar e exigir melhores condições de vinculo entre essas empresas e blogs. Em parte descordo com a legalização direta dos blogueiros, direitos requerem deveres e não sei se nosso mundo esta pronto para isso, não quero ver a lei da SOPA invadindo nosso território, rsrsrsr!

    Entretanto qualquer trabalhador anonimo, no caso o blogueiro já tem seus direitos garantidos e em caso de discórdia e mesmo exploração por parte dos programas de afiliados seria possível recorrer judicialmente, o que nos falta e novamente concordo com Gustavo Freitas é a falta de organização em nosso meio, mas até que gosto pelas inúmeras oportunidades que temos em mãos e pouco aproveitadas.

    Mas afirmo que qualquer coisa pode ser vendida e muito bem na internet, basta saber como! Como exemplo a vocês deixo o blog “INDUSTRIA DA DECPÇÃO”, que fala justamente como empresas iludem, hipnotizam seus possíveis clientes para comprar qualquer coisa e isso é muito comum ocorre na TV, um dos motivos porque evito assistir TV. Não concordo com esse método é apenas para ter uma noção do que ocorre e de como é possível trabalhar com qualquer tipo de programa de afiliados, seja CPA, CPM, CPC…

    Abraços a todos!

    Responder

  33. Boa discussão. Acho que existem os diversos modelos de anúncios, CPM, CPC, CPA, venda direta de espaço, para atender às diversas necessidades dos anunciantes e também dos blogueiros. Como nosso blog está ligado diretamente a venda de produtos, o melhor retorno tem sido do CPA.

    Responder

  34. É bem complicado saber qual é o que rende mais para seu blog o jeito mesmo é o que sempre dizem testar,testar e testar.

    CPA não é tão ruim se incluirmos que o CPL custo por lead trás bons resultados para alguns tipos de blogs,pois só é preciso ou deixar o numero do seu celular ou apenas o nome e email.

    Pelo menos comigo o que rende mais é indicando afiliados e ganhando pelo cadastro já que sei que neste nicho é uma das coisas que mais trás resultados,enquanto que alguns nichos que atraem mais paraquedistas pode m ganhar mais com CPC e comissões por vendas.

    Mesmo com toda essa polemica ainda acredito que as melhores maneiras de rentabilizar um site/blog é de vender seu próprio produto seja digital ou não e usar algum programa de afiliado.

    Abraço!

    Responder

  35. ótimo artigo, concordo com tudo o que está escrito. Notei que que diversos blogueiros, mesmo os que se dizem Probloggers, são reféns de programas de afiliados.

    Responder

  36. Muito bom esse artigo.

    Concordo quando você diz que cada posição vale dinheiro e também concordo quando diz que cada empresa deveria pagar por posição ao invés de por uma ação (na verdade, uma dupla ou tripla ação – até o usuário fazer a compra). Porém, imagine quantos sites ficariam de fora dessa. Sabemos que muitos blogs não são grandes e não possuem um bom conteúdo. Muitas vezes até recebem muitas visitas, mas não são focados e além do mais os artigos são apenas voltados para conseguir visitas. O prejuízo das empresas de afiliados grande.

    No meu blog, tenho um cliente que preferiu fazer anúncios isolados em diversas áreas do blog e isso aumentou muito sua visibilidade. A marca cresceu sensivelmente e, a longo prazo, isso significou muitas conversões a mais do que eu sozinho geraria. Por isso concordo com seu ponto de vista quando diz: “Esquecem que aquela peça publicitária foi vista por dezenas/centenas/milhares de pessoas e que isso já é um resultado positivo para eles. Os clientes em potencial guardam aquela informação visual, aprendem a associar aquela empresa até mesmo à qualidade e relevância do trabalho do Blog onde aparecem. Repito: Isso vale dinheiro!”.

    Muito boa essa discussão!

    Abraço,
    Anderson Chipak

    Responder

  37. A verdade é que o tipo de pagamento depende de cada blog. Um blog pode se dar bem com o modo de pagamento CPA e se dar mal com o tipo de pagamento CPM, mas outro blog pode ser dar bem com o tipo de pagamento CPM e se dar mal com o tipo de pagamento CPA. O indicado é que sempre quando se for monetizar o blog é começar com o Google AdSense, pois ele paga por CPC. Depois que estiver com o Google AdSense é só ir testando outros modos.

    Marcos Lemos concordo com o seu ponto de vista e com o ponto de vista do Paulo Faustino também, aliás, cada blogueiro deve respeitar o ponto de vista do outro.

    Responder

  38. Pingback: Os melhores artigos da semana na blogosfera | Quero Criar um Blog

  39. ganho muitos mais (7 ou 8x mais) dinheiro com afiliados do que com o Adsense ou publicidade directa (e vendo alguma).
    Cada um deve encontrar o seu metodo e a sua forma.
    Ganho com programas de afiliados sem sequer usar um site. Para se ganhar com Adsense ou CPM tem de se ter um website com muitas visitas, enquanto que com afiliados pode-se ganhar dinheiro (e muito) sem website ou com poucas visitas.

    Responder

  40. Marcos achei maravilhoso os dois comentários, argumentos válidos que nos fazem pensar em como utilizaremos o espaço oferecido em blogs, sou nova nesta área, mas já aprendi que espaço e propaganda valem dinheiro, concordo com você, pois quando alguma marca de produtos compra espaço em um muro para propaganda e anuncio ela paga pelo espaço e não pelo que gera de visualização e o dono do muro certamente vai querer receber também pelo espaço e não pelo que gerou de vendas.

    Responder

  41. Interessante artigo, mas também é algo interessante oferecer espaço pago ou parcerias por resultados efetivos. Creio que o melhor a se fazer é cobrar por tráfego: quanto mais tráfego tiver o site, maior será o valor do anúncio e não por CPA ou CPM.

    Um tráfego direcionado para 100.000 visitas no mês é mais atraente e tem muito mais chance de fechar vendas do que um site com 1.000 visitas por mês. Por isso, o valor do anúncio (minha opinião) pode ser proporcional ao valor pago.

    Grande abraço
    Cheferson

    Responder

  42. Pingback: A realidade dos programas de afiliados no Brasil | Quero Criar um Blog

  43. Olá Marcos!
    Muito bom este artigo, concordo mesmo, os anunciantes a este quesito querem ganhar muito e pagar pouco pela massiva divulgação que eles ofuscam, muitas pessoas veem os banners em nosso blog, talvez nem cliquem, apenas guardam o logo da empresa e depois vão direto ao site, por isso eu bani este tipo de divulgação do meu blog, agora só uso espaços publicitários, publicações em redes sociais, e estudando criar a conta do Adesense e escrever um E-book mais adiante.
    Obrigado pelo conhecimento a mais Marcos.
    Boa tarde e sucesso.

    Responder

  44. Depende muito mais muito mesmo, por exemplo em 5 dias você referi uma pessoa e ela compra um produto e você ganha $ 200 reais de comissão.

    E em 5 dias você vê clicks e mais clicks no adsense mais chega a só 120 reais.

    No edsense você já vem ganhando então sempre terá algum lucro pelo menor que seja no outro você corre o risco de não ganhar nada mais poderá ganhar muito mais.

    Então o que você faz? Usa os dois sempre dá um jeitinho de você fazer dinheiro com todas as formas possíveis, exemplo vamos dizer que não deu certo no blog com a remuneração por venda, ue divulgue no facebook ou no twitter. Continue tentando até achar uma outra forma mais lucrativa para substitui-la.

    Responder

    • Marcos lemo penso que todos deveria fazer uma página com o que você escreve nesta Postagem! e deixar um aviso que vamos começar a cobrar o espaço e o tempo de exibição, confiando na visibilidade que o Blog tem e no alcance de público que temos. assim eles vão nós dar valor e ver que somos nó quem mandamos não esses sites de afiliados!!! qualquer que seja eles vai a passar ver que somos nós o patrão!!! e ai pessoal vamos começar o que o Marcos lemos diz!!!!!!! vai ser o primeiro passo para começar a ganha e mostrar que temos muito mais que divulgar simplismentes sites!!

      Responder

  45. Eu acho que faz todo o sentido em utilizar um programa de afiliado que paga por CPA.

    Do lado de quem investe num programa desses, o investimento é muito mais controlado e apenas paga se ganhar algo e aí sim tem certeza que tem retorno no investimento.

    Eu tenho reparado que todo o mundo faz comparações entre programas de afiliados e Adsense mas comparam o desempenho de 1 banner ou 1 artigo sobre determinado produto com a performance de Adsense em todo o site.

    Vende um produto por afiliação, divulga esse produto e ao fim de 3 ou 6 meses faz o balanço do desempenho de Adsense na página do produto em comparação com as comissões de venda do produto.

    Se o Adsense ganhar é porque a audiência do teu site não está interessada nesse produto.

    Responder

  46. Li seu artigo e também do Paulo, e sinceramente, dou-lhe os parabéns, a visão é exatamente esta que colocou, e ainda acrescento, o lixo que é que todas as agências possuem os mesmos anunciantes em campanhas CPA, deve ser briga nos bastidores para conseguir a conta, e os anunciantes devem adorar isso fazendo leilão, podem reparar, são exatamente as mesmas. Agora vamos imaginar que somente uma agência tivesse a conta A e outra a B e assim por diante…
    Utilizo todos os tipos, acredito que o CPM ainda é o mais justo sim, mas ainda acho que no Brasil, levam os blogueiros (sim, classe desorganizada) na brincadeira, os valores são ridículos comparados com o que pagam lá fora.

    Responder

  47. O importante é gera lucro e se possível use todos os meios possíveis de gerar lucro, sem poluir seu site e seu conteúdo, pois um negocio que não tem lucros é mesma coisa de se escravizar, e seja inteligente procure meio de gerar lucros com propagandas que sejam agradáveis, e complete seu conteúdo,exemplo se seu site é sobre tecnologia não vai querer propagandas de roupas e de viagens nele, embora parece irônico a muitos que não sabem gerenciar programas de afiliados, desse modo não tem como gerar renda.

    Responder

  48. Pingback: Por que você perde tanto dinheiro com seu blog? - [Blogando com Facilidade]

  49. Pingback: Quais são as alternativas ao Google AdSense? | DICAS DE WEB

  50. Eu concordo com o Paulo Faustino.

    Vivo de programas de afiliados à mais de 3 anos e nunca vendi espaço para anunciante ou utilizei adsense.

    Recomendo programa de afiliados de infoprodutos, como o hotmart pois este paga bem, e os produtos convertem muito.

    Caio

    Responder

  51. Marcos se o adsense banir minha conta, o dinheiro ja depositado na poupança, sera tomado pelo google?

    Seu resposta sera de grade ajuda para min e meu amigos que estão com a mesma divida.

    imagem do meus ganhos: [Link suprimido]

    Agradeço antecipadamente pela resposta.

    Responder

    • Bruno,
      Primeiro, nunca divulgue seus ganhos no AdSense. É contra as regras do serviço.
      Bom, se houver alguma punição e sua conta for excluída, você perde seus ganhos acumulados.

      Responder

      • Haí que está a mair pilantragem desse sistema, debería existir uma lei que prohibida esa empresa senvergonha de ter ese direito. Eles mantem e pagam mesmo aos grandes, os que geram mesmo muito lucro, e o resto, cuando llegam aos 70, 80 dolares inventan cualquer escusa para cerrar la cuenta y bau, bau, deixam as pessoas de otarios. En esa ‘regla’ se ve que a empresa é pilantra, porque se uma página teve o serviço que fosse e anunciando para eles durante um tempo, se decidem cancelar deveriam ser obrigados a pagar aquilo que o usuario acumulo. Adsense? Uma rede de mafiosos.

        Responder

  52. Meu amigo,

    O Fato é o seguinte, para ganhar dinheiro com CPA, é preciso CONVERSÃO, e só se CONVERTE, com TRAFEGO QUALIFICADO.
    A Forma de monetizar (ganhar dinheiro) com CPA, é MUITO DIFERENTE AdSense.
    Nos programa de afiliados CPA, o fato é, eles querem CONVERSÃO, e não exposição. SACOU?
    É verdade também, que para ganhar dinheiro com CPA, é necessário saber muito mais que escrever textos paraquedistas. SEO, Links Patrocinados, Redes Sociais podem muito bem entrar no planejamento. QUE CONSIDERO MUITO MAIS LUCRATIVO QUE O ADSENSE (SIM)!
    Existem programas CPA, pagando 30 ~ 40 dólares por conversão.

    Responder

  53. Pingback: #12 BlogCast – Monetização e Programas Afiliados para Blogs | [ Ferramentas Blog ]

  54. Pingback: BlogCast - Dicas e informações sobre monetização com programas de afiliados | Quero Criar um Blog

  55. Pingback: Marcos Lemos ou Paulo Faustino, quem tem Razão? | Dinheiro Mais

  56. Pingback: programa de afilaidos por CPA | Blog na Carteira

  57. Eu li toda esta postagem,e achei muito interessante o seu posicionamento,e estou plenamente de acordo,eu acho que só o fato do banner de uma empresa estar esposto num site ou blog é uma grande propaganda,se tornara em breve uma conhecida grif pela esposição independente de ser clicado ou não.

    Responder

  58. Pingback: Apresentação do Podcast da Revista Blogosfera | Revista Blogosfera

  59. Sempre ganhei dinheiro com programas de afiliados utilizando blogs, é uma excelente forma de ganhar dinheiro na internet, desde que crie um blog de nicho e promova os produtos certos com boas estratégias de marketing na internet.

    Porem para começar a ganhar dinheiro precisa fazer testes, otimizar o blog, os posts, escolher os melhores programas de afiliados para aquele nicho, enfim, não é fácil, mas é uma boa forma de ganhar dinheiro!

    Responder

  60. Caro Marco,

    Faz tempo que não comento em seu site,e volto pra entrar num assunto que venho falando entre amigos, porem meu portal não é voltado a divulgar esse tipo de ação,mas gostaria demais de participar de uma campanha a favor aos seus pensamentos, afinal a propaganda INSTITUCIONAL é valida e praticada em qualquer meio de mídia, e porque na net não é ?
    Talvez Marco…é porque uma grande massa de blogueiros não tem a preparação a entender o que é marketing.
    Nessa mesma massa de pessoas, entendem que seu blog está lá mesmo, e colocar “qualquer coisa” e ganhar qualquer trocadinho, é lucro !!!

    Nós temos o poder nas mãos, e blogs que valem dinheiro de verdade, é aqueles que os programas de afiliados sonham em estar lá, portanto seria muito interessante praticar uma campanha, seja divulgando um selo em nossos sites, ou outra forma, que manifeste que nós temos o poder.
    Meu portal mesmo, tem programa de afiliados, até por ” osmose”, pois canso de procurar por CPM, que pra mim é o mais digno das ofertas, e que nesses muitas empresas não honram o que colocam nos sites.

    Acho também, que tem muita agência de publicidade perdendo oportunidade,pois se resolverem trabalhar com anunciantes que pagam no formato de propaganda institucional, teriam uma procura enorme de interessados.
    Parabéns pela iniciativa, vejo aqui sempre alguns manifestos corajosos de uma pessoa de caráter, e como li muitas vezes em seu site, que se manifesta de quem manda no seu blog é vc, e assim temos que agir para nossos rendimentos com a net.
    Fazer um mídia kit e oferecer à agências de publicidades voltadas à internet, também é uma boa alternativa, para inverter a situação , e poder impor a regra.
    Estou no inicio desse trabalho,mas muitas pessoas pensando assim, facilitará bastante.

    Por favor, se fizerem alguma campanha nesse segmento, quero participar, e divulgar para meus cadastrados e inscritos no newsletter.
    Abraço fraterno,

    Responder

    • Olá eu gostei postagem,e achei muito interessante ,concordo com você
      imagina se todos os sites e blogs deixar de fazer os anúncios de bannes e divulgar site como ia ser esses programa de afiliados!!! somos nós a maior parte os blog que dar a vida para que esses programas de marketing. seja reconhecidos!! penso que mesmo em um blog grátis somos sempre a isca para o tubarão ficar gordo, penso que deveria se como você diz na postagem !! sabe que muitos nos usam e depois some da Midia sem dizer o muito obrigado idiota por me ajudar a ser reconhecido!!! uma pena que na Internet as pessoas muitas vezes para ganha uns trocados passa por situação humilhante!!

      Responder

  61. diga_nao_ao_CPA, acho que já é hora de ter alguem pra falar por nós (blogueiros)

    está mais que provado esse tipo de comissão por CPA so da vantagem pro assinante
    pois uma pessoa ver o anuncio no seu site depois clica e no final desiste de comprar

    ae bota ae depois de 2 dias volta com o dinheiro pra comprar e vai direto no site
    do anunciante e ai

    ae tu me fala “é o cookie” ae eu te respondo que merda de “cookie” esse de 15 dias(geralmente 3 dias) e se o cliente limpou o navegador ou limpou automatico ou se ele entrou de outra maquina fala pra min ou qualquer outra coisa?

    outra pergunta sera que existir mesmo esse “cookie” instalado.

    você ta empobrecendo e enriquecendo mais ainda os ricos

    ele te ganha na falta de conhecimento teu

    por isso vai a dica => diga_nao_ao_CPA diga_nao_ao_CPA diga_nao_ao_CPA

    Responder

  62. Ola Marcos, tudo bom

    Não acompanho muito o seu blog, mas te conheço por falarem muito de ti.

    Nessa questão de CPA ou CPM, eu concordo plenamente contigo. Os anúncios que pagam por ação é meio complicado para nós blogueiros. Foi como o amigo acima disse, a pessoa pode até clicar no banner e se interessar no produto, só que na hora por algum motivo ela não comprou. Ai no dia seguinte ela lembra, entra direto no site da empresa e compra o produto. E ai, e nós? como ficamos nisso?

    Eu possuo um blog de um nicho único na internet, quase não existe blog igual ao meu. Foi criado por diversão, mas hoje ele gera mais de 10 mil visitas diárias, e menos de 1 ano de vida ele já atingiu a marca de 1 milhão de visitantes.

    Até hoje não conseguir rentabilizar ele! Nada que eu aplico dá certo!

    È dificil achar alguma campanha em CPM que possa ser colocado no blog, e as campanhas CPA, geram alguns cliques e nada de vendas. Complicado né!

    Estou apoiando a campanha – “Diga não ao CPA”.

    Até mais e Sucesso.

    Responder

  63. Marco,

    Eu de novo…

    Outra coisa que me revolto, è referente às poucas campanhas que se tem por CPM, e quando resolve participar, elas DETERMINAM que o cookie seja por x dias, por exemplo, em um dos programas afiliados que sou cadastrado,todas as campanhas( apenas 6 ), soa de 30 dias, ou seja, um roubo, pois vc faz a empresa aparecer, todos os dias, 24 horas por dia, e eles somente registram como visualizaçao o visitante novamente apòs o 31° dia…me sinto roubado ! Pior..entram dentro de minha casa, e ainda defininem as regras.
    Imagine fazer uma campanha de 48 horas, todos no mesmo dia, de nao exibir nenhuma publicidade referente ao artigo em destaque, seria mais prejuizo para eles, do que para nòs !

    Responder

  64. Bom dia Marcos, li aqui sua matéria e também concordo com você quanto ao pagamento por CPA. Só de colocar um banner, anúncio que seja, de uma determinada empresa em nosso blog já estamos fazendo uma propaganda da mesma e não ganhar nada quanto a isso não considero uma forma correta. Hoje estou aposentado, mas trabalhei muitos anos no ramo editorial e lembro que os anúncios pagos por empresas em revistas ou pela TV eram e acredito que ainda são caros o espaço. Eu sinceramente dou preferência de 99% aos anúncios cujo pagamento sejam por CPC ou CPM. Anúncios pagos por CPA eu prefiro não colocar, temos muito trabalho também em colocar bons conteúdos em nossos blogs e sites!

    Abraços e sucesso!

    Responder

  65. Gostei muito dos teus esclarecimentos, e concordo com vc, se aparecer alguma propaganda no blog que seja pago um valor pelo espaço. Tenho recebido muitos emails de parcerias mas fico com muitas dúvidas e acabo desistindo.

    abraço!

    Responder

  66. Eu entendo que o formato de Custo Por Ação é, na verdade, uma forma de transformar o blogueiro em vendedor. Mas daqueles vendedores que só recebem se venderem. Ora, hoje em dia qualquer vendedor de loja só tem interesse em trabalhar na loja se receber um salário fixo MAIS um percentual sobre cada venda em seu nome, afinal ele acompanhou o cliente dentro da loja, apresentou o produto e tudo mais. Mesmo que aquele cliente não tenha efetuado a compra naquele momento, ele pode decidir fazer isso dias depois ou indicar a um amigo. Nesse caso a preferência será pela loja em questão, no mínimo pelo bom atendimento.
    Sendo assim o CPA é um processo escravista e o CPC é um abuso. O bom mesmo seria se o foco das campanhas fosse no espaço ocupado, somando (claro!) os cliques (que já são uma ação) e a ação solicitada pelo contratante.
    Afinal: quem é mesmo que clica em tantos banners? E se já tiver clicado antes, quem clica de novo?
    Mas: quantas vezes e em quantos lugares (virtuais) diferentes você já viu aquele mesmo banner daquela mesma marca, que você até já sabe o que diz e do que se trata bastando ver apenas o primeiro frame do GIF?

    Responder

  67. E se o consumidor conhecer a marca e o produto pela internet (banner no meu blog) mas preferir comprar numa loja física (como tanto acontece com os celulares chineses)? Eu não ganho nada com isso?

    Responder

  68. Sinceramente, não vejo problemas com a publicidade por CPA. Como alguns outros companheiros comentaram aqui neste espaço, cada tipo de publicidade tem seu espaço e cabe ao blogueiro decidir qual a modalidade mais adequada á sua realidade.

    Eu, particularmente prefiro os programas de afiliados ao AdSense, por entender que o retorno é maior, porém, não descarto a possibilidade de também aderir ao CPA e ao próprio AdSense.

    Sucesso a todos!

    Responder

  69. Muitos defensores de CPA e CPL vivem dos cadastramentos de blogueiros inexperientes feitos nos programas de afiliados clicados em suas páginas. Estes com certeza ganham dinheiro. O blogueiro iniciante faz o cadastro na ilusão de ganhar dinheiro com vendas depois de ler um artigo de vender cadastro. Infelizmente é uma dura realidade.

    Responder

  70. Marcos eu ainda sou nova no pedaço, meu blog,é voltado para o público cristão; eu mesma construí, tendo cuidado em não atingir quem quer que seja. Tenho anúncios adenses. Realmente concordo com você; os anunciantes deveriam ”SIM”pagar pelo espaço que seus anúncios ocupam. Porque quando um blog é visitado; alguém está interessado no SEU artigo e se depara com um anuncio,mesmo que ele não clique mas ”VISUALIZOU” aquele anuncio poderá ficar em seu subconsciente e aquele leitor poderá ir até a determinada loja adquirir aquele produto. Recebo inúmeros emails de anunciantes para exporem seus produtos em meu blog; Muita vezes já aconteceu de eu bloquear alguns anúncios que poderiam chocar aos meus leitores.Quero ganhar dinheiro, mas tenho dignidade e respeito pelos meus leitores. Não podemos de forma alguma permitir que os anunciadores usem o “nosso espaço” para divulgarem aquilo que querem! Além de ter o espaço de graça ainda abusam! Gosto que os meus leitores sintam-se à vontade em meu blog leiam os artigos, visualizem anúncios que não venha denigrir a imagem do meu blog.
    Blog anamariasalmo23reformulado

    Responder

  71. Campanhas CPA são muito irrelevantes quando expostas de forma passiva em um site. Isso funciona bem para campanhas CPC mas não para CPA.

    A estratégia para ganhar dinheiro com CPA tem que ser diferente. É preciso vender ativamente com o link de afiliado, chamando o visitante para a ação.

    Responder

  72. Falta muito para que os blogs cheguem ao nível da TV.A questão é :Será que vale a pena mesmo eu colocar um anuncio no meu blog ocupando um espeço nele e mil pessoas diárias ou mais vendo a propaganda sem eu ganhar nada…e só ganhar se eu o visitante clicar e comprar? e no meu caso como vou pagar a internet ,meu tempo,minhas ideias, informações.., isto é, o custo operacional do blog : COB.Deveria ter um “piso” de rendimentos imediatos, por exemplo,cem reais garantidos por mês independentemente de CPA.

    Responder

  73. “You good”… concordo com você em número, genero e grau.
    Entendo, ainda, que o google, sutilmente, fez uma legião de escravos que trabalham de graça, tornando-o tão milionário quanto são. E mais, existem milhares de blogs abandonados, que outrora tinham inúmeras visitas e que permanecem ativos com propagandas adsense, mais ganhos….
    De minha parte a “festa” acabou! Fora todos os anúncios adsense.

    Sucesso

    Responder

  74. Realmente os programas de afiliados não é um bom negocio principalmente os que tem janela[tempo]determinado,ou seja se o internauta compra um produto através do link depois de trinta dias,o blogueiro não será comicionado.mas alguém ganhou,menos o blogueiro.veja o lomadee por exemplo alguns de seus anunciantes pagam até 18% de comissão por venda uma janela de comissão de 7-10-30 e até 90 dias,Mas o anuncio fica permanete no blog gerando lucro para todos,menos para o conformado blogueiro.que acha que não esta tendo sorte,mas na verdade esta sendo enganado.O lomadee tambem paga por CPM, mas é uma miseria não vale apena.

    Responder

  75. Tudo se resume a informação.No começo se tem a ideia de ganhar dinheiro com a internet,ai vem a ideia de fazer um blog, então quais são as informações que você dispõe? Programas de afiliados, então você vai lá e se inscreve ,mas é com o tempo que você tirar suas conclusões.E ai que o prejuízo entra para o blogueiro.Paciência.Um dia melhora para o blogueiro.

    Responder

  76. Marcos, excelente seu artigo, acho que o espaço dos blogs e sites devem ser valorizados, acho que quando há visualizações, ou cliques válidos devem receber pela publicidade, pois todas as empresas para crescer precisam mostrar seu produto, e cada vez mais o espaço dos blogs e sites que se destacam devem ser usados e valorizados e com isso crescer e ocupar o espaço merecido.

    Responder

  77. A vida toda sempre vivi com programa de Afiliados e semrpe granhei,semana passada ganhei 2300 divulgando,eu acho que ai depende do desempenho do anunciante e não da empresa porque a empresa faz a parte dela treina a pessoa para trabalhar anunciando pra ganhar dinheiro.

    Responder

  78. Haroldo há quanto tempo você esta nessa “vida toda” , isto é, quanto tempo de blog?.Acredito que o programa de afiliados tem que melhorar muito porque nem relógio trabalha de graça.O melhor mesmo é ganhar por custo por click por que ai você ganha pouco,mas ganha todo dia.O tal de custo por ação, isto é , quando o visitante tem que comprar para você receber uma comissão…..ai deve demorar muito para ” ver” a cor do dinheiro.

    Responder

    • Realmente ganhar por CPA pode ser muito lucrativo quando se tem muitas visitas no blog e uma boa taxa de conversão naquele nicho! O que pode demorar alguns dias para fazer uma conversão, mas aí depende de quanto é o lucro no final do mês.

      Eu particularmente não sou muito a favor do CPA, pois o anúncio deles é visto várias vezes e quem te garante que eles serão honestos com você. Muita gente clicará e não completará todos os ciclos de uma CPA ou uma CPL e ainda só é válido se o cliente não tiver seu cadastro válido por algum motivo.

      O custo por clique é um dos custos mais justos pra mim, sendo os valores baixos, mas deve ter algum programa de afiliado que pague um pouco mais que o adsense. O meu foi recusado pelo adsense estou tentando outros programas.

      Responder

  79. Bom tema abordado porem, na minha opniao e para min não passa de um simples “para de lucrar”, talvez querendo influenciar dizendo que não é correto, pois bem.. se existem programas de afiliados onde o objetive e obvio, atrair max d visitantes e vender seus produtos não vejo nada de errado, quem participa deve sim procurar todas as ferramentas e modos ao maximo de divulgar seus produtos e lucrar com isso.. ABRAÇOS a todos.. Deixo claro que é opniao minhao, venho compartilha com vcs..

    Abs!

    Responder

  80. ola marcos vamos atualizar seu posto com meu comentario rss muito bom comentario por sinal creio que o cpc gera um lucro mais rpido e nao precisamos ficar dependendo de pessoas alem de clicarem nos anuncios ainda teem que comprar o produto para ganharmos algo , na atualidade voce conhece algum afiliado que disponibilize cpc sem ser o adsense , eu achei um tal de click afiliados mais mandei alguns emails de duvidas e nao me responderam liguei para o tal tel de suporte nao existe , o uol afiliados nao deixa que o site disponibiliza donwloads e contra regras deles ainda isso , meu site e de informatica creio que temos que oferecer algo para o usuario para ele permanecer o maximo de tempo em nossa pagina , alem de ocuparem os espacos eles ainda impoe restriçoes abusrdo isto , queria saber se no momento existe algum filiado que vale a pena

    Responder

  81. Gostei do que li, e partir de agora quem quiser espaço no meu blog vai ter que pagar estou a muito tempo fazendo propaganda de graça pois até agora não ganhei nada tenho em média de 150 a 200 visitas dia no meu blog. será que ninguém se interessou até agora pelos anúncios que lá estão.

    parei só coloco qualquer propaganda agora se pagarem.

    se tiver alguém interessado estou a disposição.

    Responder

    • Isso mesmo temos que fazer um jeito de se reunir todos os blogueiro e começar trabalhar nesse objectivo!! e como reunir todos que realmente queira entrar nesse PROJECTO !! passa em meu blog deixar comentário todos quem em tiver interessado mudar isso um deixa no outro e vamos tentar unido venceremos !!! vou fazer um video nesse propósito e se todos concordar vamos se beneficiado em nosso negócios e propósito sucesso a todos!!

      Responder

  82. Pingback: Quais são as alternativas ao Google AdSense?

  83. Eu acho que essas formas de receitas dos programas afiliados, se preocupam mais com a visualização do que a receita que o blogueiro receberá.

    Eles tiram o maior proveito disso tudo com o famoso CPA, onde muitos blogueiros aderiram e muitos deles recebem pouco, comparando a exposição do anunciante, achando que recebem muito!

    Deveriamos com certeza procurarmos formas de monetização mais justas, para que se adequarem aos blogueiros que têm menores tráfegos também.

    Responder

  84. Olá Douglas Duilio isso mesmo, devemos todos os blogsite se unir e começar a se preocupa com os nossos ganhos, que eles lucram e o que nós blogueiros lucramos! se pensar bem somos a luz de todos esses que tem banner de anúncios e divulgação em blogsite temos que dar um basta nisso´!1 todos estão nisso para ganha não é verdade?será todos não pode ver o outro lado! tem mais uma coisa tem certos Parceria renda extra ? será que todos são honesto com todas as vendas que um blogsite fazem ???essa é minha duvida!

    Responder

    • Acho uma boa opção a escolha de programas afiliados que pagam de outras formas como, CPC por exemplo, e por impressão também, apesar de ser uma micharia. E outras mais formas de remuneração, não só apenas aquela que paga comissão de venda, mas que paga comissão de cliques, pois o anúncio esta sendo visitado também!

      Responder

  85. procuro todos os dias algum programa de afiliado que funcione e gere lucros ,mas sempre termino aqui neste blog e neste post ,cheguei a conclusao que nao existe programas bons e concordo com tudo que disse acima,acho ate que deveria ter um orgão que cuidasse deste assunto,entrei no Lomadee e parece que nada funciona la ja desanimei ,vo esperar mais uma semana e decidir se retiro o lomadee do meu blog,vamos nos unir e cobrar como emissoras de tv e radio ,nada mais justo, porque na net é difernte sendo que tem ate um acesso maior a publicidade?

    Responder

    • Concordo com todos eu entrei nisso para ganha nãõ para enfeitar meus blog e penso que todos também, por esse motivo muitos blogs e site acabou com seus sites, vejo muitos excluídos porque foram enganados, eu tenho pena disso não só por mim mais por todos, fiz até um video falando sobre isso de muitos vigarista na net aproveitando de pessoas que procuram de um jeito honesto ganha através do seu trabalho de divulgação´, e assim fazer muitos que são hoje grandes firma a ficar ricos.e nada melhor aproveitar todos os espaço que tem em cada blogs cada site Dizer o que se sente e assim fazer nosso desabafo, beijinho.

      Responder

    • william…Todas as vezes que vejo o que você escreveu…me dar uma tristeza… não parece mais tem muitos jovem menino de 10 a 15 anos, ainda não podem trabalha ou estuda ou não, mais que sonha ganha um dinheiro fico triste de ver tanta maldade,pessoas sem vontade de ajudar a dar alegria as pessoas,só tem olhos para o que eles conseguiu ou consegue,as pessoa não tem mais sentimentos,como se desse com uma mão e tirasse com a outra,como tirar um brinquedo,as pessoas muitos se escreve para divulga o trabalho de outros site, convidar amigos para conhecer e assim divulgar e nunca nos dar o minimo de valor, quando não é colocar apelido é não pagar o que nós é devido, eles acha que vão muito longe querem sempre está com a razão, mais não vamos desistir, continua que algum lugar Deus tem algo grande para os justo de coração, beijinho.

      Responder

  86. O correto seria ganhar dinheiro antes de se colocar publicidade no blog pois assim cobriria o custo operacional,mas no fim do mês nós teríamos uma quantia maior no fim do mês a do inicial.Ou então cobrar por horários como faz a televisão.Tal horário o anunciante paga tanto,em outro paga mais ou menos.Mas sempre paga ao blogueiro.Inclusive reduzi muito os banner do meu blog e excluir alguns que para mim pelo tempo que se passou não ganhei nada.Para enfeitar o blog pode até ser ,mas depois cansa e queremos participação nos lucros.

    Responder

    • Amigo, você acha mesmo que a Google já não faz isto? lógico que há preços e tarifas diferenciadas para os anunciantes (pagarem), eles pagam para o google, nós que ganhamos os centavinhos*. Eles ganham a propaganda que vinculamos, tudo bem que aceitamos o termo, mais, é muito pouco para receber, já que disponibilizamos tempo, trabalho para fazer uma coisa bem feita, seja um blog ou um vídeo, atualizamos e atraiamos clientes, mas, nós cobramos de nosso visualizadores? não, o site fica feio, sujo cheio de banners para nada, pois 0.5 cents $, que isto, se hipoteticamente ganharmos que seja um centavo por visita, de nós mesmo, não de anunciantes, de nosso conteúdo, do trabalho que fazemos, do tempo que dispensamos em fazer, já teríamos muito mais que o google para (se passando por bom moço que ajuda) eles que ganham em nossas costas. O que seria deles sem os blogueiros? os parceiros do youtube? onde iriam colocar as propagandas que vendem? pois eles vendem a propaganda para os anunciantes, os donos de produtos e marcas, mas, da fatia do bolo não pegamos nem 00000,1%, “e nós trabalhamos para eles”, e eles dizem ajudar os blogueiros e afins, lógico que isto é uma mascara. Se não fosse nós, eles não teriam onde colocar tanta informação em forma de propagandas, pois do contrário o próprio google iria ter que fazer seus próprios blogs com conteúdos diversos para poder suprir a demanda de propagandas, e em vários seguimentos, já que os anúncios são segmentados por gêneros, meu site é sobre musicas por ex. lá venderam musicas e afins, o seu poderia ser sobre magia, e seus banner seriam todos de videntes e astrólogos, e estas pessoas estão pagando o google, e o google com sua “grande generosidade” nos repassa 0000000,1% dos ganhos. Mas, como eu disse, imagine se não fosse esta maquina (pessoas que por vontade própria criam seus blogs em diferentes segmentos)parar de funcionar, onde o ou a google irá colocar banner de anunciantes pagos, propagandas vinculadas? só se for lotar a pagina inicial do próprio google de anuncio, pois é a única pagina que você vê google. Mas, para que eles sujarem a pagina deles de banners, e ter o trabalho se nós fazemos tudo “de graça para eles”.

      Responder

  87. Concordo, e olha uma resposta minha a outro blog que tentava esplicar como funciona o adsense.
    Ola pessoal, fora os que tiveram coragem de postar alguma coisa aqui, as outras centenas de pessoas só fazem o dono deste blog ganhar, resumindo é isto! ele ganha com a visualização de vocês, pois não é só os cliques que são pagos, só de entrar na pagina já rende para o dono, menos que cliques lógico, mas, não é totalmente inútil. Você passar a “vista” no anuncio não quer dizer que vai clicar ou comprar o produto, mas a propaganda já foi feita, logo o dono do blog já ganha com isto. Já que quem paga não é a google não é a ramificação adsense, e sim os anunciantes, e no caso você ganha centavinhos e o google ganha milhões, e os blogueiros como este do site ganha os centavos de sua visita! ele é da área do T.I, lógico que fez um blog na intenção de chamar ou atrair cliques para o blog, e talvez consequentemente para os anúncios, que como eu disse são pagos pelos anunciantes para o grupo google, que repassa um misere aos seus diria parceiros*. Bom, já deixei meu 0.1 cent$ aqui.Gente ninguém clica nestes anúncios, se veio ver como “ganhar dinheiro no adsense” o que interessa uma pasta de dente por exemplo num anunciado? nada, logo você não vai clicar, pois quer saber como ganhar dinheiro, e não escovar os dentes. Se ganhassem só por cliques, ninguém ganharia nada. Você vai no youtube que agora faz parte do “adsense” se você for parceiro e tiver um vídeo monetizado, vai ganhar com visualizações também e não só com cliques, pois é a mesma coisa, se você vai buscar um vídeo é porque se interessa no mesmo, e ignora a propaganda e por vezes a acha chata, mas, os patrocinadores, os donos das propagandas já pagaram o google para vincular sua propaganda em seu vídeo, que você vai ganhar 0, centavos enquanto o google ganha a propaganda toda, pois para estar ali o anunciante já pagou. O adsense apenas controla onde colocar, onde é mais contato ou correspondente ao produto do cliente, tipo, seu vídeo é sobre praia, a propaganda vai ser algo de referencia, vai estar ali vendendo, filtro solar, chinelos etc. se fala sobre futebol, os anunciantes direcionados, são de tênis, chuteiras, sites que vende materiais esportivos e assim vai, é tudo segmentado. E onde pegam estas informações, “automaticamente” na sua boa descrição, no titulo nas tag’s, então basta entender que você quer atrair anunciantes que querem vender seus produtos, e pensar como eles pensariam, seu vídeo ou blog é sobre pesca, um monte de anunciantes com lojas virtuais e reais nesta área vão querer um espaço em seu blog ou vídeo, não somos nós que temos que disputar espaço, eles disputam espaço em nossos materiais. E se for como no meu caso de direitos intelectuais próprios, creio que a comissão é muito pequena, mas obviamente (antes que algum sabichão diga) sei que ao entrar para o programa aceitamos “doar” o material. Resumindo, esqueçam o que foi dito ai, lembre-se, TAG’S, TITULO, e DESCRIÇÃO é tudo, pois é assim que são direcionadas as propagandas. E quer ser alguém na vida esqueça mais ainda e entrem para Ordem Esfera perene, ou vejam os vídeo de meu Mestre Luigo Legna.

    Responder

    • Pois o amigo ai falou tudo, estamos a riscar a perder o pouco , mais nada mais nada menos que apura verdade! mais… muitos já sabem que ao clicar vai assim ajudar muitos não fazem, e também é proibido perdi para alguém fazer isso e contra a regra, que também estou de acordo,exemplo ninguém quer pagar malandragem com o seus negocio certo?agora se todos forem ver bem estou aqui matutar uma outra coisa, pensar bem, o Google apesar de tudo usa de honestidade não quer ninguém que usar o Adsense pedir outro para clicar em seus banner certo? ele sabe e rastreia, e os outros banner de outros afiliados que tem muitos por ai? que dizem que pagar para clicar?olha!!! sei não mais acho que esses outros afiliados estão de sacanagem!!! enganando a torta por ai com esse pagar para clicar e visitar sites, por que se uma dono do blog de que tem Adsense clicar logico que vai dar em um site… será que consegui explicar alguma coisa aqui?pois continuo acreditar no Google Adsense,mais devemos falar com todos os que oferencem banners para mudar as coisas!! até mesmo o Adsense em nos ajudar mudar a tática que essa já está em escassear. bjs

      Responder

  88. Pingback: Ganhar Dinheiro pela Internet - Programas de Afiliados ou Adsense?

  89. Olá a todos. Após ler muitos comentários resolvi dar uns pitacos. Realmente é muito difícil ganhar dinheiro com programas da afiliados. Já tentei muitos. Alguns pura enganação,o valor de resgate é alto e vc nunca atinge,outros só pagam por CPA, ai vc se ferra, não vendeu não ganha. Outros criam dificuldades para vc receber. Não recomendo: Lomadee, uma furada.Submarino, outra furada, alteram inclusive seus ganhos. netaffiliation outra furada, até para colocar os banner´s é difícil.
    Atualmente estou insistindo com Hotwords, paga corretamente, mas o Blog tem de ter acessos. Adsense, igual ao hotwords,sem muitos acessos babau. Smwotion e Boo-box, este último rende todo dia, mas tem algo estranho, a rotação da publicidade nunca termina, ou melhor as campanhas, já tive que reclamar, aí na mesma semana meus ganhos apareceram.
    Bem, conclusão, penso que devemos nos fixar em programas que pagam por click, esse é o caminho.

    Responder

  90. Pingback: Como gerar debates em seu blog através dos artigos - Mundo dos Blogs | Mundo dos Blogs

  91. Concordo Com Você Marcos o mais Justo é o CPM e o CPC

    Atualmente tenho utilizado o sistema da Boo-box em algums Blogs meus e eles oferecem campanhas CPC, CPM e CPA e o Blogueiro que decide qual campanha vai colocar em seu Blog o Boo-box tem funcionado melhor que o Adsense em alguns Blogs Meus

    Eu utilizou também algumas campanhas CPA ms apenas as que eu percebo que vai converter bem nos nichos de Blogs que eu possuo

    Responder

  92. Olá, volto ao tema. Depois de dar a devida atenção aos comentários aqui, comecei a prestar atenção nos programas. Minha conclusão é a mesma da maioria. Deveríamos em conjunto dar um basta no uso desses programas. Só assim( se os blogs de qualidade e com boas visitações) vamos chamar eles para conversa. Os contratos são contratos de adesão, onde nos entramos com tudo e eles com quase nada. Sobre o Boo-Box também uso, e não é o melhor dos mundos. As campanhas nunca terminam. Em troca de e-mails com a responsável tive a seguinte pérola como resposta: O afiliado não pode saber quando as campanhas terminam. Pode algo assim? Vc dá o espaço, tem um contrato e não pode saber quando termina? Difícil essa relação.

    Responder

  93. Olá Marcos Lemos,

    Não sei se a essa altura do campeonato você já mudou de opinião, mas eu concordo plenamente com o seu artigo. Não me conformo em expor uma marca e só receber se alguém efetuar uma compra, porque como bem disse, de qualquer modo a publicidade foi feita e isso por si só deveria ser remunerada.
    Estou numa fase de pesquisar uma forma de monetizar meu blog e esse artigo me foi muito útil, obrigado.

    Responder

  94. Olá Marcos Lemos

    Em verdade os blogueiros mostram os anúncios de graça.

    Realmente, as pessoas veem os banners das empresas nos blogs que visitam e digitam no Google sobre o produto do interesse delas.

    Muitas não clicam no banner por terem receio de receber mensagens o tempo todo na tela de seu monitor.

    Nesse caso o blogueiro mostra o anúncio, mas não recebe dinheiro nunca.

    Acontece comigo e eu vou mudar minha política de divulgar produtos.

    Pelo menos agora que decidi investir na difícil e solitária atividade de blogueiro.

    Já li o artigo de Gustavo Freitas e agora vim ler o seu. Vou ler o artigo do Paulo Faustino.

    Maus Suce$$os!

    Responder

  95. Pingback: Por que você perde tanto dinheiro com seu blog? - Sucesso Blog

  96. Muito bem Marcos.Ao invés do dono do blog ter a “honra” de ser aceito num programa de afiliados que paga uns míseros reais,o anunciante que deseja veicular sua propaganda é que deve correr atrás de um blog com qualidade,com um bom fluxo de visitantes.Eu já estou entrando nessa de alugar espaço no meu blog..Aceito sugestões.

    Responder

    • Exatamente, é uma fábrica de vigaristas. O mais novo é o Hotmart..veio com uma nova embalagem, mas é a mesma cosia, Banner horríveis, e vc expoe e só ganha se vender.

      Responder

  97. Pingback: Marcos Lemos ou Paulo Faustino, quem tem Razão?

  98. Pingback: Como gerar debates em seu blog através dos artigos

  99. Pingback: Marcos Lemos tem razão. Programas de afiliados não atendem os blogueiros. – Elias Praciano

  100. Pingback: Marcos Lemos tem razão. Programas de afiliados não atendem os blogueiros. | Nerdices.com.br

  101. Desde 2008 venho testando programa de afiliados. E hoje posso falar claramente, na sua totalidade é puro trambique e roubalheira.Usei todos, ultimamente conclui minha última experiência ao atingir míseros R$100,00. O único que vale trabalhar é o adsense, mesmo que os rendimentos não sejam altos, pagam em dia e sem embromação. Minha vivência com afiliados, revelou que lidamos com “golpistas” refinados. Como o Boo-Box, foi uma via crucis, vc pergunta uma coisa, depois de um longo tempo, os picaretas, te respondem: Quer ter visiblidade? Anuncie conosco, e nada de te responder sua dúvidas…pagamento? Só na marra.O artigo é orientador, fuja de programas de afiliados. Hoje trabalho com venda de espaço. Seguro e recebo adiantado. É o meu conselho.

    Responder

  102. Totalmente apoiado, Marcos! Tanto é verdade essa situação que vou parar de exibir este tipo de anúncio nos meus blogs, e vou trabalhar apenas com os meus próprios produtos. Não vale a pena ceder espaço precioso do blog, nem entulhar de propaganda sem receber nada por isso.

    Sucesso!

    Responder

  103. Gostei da sua visão e concordo com seu ponto de vista! Acho que permitir anuncios assim por custo de clique, suja muito o ambiente do blog e tira um pouco da autoridade dele. Obrigado, abriu minha mente!

    Responder

  104. Excelente artigo! Aprendi bastante sobre como monetizar o meu blog parabens! Se possivel gostaria de umas dicas sobre quais artigos devo postar em meu blog, onde o tema é falar sobre fiat uno, como não tenho muita experiência ainda pois eu tenho poucos dias que criei o blog gostaria de alguma dica sua.se possível pelo meu email. Obrigado.

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.